CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – A REVOLUÇÃO NÃO SE BUROCRATIZA – OFICINA: PORTUÑOL NO ES IDIOMA – A PALETA E O MUNDO – CINEMA: DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL

7-a-9-de-janeiro-de-2017

Sábado, 7 de Janeiro, 16h

Conversa com António Louçã, jornalista e historiador, e Ricardo Noronha, investigador do Instituto de História Contemporânea.

A abrir o ciclo «Revoltas e revoluções» na Casa da Achada, uma conversa sobre a revolução russa de 1917, momento fundador de grandes esperanças e grandes desilusões. A terra tremeu, o mundo mudou há cem anos. O que nos fica dos êxitos e reveses da revolução de Outubro? E depois da revolução, como se enfrentaram e enfrentam as contra-revoluções? O mais provável é haver visões diferentes sobre o assunto e acender-se o debate para discutir os caminhos da emancipação, hoje.

Pior que não cantar
é cantar sem saber o que se canta

Pior que não gritar
é gritar só porque um grito algures se levanta

Pior que não andar
é ir andando atrás de alguém que manda

Sem amor e sem raiva as bandeiras são pano
que só vento electriza
em ruidosa confusão
de engano

A Revolução
não se burocratiza
Mário Dionísio (1978)

Domingo, 8 de Janeiro, 15h30

Já algum alguma vez ouviu um espanhol dizer «no te entiendo» e ficou a pensar que nuestros hermanos não fazem esforço nenhum para nos entender e menos ainda para falar a nossa língua?

E alguma vez alguém lhe explicou o porquê deste fenómeno?

Temos todo o gosto em desmontar este e outros mitos responsáveis pelos maus ventos e piores casamentos que nos vêm do lado de lá da fronteira!

Vem conhecer os erros mais comuns cometidos pelos portugueses que também pensam que falam Espanhol porque abrem as vogais e falam mais alto quando falam estrangeiro.

Oficina orientada por Ana Rita Laureano.

Para todos a partir dos 16 anos. Número máximo de participantes: 10.

Segunda-feira, 9 de Janeiro, 18h30

Continua a leitura comentada, com projecção de imagens, de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio. Vamos na 4ª parte, «Durante as grandes tempestades». Ana Figueiredo continua a leitura do 7.º capítulo, «A paz a branco e negro».

Segunda-feira, 9 de Janeiro, 21h30

No ciclo de cinema «Revoltas e revoluções n’América», projectamos o filme Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964, 120’) de Glauber Rocha, apresentado por Luiz Rosas.

A entrada é livre, todos os filmes em língua estrangeira são legendados, há sempre uma apresentação e espaço para uma conversa.

NO HORÁRIO DE ABERTURA, PODEM VISITAR A EXPOSIÇÃO E BIBLIOTECA DA CASA DA ACHADA:

  • EXPOSIÇÃO: MÁRIO DIONÍSIO – CORRESPONDÊNCIAS
    Até 17 de Abril de 2017
    Exposição que mostra parte da correspondência de Mário Dionísio com amigos, artistas – e com exposição de algumas obras desses artistas -, pintores, escritores, intelectuais e outros, para além de três partes temáticas: a sua saída do PCP, a polémica do neo-realismo e outros debates à volta do tema do realismo e a escrita de A Paleta e o Mundo.
  • BIBLIOTECA E MEDIATECA DA ACHADA
    A Biblioteca Pública da Achada tem secções de Literatura, Arte, Cinema, Teatro, História, Ciência, Literatura Infanto-Juvenil, etc… Pode-se ler no local ou requisitar livros.
    Na Mediateca estão disponíveis os filmes que temos vindo a projectar nos nossos ciclos de cinema.
    O catálogo da Biblioteca e Mediateca está disponível na internet, aqui.* 2ª, 5ª e 6ª feiras, das 15h às 20h
    sábados e domingos, das 11h às 18h

EM QUALQUER DIA, COM MARCAÇÃO, É POSSÍVEL CONSULTAR:

  • CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO
    Constituído pelo arquivo de Mário Dionísio e pela sua biblioteca e de Maria Letícia Clemente da Silva (mais de 6000 volumes e mais de 200 publicações periódicas).
    O catálogo pode ser consultado na internet, aqui.

EXPOSIÇÕES DE MÁRIO DIONÍSIO FORA DA CASA DA ACHADA:

  • CENTENÁRIO DE MÁRIO DIONÍSIO
    TKM – Universidade Sénior Dom Sancho I, Almada
    Inauguração: 2 de Dezembro, 17h
    Com palestra por Maria João Brilhante.
  • PASSAGEIRO CLANDESTINO – MÁRIO DIONÍSIO 100 ANOS
    Museu do Neo-Realismo, Vila Franca de Xira
    Até 26 de Fevereiro de 2017
    «No próximo dia 14 de maio inaugura no Museu do Neo-Realismo a Exposição comemorativa do centenário de nascimento de Mário Dionísio, “Passageiro Clandestino Mário Dionísio 100 Anos”.
    A exposição, que tem curadoria de António Pedro Pita,  pretende homenagear o poeta, artista e pensador, focando-se, sobretudo, na documentação e interpretação da intervenção de Mário Dionísio enquanto  teórico do neorrealismo, o mais relevante desta corrente e um dos mais importantes teóricos da arte do século XX.»

QUEM QUER EXPERIMENTAR TEATRAR?

  • GRUPO DE TEATRO DA ACHADA
    Quem quer experimentar usar a voz e o corpo para dizer coisas com ou sem palavras? O grupo, com F. Pedro Oliveira, ensaia habitualmente todas as terças-feiras às 21h. É só aparecer e participar.

QUEM QUISER E PUDER PODE AJUDAR A CASA DA ACHADA:

correspondencias

 

 

 

 

 

 

[Contactos] Centro Mário Dionísio

Morada Casa da Achada – Centro Mário Dionísio
Rua da Achada, 11, R/C
1100 – 004 Lisboa (ver localização)
Telefone 218 877 090
E-mail Casa da Achada
casadaachada@centromariodionisio.org
E-mail Livraria
livraria@centromariodionisio.org
E-mail Distribuição de Edições
livros@centromariodionisio.org
NIB NIB para donativos e pagamento de quotas
0036 0000 9910 5869 2830 8

Equipa de Comunicação Web

E-mail

André Spencer e F. Pedro Oliveira

web@centromariodionisio.org

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: