Category Archives: Filosofia

CARTA DE BRAGA – “ecrãs, Montesquieu e Edgar Morin”- por ANTÓNIO OLIVEIRA

  Na última Carta referi a ‘emproada maioria dos likes’, a mesma que, directa ou indirectamente, domina o mundo dos ecrãs, continuando a proliferar sem rumo e em todas as direcções. Lipovetsky numa reflexão demolidora, explica como – não há

CARTA DE BRAGA – “ecrãs, Montesquieu e Edgar Morin”- por ANTÓNIO OLIVEIRA

  Na última Carta referi a ‘emproada maioria dos likes’, a mesma que, directa ou indirectamente, domina o mundo dos ecrãs, continuando a proliferar sem rumo e em todas as direcções. Lipovetsky numa reflexão demolidora, explica como – não há

CARTA DE BRAGA – “uma gota de orvalho” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Está aí o Verão! O Verão das férias sempre sonhadas por quem pode e deve tê-las, os que até podem poupar e as estudam para idealizar programas mais ou menos complexos, respeitar opiniões de influencers (que raio de

CARTA DE BRAGA – “uma gota de orvalho” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Está aí o Verão! O Verão das férias sempre sonhadas por quem pode e deve tê-las, os que até podem poupar e as estudam para idealizar programas mais ou menos complexos, respeitar opiniões de influencers (que raio de

FRATERNIZAR – Fátima S.A. segundo o Pe. José Tolentino Mendonça – ‘O LUGAR DA LENTIDÃO E DO INÚTIL’ – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Quando eu próprio já pensava que estava tudo dito sobre a mentira e o crime que são Fátima I (1917-1930) e Fátima 2 (a das “memórias da irmã Lúcia”, 1935-até aos nossos dias), com cem anos de disparates de

FRATERNIZAR – Fátima S.A. segundo o Pe. José Tolentino Mendonça – ‘O LUGAR DA LENTIDÃO E DO INÚTIL’ – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Quando eu próprio já pensava que estava tudo dito sobre a mentira e o crime que são Fátima I (1917-1930) e Fátima 2 (a das “memórias da irmã Lúcia”, 1935-até aos nossos dias), com cem anos de disparates de

CARTA DE BRAGA – “o préstimo amargo da sabedoria” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      António M. Oliveira   Não respeito as normas que o Acordo Ortográfico me quer impor

CARTA DE BRAGA – “o préstimo amargo da sabedoria” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      António M. Oliveira   Não respeito as normas que o Acordo Ortográfico me quer impor

FRATERNIZAR – Ordenado diácono “em ordem ao sacerdócio” – SACERDOTE OU PRESBÍTERO, D. JOSÉ CORDEIRO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  A vítima deste anunciado assassinato eclesiástico incruento é um jovem de 24 anos. De seu nome completo, Jorge Miguel Afonso Pinto. A sua ordenação de diácono “em ordem ao sacerdócio” só é notícia, porque o que, outrora, nos terríveis

FRATERNIZAR – Ordenado diácono “em ordem ao sacerdócio” – SACERDOTE OU PRESBÍTERO, D. JOSÉ CORDEIRO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  A vítima deste anunciado assassinato eclesiástico incruento é um jovem de 24 anos. De seu nome completo, Jorge Miguel Afonso Pinto. A sua ordenação de diácono “em ordem ao sacerdócio” só é notícia, porque o que, outrora, nos terríveis

CARTA DE BRAGA – “brunos e bola tomam ecrãs” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      António M. Oliveira   Não respeito as normas que o Acordo Ortográfico me quer impor  

CARTA DE BRAGA – “brunos e bola tomam ecrãs” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      António M. Oliveira   Não respeito as normas que o Acordo Ortográfico me quer impor  

FRATERNIZAR – Paredes de Viadores. E já lá vão 50 anos! – O MEU PRIMEIRO AMOR PAROQUIAL – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  O meu primeiro amor paroquial que poderia ter sido para toda a vida dura apenas 14 meses. Até ao dia em que o administrador apostólico da diocese do Porto. D. Florentino de Andrade e Silva, o mesmo que em

FRATERNIZAR – Paredes de Viadores. E já lá vão 50 anos! – O MEU PRIMEIRO AMOR PAROQUIAL – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  O meu primeiro amor paroquial que poderia ter sido para toda a vida dura apenas 14 meses. Até ao dia em que o administrador apostólico da diocese do Porto. D. Florentino de Andrade e Silva, o mesmo que em

ESTA TARDE COMEÇA  O MUNDIAL  DE FUTEBOL – por Carlos Loures

  Esta tarde começa a disputar-se o Campeonato Mundial de Futebol, que se realiza na Rússia. Até 15 de Julho, os muitos milhões de pessoas que gostam do «desporto-rei»  estarão coladas aos televisores. Estarei entre esses milhões de “fumadores de

ESTA TARDE COMEÇA  O MUNDIAL  DE FUTEBOL – por Carlos Loures

  Esta tarde começa a disputar-se o Campeonato Mundial de Futebol, que se realiza na Rússia. Até 15 de Julho, os muitos milhões de pessoas que gostam do «desporto-rei»  estarão coladas aos televisores. Estarei entre esses milhões de “fumadores de

CARTA DE BRAGA – “O pobre está na moda!” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Um império, a saber pelo que li num sítio qualquer, é um território em expansão, integrando mesmo uma grande variedade de línguas e culturas, mas regido e regimentado por uma elite que faz questão de estar bem distante

CARTA DE BRAGA – “O pobre está na moda!” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Um império, a saber pelo que li num sítio qualquer, é um território em expansão, integrando mesmo uma grande variedade de línguas e culturas, mas regido e regimentado por uma elite que faz questão de estar bem distante

FRATERNIZAR – A força libertadora e reveladora de 1 twitter – QUE DIRÁ JERÓNIMO DE SOUSA, MEU AMIGO E IRMÃO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Depois do rasgado elogio ao “humanismo” do PCP que o novo cardeal, D. António Marto, faz na entrevista ao Expresso, por o Partido ter votado NÃO ao lado do CDS aos projectos-Lei de despenalização da eutanásia, quando, há anos,

FRATERNIZAR – A força libertadora e reveladora de 1 twitter – QUE DIRÁ JERÓNIMO DE SOUSA, MEU AMIGO E IRMÃO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Depois do rasgado elogio ao “humanismo” do PCP que o novo cardeal, D. António Marto, faz na entrevista ao Expresso, por o Partido ter votado NÃO ao lado do CDS aos projectos-Lei de despenalização da eutanásia, quando, há anos,

MAIO 68 – BREVES (2) – por JOÃO MARQUES

  Talvez o mais importante deste período tenha consistido na construção de saberes, na interpretação da factualidade quotidiana, na intervenção direta dos intelectuais, no cinema, na edição de publicações inovadoras e na descoberta de uma produção crítica, caso de “Socialisme

MAIO 68 – BREVES (2) – por JOÃO MARQUES

  Talvez o mais importante deste período tenha consistido na construção de saberes, na interpretação da factualidade quotidiana, na intervenção direta dos intelectuais, no cinema, na edição de publicações inovadoras e na descoberta de uma produção crítica, caso de “Socialisme