Category Archives: Literatura

HÁ CONTROVÉRSIAS – CHICO CABRAL 1930-2014: FAZ FALTA O QUE POETA FEZ – por RONALDO WERNECK

    Há exatos três anos, em 20 de agosto de 2014, morria no Rio meu grande amigo, o poeta cataguasense Francisco Marcelo Cabral. Faz falta o que o poeta fez, o que o homem Chico Cabral nos ensinou ao longo

HÁ CONTROVÉRSIAS – CHICO CABRAL 1930-2014: FAZ FALTA O QUE POETA FEZ – por RONALDO WERNECK

    Há exatos três anos, em 20 de agosto de 2014, morria no Rio meu grande amigo, o poeta cataguasense Francisco Marcelo Cabral. Faz falta o que o poeta fez, o que o homem Chico Cabral nos ensinou ao longo

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – INCÊNDIOS, SEMPRE!

  Eu passo-me  –  sobretudo comigo mesmo –  com esta história dos incêndios. Com esta repetida história dos incêndios. Eu passo-me (e comigo mesmo, insisto) porque no conforto do meu lar, no bem estar e na beatitude do meu lar,

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – INCÊNDIOS, SEMPRE!

  Eu passo-me  –  sobretudo comigo mesmo –  com esta história dos incêndios. Com esta repetida história dos incêndios. Eu passo-me (e comigo mesmo, insisto) porque no conforto do meu lar, no bem estar e na beatitude do meu lar,

SINAIS DE FOGO – O POVO DO “PREÇO CERTO” – por Soares Novais

  Esta crónica contém linguagem susceptível de causar curto-circuito nos intelectos dos leitores. Tudo porque ela, a crónica, cita refrões de canções da Rosinha e do Zé do Pipo. Coisas valiosas já se vê e não muito diferentes da “excelência”

SINAIS DE FOGO – O POVO DO “PREÇO CERTO” – por Soares Novais

  Esta crónica contém linguagem susceptível de causar curto-circuito nos intelectos dos leitores. Tudo porque ela, a crónica, cita refrões de canções da Rosinha e do Zé do Pipo. Coisas valiosas já se vê e não muito diferentes da “excelência”

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – OFICINA DE EXPRESSÃO CRIATIVA: FORA DO QUADRO – LEITURA: A PALETA E O MUNDO – CINEMA AO AR LIVRE: ‘SARABAND’ DE INGMAR BERGMAN

Oficina: FORA DO QUADRO com Marie Carré domingo, 13 de Agosto, 15h30 às 17h30 Um atelier de expressão criativa: corpo, voz, espaço interior/exterior. Esta oficina com duração de 2 horas convida cada participante a criar e representar pequenos videoclips a

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – OFICINA DE EXPRESSÃO CRIATIVA: FORA DO QUADRO – LEITURA: A PALETA E O MUNDO – CINEMA AO AR LIVRE: ‘SARABAND’ DE INGMAR BERGMAN

Oficina: FORA DO QUADRO com Marie Carré domingo, 13 de Agosto, 15h30 às 17h30 Um atelier de expressão criativa: corpo, voz, espaço interior/exterior. Esta oficina com duração de 2 horas convida cada participante a criar e representar pequenos videoclips a

O TACTO DO TATU, de ALBERTO PIMENTA

            In Bestiário Lusitano, 1980

O TACTO DO TATU, de ALBERTO PIMENTA

            In Bestiário Lusitano, 1980

CITEC – RIO DE PALAVRAS – sessão de poesia – HOJE, 13 de AGOSTO, pelas 18 horas, em MONTEMOR-O-VELHO

Viva No próximo dia 13 de Agosto (domingo), pelas 18 horas, no Castelo de Montemor, vai realizar-se a terceira e última sessão de poesia apresentada pelo CITEC, integrada do programa Castelo Sente organizado pela CMMV. Nesta performance poética que tem por titulo Rio de Palavras, percorre-se a poesia

CITEC – RIO DE PALAVRAS – sessão de poesia – HOJE, 13 de AGOSTO, pelas 18 horas, em MONTEMOR-O-VELHO

Viva No próximo dia 13 de Agosto (domingo), pelas 18 horas, no Castelo de Montemor, vai realizar-se a terceira e última sessão de poesia apresentada pelo CITEC, integrada do programa Castelo Sente organizado pela CMMV. Nesta performance poética que tem por titulo Rio de Palavras, percorre-se a poesia

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – AS TELEVISÕES QUE MERECEMOS?

  Mas nós existimos? Que puta de televisão é esta (todas) que passa dois dias (dois) a mostrar as mesmas imagens, a dizer as mesmas coisas, a entrevistar as mesmas pessoas e a todas as horas possíveis? Já toda a

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – AS TELEVISÕES QUE MERECEMOS?

  Mas nós existimos? Que puta de televisão é esta (todas) que passa dois dias (dois) a mostrar as mesmas imagens, a dizer as mesmas coisas, a entrevistar as mesmas pessoas e a todas as horas possíveis? Já toda a

CARTA DO RIO – 162 por Rachel Gutiérrez

No sábado, 29, o arquiteto e urbanista Luiz Fernando Janot escreveu, em seu artigo, no Globo: A banalização da violência leva a população do Rio a se sentir ameaçada permanentemente. O medo dos bandidos, associado à desconfiança dos policiais, afeta

CARTA DO RIO – 162 por Rachel Gutiérrez

No sábado, 29, o arquiteto e urbanista Luiz Fernando Janot escreveu, em seu artigo, no Globo: A banalização da violência leva a população do Rio a se sentir ameaçada permanentemente. O medo dos bandidos, associado à desconfiança dos policiais, afeta

CARTA DE BARCELONA – Record de Paul Valéry a Sète – por JOSEP A. VIDAL

  És migdia. El sol cau a plom, implacable. Una brisa a penes perceptible alleugereix una mica la xafogor de la humitat marina. El Chemin du Cimetière Marin és un carrer estret que avança, paral·lel a la costa, a mitja

CARTA DE BARCELONA – Record de Paul Valéry a Sète – por JOSEP A. VIDAL

  És migdia. El sol cau a plom, implacable. Una brisa a penes perceptible alleugereix una mica la xafogor de la humitat marina. El Chemin du Cimetière Marin és un carrer estret que avança, paral·lel a la costa, a mitja

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – É SÓ A BRINCAR

    Eu vou tentar ser objectivo. Juro. Apesar da raiva, apesar da impotência, apesar da dificuldade, apesar da emoção. Eu vou até tentar não dizer costumados palavrões  –  apesar da raiva, apesar da impotência, apesar da dificuldade, apesar da

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – É SÓ A BRINCAR

    Eu vou tentar ser objectivo. Juro. Apesar da raiva, apesar da impotência, apesar da dificuldade, apesar da emoção. Eu vou até tentar não dizer costumados palavrões  –  apesar da raiva, apesar da impotência, apesar da dificuldade, apesar da