Category Archives: Literatura

CARTA DE BRAGA – “de memórias, das boas e das menos boas”- António Oliveira

Começo este texto com o excelente julgamento do escritor catalão Luis Racionero, antigo director da Biblioteca Nacional de Espanha, enunciando raízes e memórias da Europa e de uma cultura de nunca devermos nem podermos esquecer. ‘A cultura europeia resulta da

CARTA DE BRAGA – “de memórias, das boas e das menos boas”- António Oliveira

Começo este texto com o excelente julgamento do escritor catalão Luis Racionero, antigo director da Biblioteca Nacional de Espanha, enunciando raízes e memórias da Europa e de uma cultura de nunca devermos nem podermos esquecer. ‘A cultura europeia resulta da

ADÃO CRUZ – EXPOSIÇÃO de PINTURA e POESIA em S. JOÃO DA MADEIRA, na BIBLIOTECA MUNICIPAL DR. RENATO ARAÚJO – até 20 de ABRIL

Arquivo Labor Cultura Destaques Uma exposição feita com sentimento(s) Por Giselia Nunes – 7 Março, 2019 “…como um dia de primavera nos olhos de um prisioneiro” vai estar patente ao público na Biblioteca Municipal de 8 de março a 20

ADÃO CRUZ – EXPOSIÇÃO de PINTURA e POESIA em S. JOÃO DA MADEIRA, na BIBLIOTECA MUNICIPAL DR. RENATO ARAÚJO – até 20 de ABRIL

Arquivo Labor Cultura Destaques Uma exposição feita com sentimento(s) Por Giselia Nunes – 7 Março, 2019 “…como um dia de primavera nos olhos de um prisioneiro” vai estar patente ao público na Biblioteca Municipal de 8 de março a 20

CARTA DE BARCELONA – En hores de tenebra, un fet, una cita, un poeta / 3 – por JOSEP A. VIDAL

    UN FET Catalunya, si més no aquella que es reconeix a si mateixa com a nació sobirana, lliure, independent i republicana, seu aquests dies al banc dels acusats. i amb ella s’hi asseu també la democràcia espanyola, víctima

CARTA DE BARCELONA – En hores de tenebra, un fet, una cita, un poeta / 3 – por JOSEP A. VIDAL

    UN FET Catalunya, si més no aquella que es reconeix a si mateixa com a nació sobirana, lliure, independent i republicana, seu aquests dies al banc dels acusats. i amb ella s’hi asseu també la democràcia espanyola, víctima

CARTA DE BRAGA – “de torniquetes e pulseiras” por António Oliveira

  Primeiro foram uns torniquetes, instalados para controlar as entradas e saídas dos funcionários! Depois a afirmação ‘se pudesse, em alguns funcionários, punha pulseira electrónica!’ Não se trata de uma estação do Metro nem de instituição policial, militar ou militarizada,

CARTA DE BRAGA – “de torniquetes e pulseiras” por António Oliveira

  Primeiro foram uns torniquetes, instalados para controlar as entradas e saídas dos funcionários! Depois a afirmação ‘se pudesse, em alguns funcionários, punha pulseira electrónica!’ Não se trata de uma estação do Metro nem de instituição policial, militar ou militarizada,