UM CAFÉ NA INTERNET – Só assim será poema, por Hélia Correia

(1949 –   )

Um café na internet

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Que o poema tenha carne

ossos vísceras destino

que seja pedra e alarme

ou mãos sujas de menino.

 

Que venha corpo e amante
e de amante seja irmão
que seja urgente e instante
como um instante de pão.

 

Só assim será poema
só assim terá razão
só assim te vale a pena
passá-lo de mão em mão.

 

Que seja rua ou ternura
tempestade ou manhã clara
seja arado e aventura
fábrica terra e seara.

 

Que traga rugas e vinho
berços máquinas luar
que faça um barco de pinho
e deite as armas ao mar.

 

Só assim será poema
só assim terá razão
só assim te vale a pena
passá-lo de mão em mão.

 

 

Hélia Correia é professora, poetisa, romancista, contista e tradutora. Escreve para teatro (pelo qual tem grande interesse, já tendo subido ao palco) e literatura infantil. Apresentamos aqui este belo poema de sua autoria, apresentando-lhe os nossos cumprimentos muito sinceros, e votos de que continue o seu excelente trabalho por muitos anos, porque muito o admiramos.

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.355 outros seguidores

%d bloggers like this: