UM CAFÉ NA INTERNET – Ó doce perspicácia dos sentidos… , por Jorge de Sena

(1919 – 1978) 

Um café na Internet

Ó doce perspicácia dos sentidos!

Visão mais táctil que apressados dedos

sempre na treva tropeçando em medos

que só o olfacto os ouve definidos!

Audível sexo, corpos repetidos,

gosto salgado em curvas sem segredos

a que outras acres e secretas ─ ledos,

tranquilos, finos, ásperos rangidos ─

se ligam, mancha a mancha, lentamente…

Perfume túrgido, macio, tépido,

sequioso de mão gélida e tremente…

Vago arrepio que se escoa lépido

por sobre os tensos corpos tão fingidos…

Ó doce perspicácia dos sentidos!

Fui buscar este soneto de Jorge de Sena a Cem Sonetos Portugueses, selecção, organização e introdução de José Fanha e José Jorge Letria, Terramar, 3.ª edição, 2003. Obrigado aos herdeiros do autor, aos organizadores e à Terramar.

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Leave a Reply

%d bloggers like this: