A BARRACA – em JANEIRO

Cabeçalho

1.NEWSLETTER,JANEIRO 2016

WWW.ABARRACA.COM

Clarabóia - III clarabóia - IV

Janeiro 2016 - I.emf

 

Inês Pereira é uma jovem emancipada, que sabe ler e escrever (talentos raros na época).
Lianor Vaz, propõe-lhe um partido na pessoa de um camponês rico chamado Pero Marques, que é imbecil e bronco. A própria Lianor Vaz é protagonista duma cena que pode parecer, à primeira vista, alheia ao tema da peça: chega a casa de Inês Pereira muito esbaforida e conta que ao passar perto da sua vinha encontrou um clérigo muito atrevido que a quis violar.
Pero Marques escreveu-lhe uma carta em que dá testemunho da sua incultura. Vem visitá-la e procede como um gordo camponês bronco. Inês repele com desprezo este pretendente rústico.

Prefere um escudeiro inteligente, seguro de si, sabendo falar às moças, em suma: o mais “avisado” e mais “discreto” que podia haver.
Inês fica encantada e o casamento não tarda a fazer-se. Mas, por infelicidade, o galante escudeiro mostra ser um marido tirânico e proíbe a mulher de sair. Aí está ela reclusa, arrependida e condenada aos trabalhos de agulha. Entretanto o escudeiro parte para a guerra em Marrocos onde morre.
O Marido não deixa saudades, Inês recupera rápido. E a vida e a peça continuam.

É talvez a mais bem construída comédia de Gil Vicente, levada a cena no Convento de Cristo em Tomar em 1523 foi um dos seus maiores sucessos.

DISPONÍVEL POR MARCAÇÃO PARA ESCOLAS

Segundas e terças às 10h00 e às 11h30

ler mais

 

 

 

 

Encontro Imaginário nº 108 – 11 Janeiro 2016
Participação da Sociedade Civil

Landru foi um  célebre assassino em série francês, que recebeu a alcunha de Barba Azul. A sua especialidade consistia em atrair viúvas da I Grande Guerra  para encontros com “intenção de matrimónio”.  Depois de lhes extorquir bens e economias, assassinava, queimava e desmembrava os corpos das vítimas. Inspirou o filme “Monsieur Verdoux” de Chaplin. O arquitecto Hélder Rafael irá demonstrar a personagem.
Sandra  Calado, profissional de acção social, interpreta a actriz Romy Schneider que se tornou  famosa ao viver Sissi, a Imperatriz-adolescente da Áustria, ficando um ícone da beleza adolescente. Seguiu uma carreira brilhante com Luchino Visconti que lhe apresentou a paixão da sua vida, o actor francês Alain Delon. Teve uma vida infeliz motivada pela morte prematura do seu filho.
Ataturk foi um oficial do exército, estadista revolucionário, fundador e primeiro presidente da República da Turquia,  realizando um ambicioso programa de reformas políticas, económicas e culturais. Um admirador do Iluminismo, ele procurou transformar as ruínas do Império Otomano numa nação-Estado democrática e secular. Martins Guerreiro, militar que teve a honra de participar na revolução do 25 de Abril, será o seu interprete.

Landru – Hélder Rafael, arquitecto
Romy Schneider – Sandra  Calado, profissional de acção social
Ataturk  – Martins Guerreiro, militar de Abril

Encontro Imaginário nº 109 – 25 de Janeiro

Viriato  – Vitor Sarmento, cantautor
Tito  – C. Alberto Moniz, cantautor
Rodrigues Sampaio – Manuel Freire, cantautor

ler mais

A ENTRAR NO SEU 10º ANO EM CENA!

No início, a peça mostra-nos o ambiente que precede a revolta que, a triunfar, trará de volta o rei D. João VI a Portugal e promulgará uma monarquia constitucional. Intrigas, denúncias, mas também o povo esperançado a avançar na sua luta. O ritmo é rápido, através do qual são apresentados os vários grupos sociais que estão em jogo e termina com a prisão de Gomes Freire de Andrade. Segue-se o desânimo geral devido à prisão do General. Tudo caminha para a fatalidade. O herói será sacrificado. No fim só nos resta esperar que o heroísmo do grande patriota dê frutos e exemplo na resistência à tirania. No silêncio o povo avança…
DISPONÍVEL POR MARCAÇÃO PARA ESCOLAS

Quintas e sextas, às 10h00 e às 11h30

No BAR A BARRACA

Concertos, Poesia e Milonga

> Forró às Quartas :: 22h30
entrada 5eur

> Quintas de Poesia com Miguel Martins e convidados :: 22h30
entrada livre

> Dia 15 :: 00h30 :: Concerto Jazz Dikeman|  Antunes| Vicente | Ferrandini
7eur (com imperial)

> Dia 16 :: 00h30 :: Atarantada – Concerto
5eur

> Dia 23 :: 00h00 :: Lindyhop Swing Station
3eur

> Dia 29 :: 22h00 :: Contadores de Histórias
3eur

> Dia 30 :: 00h30 :: Concerto The Dowsers // Lazyman
5eur

> Todos os domingos :: das 21h30 às 00h30 :: noite de tango

MILONGA DA BARRACA

A abraçar lisboa desde 1999!

É a mais antiga milonga de Lisboa, começou há quase 13 anos e hoje ainda é uma referência do tango em Lisboa. Dança-se o tango mais tradicional, a milonga e a valsa derivada do tango argentino. No fim, há fado.
http://www.tangoportugal.com/
Entradas: 6€
para alunos :: 3€

Todos os domingos :: das 20h às 21h30 :: aulas de tango
Aulas de Tango Milonguero
Venha aprender a dançar o tango!

Com Alejandro Laguna e equipa da milonga d’A Barraca: Leonor, Manuel, Ilídio, Melanie

Para Iniciados e Avançados
Aula de experimentação: 8€
Aulas compradas avulso: 13€

ler mais

 

Contactos

Morada

Telefone/Fax

Email

Barraca
Largo de Santos, nº2
1200-808 Lisboa
Tm. 968792495
T.213965360, 213965275 (10h00 às 18h00)
F. 213955845
producao@abarraca.com
bilheteira@abarraca.com
barraca@mail.telepac.pt
Mais informações sobre Teatro A Barraca em www.abarraca.com

Leave a Reply