Category Archives: Temas Sociais

14559_migrantworkers_1_460x230

A PETIÇÕES TÊM ALGUM EFEITO? FICAMOS DE CONSCIÊNCIA TRANQUILA? OU OLHAMOS PARA O LADO ? por clara Castilho

As petições de iniciativa da Amnistia Internacional têm conseguido alguns resultados. E têm-nos alertado para situações, por vezes a favor de uma só pessoa, mas que traduzem o estado de determinado país. Desta vez, trago-vos a de milhares de homens

14559_migrantworkers_1_460x230

A PETIÇÕES TÊM ALGUM EFEITO? FICAMOS DE CONSCIÊNCIA TRANQUILA? OU OLHAMOS PARA O LADO ? por clara Castilho

As petições de iniciativa da Amnistia Internacional têm conseguido alguns resultados. E têm-nos alertado para situações, por vezes a favor de uma só pessoa, mas que traduzem o estado de determinado país. Desta vez, trago-vos a de milhares de homens

Diáspora-logotipo

DIÁSPORA – LA SECULAR POBREZA EXTREMEÑO-ALENTEJANA – por Moisés Cayetano Rosado

Leemos en la emblemática obra del escritor extremeño Felipe Trigo -publicada por primera vez en 1914- “Jarrapellejos”: se estaba tan mal aquí, “tan rematadamente daos al mesmísimo demóngano que nada se perdiese por cambiá, manque hubiá de sel en el

Diáspora-logotipo

DIÁSPORA – LA SECULAR POBREZA EXTREMEÑO-ALENTEJANA – por Moisés Cayetano Rosado

Leemos en la emblemática obra del escritor extremeño Felipe Trigo -publicada por primera vez en 1914- “Jarrapellejos”: se estaba tan mal aquí, “tan rematadamente daos al mesmísimo demóngano que nada se perdiese por cambiá, manque hubiá de sel en el

mariooliveira552[1]

CRÓNICAS DO QUOTIDIANO- É DE CAIXÃO À COVA, A ENTREVISTA À PGR – por Mário de Oliveira

As coisas na área da Justiça em Portugal vão de mal a pior. Sempre que alguém do topo, nesta área, abre a boca, sai asneira. Da grossa. O Estado é o antro institucional dos incompentes. Todos escolhidos a dedo. Segundo

mariooliveira552[1]

CRÓNICAS DO QUOTIDIANO- É DE CAIXÃO À COVA, A ENTREVISTA À PGR – por Mário de Oliveira

As coisas na área da Justiça em Portugal vão de mal a pior. Sempre que alguém do topo, nesta área, abre a boca, sai asneira. Da grossa. O Estado é o antro institucional dos incompentes. Todos escolhidos a dedo. Segundo

Cartaz_Sustentabilidade-SS_V1 (1)

APRe! – COIMBRA – CONFERÊNCIA/DEBATE SOBRE A “SUSTENTABILIDADE DA SEGURANÇA SOCIAL”. HOJE, 26 de FEVEREIRO, às 21 horas – R. JORGE MENDES, lote 1- nº 5, r/c esq.

Coimbra, conferência/debate sobre a “Sustentabilidade da Segurança Social” Muito foi dito nos últimos anos sobre a Sustentabilidade da Segurança Social. Governantes e alguns comentadores e órgão de comunicação social procuraram criar a ideia de que o Modelo em vigor da

Cartaz_Sustentabilidade-SS_V1 (1)

APRe! – COIMBRA – CONFERÊNCIA/DEBATE SOBRE A “SUSTENTABILIDADE DA SEGURANÇA SOCIAL”. HOJE, 26 de FEVEREIRO, às 21 horas – R. JORGE MENDES, lote 1- nº 5, r/c esq.

Coimbra, conferência/debate sobre a “Sustentabilidade da Segurança Social” Muito foi dito nos últimos anos sobre a Sustentabilidade da Segurança Social. Governantes e alguns comentadores e órgão de comunicação social procuraram criar a ideia de que o Modelo em vigor da

mariooliveira552[1]

CRÓNICAS DO QUOTIDIANO; SANDRA: QUEM RESPONDE PELA SUA MORTE?! – por Mário de Oliveira

O estágio em Ourense está a um mês do final. Para o frequentar, no âmbito do programa Erasmus, Sandra, licenciada em serviço social, deixa a casa dos pais, os afectos de colegas com os quais cresce em Castelo Branco. Apresentado

mariooliveira552[1]

CRÓNICAS DO QUOTIDIANO; SANDRA: QUEM RESPONDE PELA SUA MORTE?! – por Mário de Oliveira

O estágio em Ourense está a um mês do final. Para o frequentar, no âmbito do programa Erasmus, Sandra, licenciada em serviço social, deixa a casa dos pais, os afectos de colegas com os quais cresce em Castelo Branco. Apresentado

Alves Redol, o olhar dasa ciências sociais

MUSEU DO NEO-REALISMO – LANÇAMENTO de “ALVES REDOL, O OLHAR DAS CIÊNCIAS SOCIAIS”, coordenado por PAULA GODINHO e ANTÓNIO MOTA REDOL – 28 de FEVEREIRO, pelas 15 horas, em VILA FRANCA DE XIRA.

No próximo sábado, dia 28 de fevereiro, pelas 15h00, decorrerá no Auditório do Museu do Neo-Realismo o lançamento do livro “Alves Redol, o olhar das ciências sociais”, das Edições Colibri. Com coordenação de Paula Godinho, antropóloga, investigadora e professora da

Alves Redol, o olhar dasa ciências sociais

MUSEU DO NEO-REALISMO – LANÇAMENTO de “ALVES REDOL, O OLHAR DAS CIÊNCIAS SOCIAIS”, coordenado por PAULA GODINHO e ANTÓNIO MOTA REDOL – 28 de FEVEREIRO, pelas 15 horas, em VILA FRANCA DE XIRA.

No próximo sábado, dia 28 de fevereiro, pelas 15h00, decorrerá no Auditório do Museu do Neo-Realismo o lançamento do livro “Alves Redol, o olhar das ciências sociais”, das Edições Colibri. Com coordenação de Paula Godinho, antropóloga, investigadora e professora da

conf 25.2

CONFERÊNCIA “ADOÇÃO E DIREITOS HUMANOS : PERSPECTIVAS EUROPEIAS”, DIA 25 DE FEVEREIRO, ÀS 16:30, NO ISCTE, LISBOA

A Conferência «Adoção e Direitos Humanos: perspetivas europeias» vai ocorrer dia 25 de Fevereiro, às16h30, no Auditório B203 do ISCTE-IUL. São oradores: Aranzazu Gallego Molinero, Adam Pertman e Isabel Pastor e Isabel Moreira Local: Auditório B203, Edificio II O ISCTE

conf 25.2

CONFERÊNCIA “ADOÇÃO E DIREITOS HUMANOS : PERSPECTIVAS EUROPEIAS”, DIA 25 DE FEVEREIRO, ÀS 16:30, NO ISCTE, LISBOA

A Conferência «Adoção e Direitos Humanos: perspetivas europeias» vai ocorrer dia 25 de Fevereiro, às16h30, no Auditório B203 do ISCTE-IUL. São oradores: Aranzazu Gallego Molinero, Adam Pertman e Isabel Pastor e Isabel Moreira Local: Auditório B203, Edificio II O ISCTE