SINAIS DE FOGO – “O ÚLTIMO COM CAVACO” – por Soares Novais

Imagem5

Hoje, em Lamego, no Largo da Feira, o dr. Cavaco protagonizou o seu último Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades. Alegremo-nos, pois. Faltam meia dúzia de meses para o homem sair de cena e isso deve encher-nos de ânimo e de esperança. Devemos erguer a cabeça.

 Tal qual o senhor referiu aos pés da Nossa Senhora dos Remédios, com aquela sua vozinha irritantemente monocórdica. (Uma vozinha tão irritantemente monocórdica que, em 20 anos de poder, apenas logrou um sorriso às vaquinhas da Ilha Terceira…)

 O dr. Cavaco apresentou-se no palanque do Largo da Feira de gravata vermelha, ladeado pelo dr. Coelho e pela drª Assunção e por um punhado de senhoras embrulhadas em coloridos vestidos e senhores de fato escuro e engravatados. Gente importante já se vê.

Gente importante sim, pois o dr. Cavaco só dialoga com gente da mesma igualha. (Que o digam os lesados do Caso BES/GES que a polícia manteve a mais de 400 metros de distância, e que ali foram clamar pelo muito dinheiro que lhes foi roubado).

Daqui a um ano, o dr. Cavaco assistirá às comemorações do “Dia da Raça”, como ele se referiu ao Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, sentado na marquise da sua casa na Travessa do Possolo, na sua condição de pobre reformado português.

Uma reforma que “não chegará para fazer face às despesas” e que poderá contribuir para que, finalmente, leia “Os Lusíadas” e fique a saber quantos Cantos tem a obra genial do genial Camões.  Hoje, em Lamego, no Largo da Feira, o dr. Cavaco protagonizou o seu último Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades. Alegremo-nos, pois. Faltam meia dúzia de meses para o homem sair de cena e isso deve encher-nos de ânimo e de esperança. Devemos erguer a cabeça.

 

https://countingdownto.com/countdown/quanto-ainda-falta-para-cavaco-ir-embora-2016-01-23-countdown-clock

2 Comments

  1. Este homem não se encherga mesmo -é o Presidente mais odiado de todos os tempos ,nem na Monarquia há um exemplar a que possa ser comparado -“Faz que nem morcego: morde e sopra.” Maria

Leave a Reply to Maria de sa Cancel reply