FRATERNIZAR – Os 5 novos diáconos de Bragança em reportagem SIC – O QUE PRETENDE ESCONDER D. JOSÉ CORDEIRO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

 

A minha surpresa é total. O Jornal da Noite de domingo 10 de Dezembro, da SIC, antes de “A Opinião que conta”, sem nada de relevante para contar, a não ser a morte lenta do PPD-PSD, impinge-nos, sem mais aquelas, uma mini-reportagem sobre os 5 novos diáconos permanentes da diocese de Bragança-Miranda e o seu bispo residencial. Sempre em bicos de pés perante os seus pares praticamente inexistentes, de tão envergonhados que se sentem, por ainda continuarem bispos residenciais (quase) sem párocos e sem clientes nos rotineiros e sonolentos cultos de cada domingo. De fiéis seus, estão a “virar” todos infiéis. Preferem os Shoppings, cheios de cores vivas e temperaturas superconfortáveis, onde o Mercado é rei e vende – parece dar, mas vende! – a toda a hora, música ambiente e uma multiplicidade de “prendas” natalícias que fazem esquecer os presépios dos muitos meninos-jesus de caco nas palhinhas deitados, a tiritarem de frio. Sem que os pobres coitados, velhos de muitos séculos, sequer protestem.

O que pretende esconder D. José Cordeiro com esta curta, mas bem programada reportagem, conseguida não se sabe a troco de quê e de quem!? É que o facto da diocese de Bragança ter ordenado 5 novos diáconos permanentes não justifica, só por si, uma reportagem, para mais, realizada a posteriori, em que o protagonismo vai inteiro para o bispo ainda mais aperaltado que o papa de Roma. E a questão que se me levanta é: Por que teve o bispo D. José Cordeiro de conseguir a toda a pressa esta reportagem no JN do domingo, da SIC, 10 de Dezembro, quando, a ter-se realizado, deveria ter sido no Jornal da Noite de domingo 26 de Novembro, quando aconteceu a referida ordenação?! Este desfasamento de datas entre o evento e a sua divulgação 15 dias depois leva qualquer pessoa mais atenta ao porquê das coisas, como devem ser os presbíteros-jornalistas profissionais, como eu a ficar com a pulga atrás da orelha e logo concluir, como eu concluo, Aqui há gato! E gato escondido com rabo de fora! A conclusão a que chego é: Esta reportagem só pode ser um “frete” da SIC ao bispo de Bragança e ao staff clerical e laico todo-poderoso que o rodeia. Cabe-lhes provar que não.

A haver reportagem sobre o assunto, deveria ser sobre os viveres históricos escondidos de cada um dos 5 diáconos permanentes recém-ordenados. Tanto mais quanto é público e notório que Bragança e a própria diocese de Bragança-Miranda são terreno fértil para os homens do avental, não da cozinha onde se lavam pratos e panelas, mas da cozinha do muito Dinheiro sujo das Misericórdias, Centros Paroquiais Sociais, IPSS e outros antros da Caridadezinha financeira e eclesiástica. Sim, porque as Lojas maçónicas e clericais e os seus maiorais sabem bem o que fazem. O que mostram e dizem à comunicação social é apenas o folclore. Como as viagens pastorais do papa de Roma servem para desviar as atenções do que de Perverso se passa nas catacumbas da Cúria Romana, cujos cardeais de vermelho vestidos, são todo olhos e mãos para os negócios e para dispendiosas orgias, ao modo do velho império romano. Nada melhor então do que o bispo beneficiado mascarar de diácono permanente os 5 homens que escolheu, em detrimento de outros com iguais ou até superiores habilitações curriculares.

Só não sei é como ainda há mulheres casadas que aceitam assinar uma Declaração a autorizar os respectivos maridos a serem ordenados diáconos, quando o normal seria haver casais diáconos. Mas isto é coisa só de homens. E, se do avental ou coisa parecida, tanto melhor. Nem se dão conta os clérigos que assim, lá se vai aquele solene mandato proferido a concluir o rito do casamento canónico, “Não separe o homem o que deus uniu”! Porque já não se pode falar de casamento, quando o homem deixa de o ser para a ser clérigo ordenado.

O que há então de muito sujo nos viveres destes 5 novos diáconos, para que até as suas esposas aceitem que o bispo lhes roube os maridos?!

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

6 comments

  1. LUÍS PEREIRA

    Isto é que foi uma surpresa meu caro amigo Mário Oliveira! Não esperava mesmo que voltasse ao tema dos diáconos cá do “bairro”, sim que este cantinho esquecido não passa de um pequeno bairro de periferia, ou talvez até só canteiro, no “jardim à beira-mar plantado”. Tem muito que se leia, nas linhas e entrelinhas, o seu belo artigo. Para quem não viu a reportagem que refere, do telejornal em horário mais que nobre, porque Jornal da Noite da SIC, do passado dia 10 de dezembro, aqui fica o link:
    http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2017-12-10-Diaconos-permanentes-quem-sao-e-que-cargo-ocupam-na-comunidade-catolica
    O que pretende esconder o bispo, pergunta o meu amigo?! Talvez a resposta seja encontrada no seu artigo do passado dia 26 de novembro e no comentário que lá deixei, até porque o primeiro diácono a aparecer é precisamente o ex-presidente da delegação de Bragança da Cruz Vermelha Portuguesa. E para quem não leu o seu artigo e respectivos comentários, aqui está o link:
    https://aviagemdosargonautas.net/2017/11/26/fraternizar-diaconos-casados-o-reforco-da-igreja-clerical-ou-o-seu-fim-por-mario-de-oliveira/
    Será só por isso, ou haverá mais a ser escondido? Não sabemos. O meu amigo Mário Oliveira tem toda a razão quando diz que a ordenação de 5 diáconos permanentes, só por si, não é motivo para reportagem com direito a horário nobre e para mais sendo a mesma tornada publica 15 dias após a sua ordenação. Cheira a esturro!
    Quanto à diocese ser terreno fértil para a gente do avental (de couro ornamentado, com abeta para cima ou abeta para baixo, conforme se é ou deixou de ser aprendiz) já é do domínio público que há pelo menos 3 obediências sedeadas em Bragança, que a jornalista Catarina Guerreiro do jornal Sol bem deixou claro no livro que publicou. São elas: a Grande Loja Legal de Portugal /Grande Loja Regular de Portugal com o templo na aldeia de Portelo (Minas do Portelo), muito próxima da cidade de Bragança; o Grande Oriente Lusitano, com o templo na Rua Direita em Bragança e a Grande Loja dos Antigos Livres e Aceites Maçons de Portugal que até 2014 tinha o templo na Rua Alexandre Herculano e agora, segundo os próprios, o mesmo se situa no Bairro de Vale d’Álvaro. Numa cidade tão pequenina, que quase cabe num bolso, tanta gente a congeminar escondida!
    Relativamente ao folclore que é mostrado na comunicação social, também temos algum. Até o temos maçónico! Repare amigo Mário neste vídeo da confraria do butelo e da casula – penso que toda a gente já percebeu que as confrarias são uma forma de as maçonarias se mostrarem com outra roupagem, e preste muita atenção aos pormenores. Repare por exemplo, no grande plano que é dado, ao minuto 1:39, ao punho da espada que o grão mestre da confraria exibe. Repare ainda que, ao minuto 1:01 aparece, devidamente equipado de confrade, de perfil, no canto direito da imagem, o mesmo padre que no vídeo dos diáconos dá o seu testemunho após a celebração da missa que, se repar, até foi em parceria com o diácono Cruz Vermelha (risos). Isto dos |irmãos| obedientes ao Grande Arquiteto do Universo protegerem os |irmãos| tem muito que se lhe diga! (risos)

    Mas o poder maçónico cá da terra nem sempre se esconde atrás das confrarias e do bispo e suas missas. Ultimamente deu-lhe para aparecer tal como é, ao vivo e a cores e de rigor trajado, no Agrupamento de Escolas mais maçónico da cidade. E aqui ficam os links para conferir:
    http://www.jornalnordeste.com/entrevista/julio-meirinhos-grao-mestre-da-maconaria-regular-ha-um-quarto-de-seculo-que-estou-na

    http://bojornal.pt/?p=7023
    Que a SIC se preste a estes “fretes” já ninguém se admira…
    Que o bispo tenha deitado este “remendo” após 15 dias da ordenação dos 5 diáconos permanentes, também eu não me admiro! (risos)
    Asinus asinum fricat

    Gostar

  2. Mário de Oliveira

    Meu caro Luís Pereira. Mas que eloquente e cheio de Humor este seu Comentário! Mais parece um novo Texto Fraternizar. O Humor é o outro nome de Deus que nunca ninguém viu, o Deus de Jesus. Tal como o Amor praticado. Crentes e não-crentes não gostam do Humor, nem do Amor praticado. O Poder odeia um e outro. Porque sabe bem que o Humor e o Amor praticado tornam os seres humanos e os povos plena e integralmente humanos. Outra realidade que os do Poder odeiam. Só gostam de súbditos, de gente tolhida e assustada. Este seu Comentário vem também carregado de informação, própria de alguém que conhece bem Bragança e a diocese de Bragança-Miranda. Aliás, o site da diocese e do próprio bispo D. José Cordeiro, assim como o Fb são copiosas informações, sempre que lidos nas entrelinhas. E as fotos, abundantes, revelam o que muitas vezes os textos escondem. São um manancial de vaidade e de ostentação. Um escarro contra as populações da cidade e do Distrito. Onde os clérigos e os homens do avental e das Confrarias, quanto mais bem vestidos, mais nus se nos apresentam. Sabe como eu que entre as vestes litúrgicas dos clérigos lá está também a casula!!! E que riso todo aquele teatro me provoca. E também vómitos. É assim que desta aldeia de Macieira da Lixa, os vejo e, por isso, rio, rio, rio. Bem haja, meu caro amigo por todo este seu manancial de informações. Mas do que eu gosto a valer é da sua forma de terminar, com um provérbio latino que me permito traduzir para quem não navegue por essas águas: Um burro esfrega outro burro. Ou, em falar ainda mais popular. Um burro coça-elogia-enaltece outro burro. Sem nenhum deles se dar conta de que toda a gente faz de conta que toma a sério os seus falares, quando fartam-se de rir a bom rir. Ah! Ah! Ah! O meu abraço.
    P.S. Um dia, ainda havemos de nos conhecer e partilhar a mesma Mesa. Se for aí em Bragança, tanto melhor. Por mim, não vejo inconveniente. Mas quem aí reside é que sabe as linhas com que se cose. Bendito!

    Gostar

  3. Isabel Domingas

    Olha-me o padre da Lixa outra vez a falar mal do nosso D. José. E já cá faltava o outro também, que há-de ser um grande invejoso! O nosso D. José há-de conseguir ir para Bispo do Porto que ele é candidato ao lugar e não vão ser estes dois maldizentes que hão-de estragar tudo. Tomaram vocês de ter a personalidade do D. José. Vão mas é tratar da vossa vida. Façam alguma coisa útil.

    Gostar

    • Ana Maria

      Ótimo dona Isabel! Mas que bom que o seu bispo vai para o Porto. Já estou a vê-lo, vaidoso e triunfante a entrar com toda a pompa na Sé Catedral do Porto! Espero que ele aproveite a solenidade para ostentar uma capa Magna. Já imaginou, o seu querido bispo assim com uma cauda de 7 metros de seda púrpura e gola de arminho? Diga lá que não é mesmo o estilo dele? Que vá, que vá para o Porto! Já lá devia estar!

      Gostar

  4. Mário de Oliveira

    Pois que lhe preste, Isabel Domingas. Duvido que esteja a interpretar neste seu breve comentário o sentir e o querer da maioria das diocesanas, dos diocesanos. É o seu ponto de vista. Porventura, uma das beneficiadas da opulência papal do bispo D. José Cordeiro. Ele veio da Cúria romana para Bragança e só pensa em regressar à Cúria romana como papa. Só que para isso, dá-lhe um jeito do caraças pousar, primeiro, no Porto ou em Braga, já que Lisboa já tem um candidato ao trono de s. pedro e só há lugar para um, a menos que o n.º 2 seja emérito, como sucede agora com Bento XVI. Saiba entretanto que não há candidatos a esta ou àquela diocese. Isto não é uma democracia partidária, onde os candidatos são indicados pelos partidos. Na monarquia, nem isto há. Os eleitos são contactados sob sigilo absoluto, pelo núncio. Se aceita, é nomeado. Se não aceita, ninguém poderá saber que foi contactado. Só que o actual núncio em Lisboa não pode com o papa Francisco, jesuíta.E troca-lhe as voltas. Também ele é papável, porque logo que deixe a nunciatura é feito cardeal no consistório seguinte. Para papa, são sete cães a um osso. Para bispo, já sobram as dioceses vacantes, como o Porto, porque hoje até para bispo já não há candidatos. Menos ainda para o Porto, porque o bispo anterior, D. António Francisco, deixou grandes dívidas que têm de ser pagas. Talvez por isso, ele já é nome de uma Fundação e já há quem se movimente para fazer dele um beato e depois santo. Assim haja quem se preste a dizer que foi curada – quase só mulheres devotas se prestam a esse papel – pela intercessão dele, não pela dedicação dos profissionais de saúde, elas e eles, e pelos medicamentos cada vez mais certeiros na superação de doenças que ainda há poucos anos se tinham como incuráveis. Cá por mim, D. José pode muito bem continuar por Bragança. E assim como veio de Roma para Bragança, também pode ir de Bragança para Roma, onde os cardeais seus cúmplices e encobridores da sua vaidade e ostentação, conseguem que ele chegue ao cardinalato e daí a papa. Quem se deve estar a rir com tudo isto é Deus, o de Jesus, o Humor e o Amor praticado, que nenhum clérigo consegue suportar. Porque Ele não fundou nenhuma igreja nem nenhuma religião. E não gosta de nenhuma delas. Do que Ele gosta é de Política praticada pelos seres humanos e os povos, de modo a derrubarem o poder político dos seus tronos e dos seus palácios. E a destruírem os tronos e os palácios, assim como todos os templos e santuários. Um beijo meu.

    Gostar

  5. LUÍS PEREIRA

    Ó dona Isabel, aqui ninguém anda a dizer mal de ninguém. Faça o favor de abrir os links que disponibilizei, está tudo na Internet. Se o seu bispo quer ir para o Porto que vá e lhe faça bom proveito. Olhe, da minha parte, se fizerem uma caravana automóvel, todos a buzinar de Bragança ao Porto para fazer a entrega, até faço muito gosto em ir e garantir que ele fica por lá.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: