Category Archives: Informação/Comunicação Social

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (125)

  DOCEMENTE       Docemente, Olho o tecto do quarto, Do nosso quarto. Docemente Sinto no ar o teu perfume selvagem De que nunca me farto, Docemente. Docemente Passas por mim com a aragem Passas como quem vai de

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (125)

  DOCEMENTE       Docemente, Olho o tecto do quarto, Do nosso quarto. Docemente Sinto no ar o teu perfume selvagem De que nunca me farto, Docemente. Docemente Passas por mim com a aragem Passas como quem vai de

A GALIZA COMO TAREFA – Carvalho contra Chronos – Ernesto V. Souza

  Meu pasado imperfeito, meu futuro condicional! Mais o presente, u-lo? R.C.C. “Excalibur” in Futuro Condicional, 1982, p.13 Tal como apontávamos, a questão da fixação da língua, na Galiza, passa pelo consenso, pela construção da ilusão coletiva (tal como o

A GALIZA COMO TAREFA – Carvalho contra Chronos – Ernesto V. Souza

  Meu pasado imperfeito, meu futuro condicional! Mais o presente, u-lo? R.C.C. “Excalibur” in Futuro Condicional, 1982, p.13 Tal como apontávamos, a questão da fixação da língua, na Galiza, passa pelo consenso, pela construção da ilusão coletiva (tal como o

A GALIZA COMO TAREFA – reintegracionismo 3.0 – Ernesto V. Souza

As línguas de cultura são cousa frágil, condicionadas por catástrofes, sucessos, azares, acasos políticos, invasões, migrações, expulsões, genocídios, mudanças dinásticas, económicas e  sociais; por inventos, descobertas, modas; sujeitas ao capricho, às vontades, teimas higienistas, restauradoras, historicistas, ou reformistas das elites;

A GALIZA COMO TAREFA – reintegracionismo 3.0 – Ernesto V. Souza

As línguas de cultura são cousa frágil, condicionadas por catástrofes, sucessos, azares, acasos políticos, invasões, migrações, expulsões, genocídios, mudanças dinásticas, económicas e  sociais; por inventos, descobertas, modas; sujeitas ao capricho, às vontades, teimas higienistas, restauradoras, historicistas, ou reformistas das elites;

CARTA DE BRAGA – “o préstimo amargo da sabedoria” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      António M. Oliveira   Não respeito as normas que o Acordo Ortográfico me quer impor

CARTA DE BRAGA – “o préstimo amargo da sabedoria” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      António M. Oliveira   Não respeito as normas que o Acordo Ortográfico me quer impor

CARTA DE VENEZA – SOB UM CÉU PINTADO DE VERDE, BRANCO E VERMELHO – por Vanessa Castagna

    Há um elemento da Aeronáutica Militar Italiana muito amado por todos os italianos, miúdos e graúdos, ou seja, a formação das chamadas Frecce Tricolori (Flechas Tricolores), das poucas coisas capazes de despertar um genuíno orgulho nacional muitas vezes

CARTA DE VENEZA – SOB UM CÉU PINTADO DE VERDE, BRANCO E VERMELHO – por Vanessa Castagna

    Há um elemento da Aeronáutica Militar Italiana muito amado por todos os italianos, miúdos e graúdos, ou seja, a formação das chamadas Frecce Tricolori (Flechas Tricolores), das poucas coisas capazes de despertar um genuíno orgulho nacional muitas vezes

FRATERNIZAR – Ordenado diácono “em ordem ao sacerdócio” – SACERDOTE OU PRESBÍTERO, D. JOSÉ CORDEIRO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  A vítima deste anunciado assassinato eclesiástico incruento é um jovem de 24 anos. De seu nome completo, Jorge Miguel Afonso Pinto. A sua ordenação de diácono “em ordem ao sacerdócio” só é notícia, porque o que, outrora, nos terríveis

FRATERNIZAR – Ordenado diácono “em ordem ao sacerdócio” – SACERDOTE OU PRESBÍTERO, D. JOSÉ CORDEIRO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  A vítima deste anunciado assassinato eclesiástico incruento é um jovem de 24 anos. De seu nome completo, Jorge Miguel Afonso Pinto. A sua ordenação de diácono “em ordem ao sacerdócio” só é notícia, porque o que, outrora, nos terríveis

CARTA DE BRAGA – “brunos e bola tomam ecrãs” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      António M. Oliveira   Não respeito as normas que o Acordo Ortográfico me quer impor  

CARTA DE BRAGA – “brunos e bola tomam ecrãs” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      António M. Oliveira   Não respeito as normas que o Acordo Ortográfico me quer impor  

FLOTILHA DA LIBERDADE – NAVEGAR ATÉ GAZA PARA ACABAR COM O BLOQUEIO ILEGAL DE ISRAEL E PARA O DIREITO A UM FUTURO JUSTO PARA A PALESTINA – TERÇA-FEIRA, 19 de JUNHO, a partir das 17 horas, CONCENTRAÇÃO NA MARINA DE CASCAIS (ver abaixo o PROGRAMA).

  NAVEGAR ATÉ GAZA PARA ACABAR COM O BLOQUEIO ILEGAL DE ISRAEL E PARA O DIREITO A UM FUTURO JUSTO PARA A PALESTINA Este ano, os barcos fretados pela Flotilha da Liberdade irão atracar na marina de Cascais no dia 19

FLOTILHA DA LIBERDADE – NAVEGAR ATÉ GAZA PARA ACABAR COM O BLOQUEIO ILEGAL DE ISRAEL E PARA O DIREITO A UM FUTURO JUSTO PARA A PALESTINA – TERÇA-FEIRA, 19 de JUNHO, a partir das 17 horas, CONCENTRAÇÃO NA MARINA DE CASCAIS (ver abaixo o PROGRAMA).

  NAVEGAR ATÉ GAZA PARA ACABAR COM O BLOQUEIO ILEGAL DE ISRAEL E PARA O DIREITO A UM FUTURO JUSTO PARA A PALESTINA Este ano, os barcos fretados pela Flotilha da Liberdade irão atracar na marina de Cascais no dia 19

FESTIVAL DE ALMADA – 35.ª EDIÇÃO – APRESENTAÇÃO À COMUNICAÇÃO SOCIAL – PRÉMIO INTERNACIONAL DE JORNALISMO CARLOS PORTO

  35ª edição do Festival de Almada: Apresentação à comunicação social   Temos o gosto de convidar-vos para a apresentação do programa integral da 35ª edição do Festival de Almada, que decorrerá no próximo dia 15 de Junho, pelas 11h,

FESTIVAL DE ALMADA – 35.ª EDIÇÃO – APRESENTAÇÃO À COMUNICAÇÃO SOCIAL – PRÉMIO INTERNACIONAL DE JORNALISMO CARLOS PORTO

  35ª edição do Festival de Almada: Apresentação à comunicação social   Temos o gosto de convidar-vos para a apresentação do programa integral da 35ª edição do Festival de Almada, que decorrerá no próximo dia 15 de Junho, pelas 11h,