Category Archives: Filosofia

FRATERNIZAR – PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS – PARA QUANDO UMA MULHER NA LIDERANÇA? por MÁRIO DE OLIVEIRA

  A propósito da Festa do Avante 2018, escrevi no dia seguinte ao seu encerramento um twitter a dizer o óbvio: Jerónimo de Sousa discursou a abrir e a encerrar a Festa. E do muito que falou nos dois discursos,

FRATERNIZAR – PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS – PARA QUANDO UMA MULHER NA LIDERANÇA? por MÁRIO DE OLIVEIRA

  A propósito da Festa do Avante 2018, escrevi no dia seguinte ao seu encerramento um twitter a dizer o óbvio: Jerónimo de Sousa discursou a abrir e a encerrar a Festa. E do muito que falou nos dois discursos,

FRATERNIZAR – EXORCISMOS – Bispo D. José Cordeiro: Possesso do demónio?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Falar de exorcismos neste início do terceiro milénio, como fez um destes dias à Agência Lusa o bispo de Bragança-Miranda, é coisa que não lembra ao diabo. Bem se pode então perguntar se o bispo D. José Cordeiro não

FRATERNIZAR – EXORCISMOS – Bispo D. José Cordeiro: Possesso do demónio?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Falar de exorcismos neste início do terceiro milénio, como fez um destes dias à Agência Lusa o bispo de Bragança-Miranda, é coisa que não lembra ao diabo. Bem se pode então perguntar se o bispo D. José Cordeiro não

A CANETA MÁGICA – Catarse ou catar-se (2) – por Carlos Loures

Nova versão de um texto que foi publicado no Estrolabio.     Catarse, substantivo feminino, é a expulsão daquilo que, sendo estranho à essência ou à natureza de um ser, o corrompe. É um processo de purificação. Embora não pareça, catar, o verbo transitivo,

A CANETA MÁGICA – Catarse ou catar-se (2) – por Carlos Loures

Nova versão de um texto que foi publicado no Estrolabio.     Catarse, substantivo feminino, é a expulsão daquilo que, sendo estranho à essência ou à natureza de um ser, o corrompe. É um processo de purificação. Embora não pareça, catar, o verbo transitivo,

SINAIS DE FOGO – UM PAÍS AOS PÉS DA VIRGEM – por Soares Novais

  Pronto: o querido mês de Agosto acabou. Agora, as santas e os santinhos voltam à sua clausura e os senhores padres passam a exercer os serviços mínimos. A ouvir confissões e a rezar missa. A celebrar casamentos e a

SINAIS DE FOGO – UM PAÍS AOS PÉS DA VIRGEM – por Soares Novais

  Pronto: o querido mês de Agosto acabou. Agora, as santas e os santinhos voltam à sua clausura e os senhores padres passam a exercer os serviços mínimos. A ouvir confissões e a rezar missa. A celebrar casamentos e a

FRATERNIZAR – CLÉRIGOS – CASTIGÁ-LOS OU EXTINGUI-LOS?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Os abusos dos clérigos são mais do que muitos. E não só a pedofilia. A simples existência de clérigos, só por si, é uma agressão e um insulto aos próprios, enquanto filhos de mulher. Ninguém nasce clérigo. Como ninguém

FRATERNIZAR – CLÉRIGOS – CASTIGÁ-LOS OU EXTINGUI-LOS?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Os abusos dos clérigos são mais do que muitos. E não só a pedofilia. A simples existência de clérigos, só por si, é uma agressão e um insulto aos próprios, enquanto filhos de mulher. Ninguém nasce clérigo. Como ninguém

CARTA DE BRAGA – “ecrãs, Montesquieu e Edgar Morin”- por ANTÓNIO OLIVEIRA

  Na última Carta referi a ‘emproada maioria dos likes’, a mesma que, directa ou indirectamente, domina o mundo dos ecrãs, continuando a proliferar sem rumo e em todas as direcções. Lipovetsky numa reflexão demolidora, explica como – não há

CARTA DE BRAGA – “ecrãs, Montesquieu e Edgar Morin”- por ANTÓNIO OLIVEIRA

  Na última Carta referi a ‘emproada maioria dos likes’, a mesma que, directa ou indirectamente, domina o mundo dos ecrãs, continuando a proliferar sem rumo e em todas as direcções. Lipovetsky numa reflexão demolidora, explica como – não há

CARTA DE BRAGA – “uma gota de orvalho” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Está aí o Verão! O Verão das férias sempre sonhadas por quem pode e deve tê-las, os que até podem poupar e as estudam para idealizar programas mais ou menos complexos, respeitar opiniões de influencers (que raio de

CARTA DE BRAGA – “uma gota de orvalho” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Está aí o Verão! O Verão das férias sempre sonhadas por quem pode e deve tê-las, os que até podem poupar e as estudam para idealizar programas mais ou menos complexos, respeitar opiniões de influencers (que raio de

FRATERNIZAR – Fátima S.A. segundo o Pe. José Tolentino Mendonça – ‘O LUGAR DA LENTIDÃO E DO INÚTIL’ – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Quando eu próprio já pensava que estava tudo dito sobre a mentira e o crime que são Fátima I (1917-1930) e Fátima 2 (a das “memórias da irmã Lúcia”, 1935-até aos nossos dias), com cem anos de disparates de

FRATERNIZAR – Fátima S.A. segundo o Pe. José Tolentino Mendonça – ‘O LUGAR DA LENTIDÃO E DO INÚTIL’ – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Quando eu próprio já pensava que estava tudo dito sobre a mentira e o crime que são Fátima I (1917-1930) e Fátima 2 (a das “memórias da irmã Lúcia”, 1935-até aos nossos dias), com cem anos de disparates de

FRATERNIZAR – Ordenado diácono “em ordem ao sacerdócio” – SACERDOTE OU PRESBÍTERO, D. JOSÉ CORDEIRO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  A vítima deste anunciado assassinato eclesiástico incruento é um jovem de 24 anos. De seu nome completo, Jorge Miguel Afonso Pinto. A sua ordenação de diácono “em ordem ao sacerdócio” só é notícia, porque o que, outrora, nos terríveis

FRATERNIZAR – Ordenado diácono “em ordem ao sacerdócio” – SACERDOTE OU PRESBÍTERO, D. JOSÉ CORDEIRO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  A vítima deste anunciado assassinato eclesiástico incruento é um jovem de 24 anos. De seu nome completo, Jorge Miguel Afonso Pinto. A sua ordenação de diácono “em ordem ao sacerdócio” só é notícia, porque o que, outrora, nos terríveis

CARTA DE BRAGA – “brunos e bola tomam ecrãs” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      António M. Oliveira   Não respeito as normas que o Acordo Ortográfico me quer impor  

CARTA DE BRAGA – “brunos e bola tomam ecrãs” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      António M. Oliveira   Não respeito as normas que o Acordo Ortográfico me quer impor