SINAIS DE FOGO – OS VÍCIOS PRIVADOS DO SENHOR JUIZ – por Soares Novais

 

___________

(1) Expressão adoptada pelas e pelos profissionais do sexo para designar uma “casa de passe”.

(2) Autodesignação usada pelas e pelos profissionais do sexo que enxameiam as páginas dos jornais. Jornais que, como Ana, também cometem lenocídio. Já que são “quem profissionalmente ou com intenção lucrativa, fomenta, favorece ou facilita o exercício por outra pessoa de prostituição… (Artigo 169 do Código Penal)

(3) RELATIVAMENTE À COMUNICAÇÃO DAS MINHAS DECLARAÇÕES EM COMISSÃO PARLAMENTAR TEREM SIDO REMETIDAS À PGR


Eu, Ana Sofia Loureiro Marques, venho pela presente declarar o seguinte:

– não retiro uma palavra nem uma vírgula do que disse em Comissão Parlamentar e tanto que fica por dizer;

– posso ser uma mera Acompanhante de profissão que perfaz 12 anos de actividade e hoje em dia ser proprietária de uma casa de Acompanhantes, não de um Bordel, no entanto, não faz de mim uma pessoa mentirosa e sem carácter para ir assumir tudo o que assumi em Comissão Parlamentar, do qual reitero palavra por palavra;

– lamento que a verdade custe à sociedade, mas esta é a nossa realidade e nós, ninguém melhor que nós para conhecer estes podres da sociedade, até porque é a nós que recorrem para os satisfazermos;

– engraçado seria um homicida confessar que matou, um pedófilo confessar que violou um menor, um ladrão confessar que roubou, enfim, disse a verdade e pelo que parece a minha verdade terá que se converter numa mentira, porque alguém deve ter estado no meu lugar ou das minhas colegas a vivenciar convívios sem sermos nós próprias?! Será que eu não vivi e vivenciei o que vivenciei? Talvez sonhado…..e as minhas colegas também?!

– luto pela Legalização e Regulamentação de forma honesta, com honra e carácter, nunca me escondi atrás de fachadas ou esquemas ou me apresentei por escrito à Assembleia ou outro órgão sem ser sempre com a verdade, fui Acompanhante hoje sou Dona de um Espaço e quero Legalizar e Regulamentar pela via legal a minha situação;

– se os fundamentos e bases de pedir tal Legalização e Regulamentação parecem mal, não posso fazer nada, é a verdade e com a verdade me dirigi humildemente à Assembleia da República e só constatei a verdade que vivemos diariamente na nossa actividade;

– se tiver que responder por algo, será por um crime de lenocínio, mas nunca responderei por ter mentido para fazer a vontade seja a quem for, porque a verdade é só uma e é a que expus na Comissão Parlamentar;

A minha luta é honesta e justa é pela Legalização e Regulamentação da Prostituição em Portugal, com a despenalização do Lenocínio Simples, se a minha luta constituí um crime, então lamento, porque continuarei a lutar por mim e pelas minhas colegas, como por uma sociedade sem menores na prostituição. Estou ao dispor da PGR para prestar todos os esclarecimentos que ache por necessário e úteis aos procedimentos que me visam no âmbito das minhas declarações prestadas e que reitero por as ter vivido na primeira pessoa.

Autora da Legalização e Regulamentação da Prostituição Em Portugal

Ana Sofia Loureiro Marques (And
reia Montenegro de profissão)

 

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: