REFLEXÕES SOBRE A MORTE DA ZONA EURO, SOBRE OS CAMINHOS SEGUIDOS NA EUROPA A CAMINHO DOS ANOS 1930

Selecção, tradução e nota de introdução de Júlio Marques Mota

bce

Nota de Introdução ao texto  Banco Central Europeu: baralha e assegura o direito de defesa

Agora que se mostra claramente que o jornal Mediapart é um  jornal de investigação de de alta qualidade, ao colocar o ministro francês na rua por utilização suposta dos paraísos fiscais,  mas  lamentavelmente de porte pago para quem  não tem dinheiro, eis-nos que de um dos seus blogs retirei um pequeno texto que vai dar mais umas achegas a um pequeno ou grande detalhe, que nos fala sobre a falta de dignidade que,  essa,  abunda pelo BCE em Frankfurt e por Bruxelas.

Depois de termos publicado o artigo de um especialista em questões monetárias, Chipre e os perigos  geopolíticos do fim do programa  ELA – (Emergency liquidity Assistance), assinado por  Jean Claude Werrebrouck¹, eis agora um outro texto que nos parece querer  dizer que os verdadeiros ladrões, os grandes ladrões, são os grandes oligarcas que estão sediados em Bruxelas e em Frankfurt.

E o texto começa mesmo por nos avisar :

“Todos para os abrigos! O pânico reina no Banco Central Europeu (BCE) dirigido por Mario Draghi, conivente, como toda a gente sabe ou deveria saber, do tristemente célebre Goldman Sachs. Em seguida, o conjunto dos sitiados devem estabelecer  barricadas para salvar os seus cofres em perigo.”

Sugestão dada leiam então o texto que se segue.

Júlio Marques Mota

xxxxxx

Banco Central Europeu: baralha e assegura o direito de defesa

Le Yéti-voyageur à domicile

Publicado em 28/03/2013

Todos para os abrigos! O pânico reina no Banco Central Europeu (BCE) dirigido por Mario Draghi, conivente, como toda a gente sabe ou deveria saber, do tristemente célebre Goldman Sachs. Em seguida, o conjunto dos sitiados devem estabelecer  barricadas para salvar os seus cofres em perigo. Dois elementos vêm agora reforçar esta impressão, revelados pelos jornais Deutsche Wirtschaftsnachrichten, alemão, e Mediapart, francês.

Chipre, o que é esta embrulhada ?

O Deutsche Wirtschaftsnachrichten (em português, Notícias de economia de Além-Reno) acaba de explicar claramente o que é que está por detrás da estrutura do plano de resgate financeiro de Chipre, plano este que foi elaborado pelo BCE.

Ao contrário do que tinha acontecido com o decote (corte) dos empréstimos gregos, o decote (corte) dos títulos cipriotas era pura e simplesmente impossível porque estas obrigações estavam ligadas em grande parte à dívida grega, utilizada  como garantia junto do BCE [para levantar o dinheiro junto do BCE e comprar depois os títulos ao Estado cipriota, como em Portugal, aliás] .

Com a falência dos bancos cipriotas, seria o próprio BCE que teria perdido alguns 12 mil milhões de euros  e assim ter-se-ia desencadeado um sistema automático de transferência imediata equivalente (TARGET2) por parte dos países membros do BCE, em dinheiro verdadeiro, em dinheiro sonante, em dinheiro vivo, diríamos. Ora destes 12 mil milhões, cerca de 3 mil milhões seria a parte dos alemães e seriam pois desembolsados pela Alemanha de Angela Merkel.

Compreende-se melhor a extrema dureza da Troika e em especial de Mario Draghi, em “salvar” a todo o custo o que poderia  restar do edifício bancário dos cipriotas. Pronto a tudo para pulverizar o tabu da inviolabilidade superior dos credores e accionistas. Pronto a tudo, pronto mesmo a violar as próprias sacro-santas regras da liberdade de circulação de capitais na UE.

Compreende-se também que os nossos criminosos de Bruxelas não podem nem querem deixar cair o euro sob pena de verem os protegidos dos credores perderem pura e simplesmente todas as dívidas  saídas de um Target 2. Deutsche Wirtschaftsnachrichten diz-nos:

 “Visto sobre este ângulo, o verdadeiro assalto organizado aos bancos cipriotas é o que há de menos grave . Draghi e os salvadores do euro não se batem para salvar Chipre, eles estão a bater-se pela sua própria sobrevivência”

O BCE sob a protecção… do segredo de defesa!

Mediapart, decididamente  o único jornal  francês de investigação que se respeite acaba de levantar uma outra lebre bem sintomática da loucura que está tomar conta  dos verdadeiros  oligarcas de Bruxelas e de Frankfurt.

O Tribunal de Justiça acaba agora de vir em socorro do BCE concedendo-lhe  o benefício… de segredo de defesa ! Isto isenta assim a fortaleza de Mário Draghi, fortaleza esta já sem qualquer controlo democrático, de dar conta de tudo aquilo que o BCE entender que não deve dizer.

Coisa que cai perfeitamente bem quando sabemos que essa decisão foi feita na sequência de  um pedido de documentos pela Agência Bloomberg para saber como é que Goldman Sachs – onde foi vice-presidente  um certo Mario Draghi – tinha sido capaz de depenar  a Grécia  fazendo explodir a sua taxa de endividamento . Martine Orange (Mediapart) diz-nos :

 “Quando o BCE viu que lhe era solicitado a comunicação desses documentos, recusou‑se  e alegando que eles estavam ultrapassados. O embaraço das instituições europeias era ainda tanto mais manifesto quanto o tema em questão punha em causa o seu controlo, a responsabilidade da Goldman Sachs e fazia criar uma certa desconfiança face a Mario Draghi”

Vê-se, os oligarcas de Bruxelas e de Frankfurt defendem com unhas e dentes a sua vidinha e estão prontos a tudo, absolutamente a tudo, para não acabarem na fogueira de uma justiça popular a afirmar que não nos roubaram! Por agora, é apenas no frio nórdico da Islândia que há malandrins, dificilmente presumíveis inocentes pela perversão intrínseca do sistema que esses malandrins serviam, que estão actualmente, por isso mesmo, muito inquietos com o que a justiça do seu povo lhes possa destinar.

Mas é aqui que se perfilam as eleições de 2014, que darão uma ampla oportunidade de se pôr sobre a mesa toda esta roupa suja. E, quem sabe, para dar uns bons pontapés no cú de alguns.

¹ – http://aviagemdosargonautas.net/2013/04/05/retratos-imagens-sintese-dos-efeitos-da-crise-da-zona-euro-sobre-cada-pais-102/

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Leave a Reply

%d bloggers like this: