Category Archives: Ciências humanas

Imagem1

EDITORIAL: DOUTORES

Cada vez mais os jovens que concluem um curso superior deparam com dificuldade em encontrar no mercado de trabalho um lugar onde possam usar os conhecimentos adquiridos na Universidade- -Diz-se que  o problema não é exclusivo do nosso  país –

Imagem1

EDITORIAL: DOUTORES

Cada vez mais os jovens que concluem um curso superior deparam com dificuldade em encontrar no mercado de trabalho um lugar onde possam usar os conhecimentos adquiridos na Universidade- -Diz-se que  o problema não é exclusivo do nosso  país –

livros

A GALIZA COMO TAREFA – das velhas traduções – Ernesto V. Souza

Uma das cousas, para mim, que melhor demonstra o golpe de tópicos sobre as línguas é o tempo. Há certas singularidades que manifestam esta passagem das décadas em forma de surpresas ou irritantes mistérios na leitura dos livros velhos. Por que

livros

A GALIZA COMO TAREFA – das velhas traduções – Ernesto V. Souza

Uma das cousas, para mim, que melhor demonstra o golpe de tópicos sobre as línguas é o tempo. Há certas singularidades que manifestam esta passagem das décadas em forma de surpresas ou irritantes mistérios na leitura dos livros velhos. Por que

stultiferanavis

A GALIZA COMO TAREFA – stultifera navis – Ernesto V. Souza

Sempre tive a sensação, desde cativo, que os que governavam, os que ocupavam os altos postos nos mundos da política, da economia, da empresa, da milícia, das grandes finanças, nas academias e na gerência das mais importantes instituições culturais e

stultiferanavis

A GALIZA COMO TAREFA – stultifera navis – Ernesto V. Souza

Sempre tive a sensação, desde cativo, que os que governavam, os que ocupavam os altos postos nos mundos da política, da economia, da empresa, da milícia, das grandes finanças, nas academias e na gerência das mais importantes instituições culturais e

diaspora-logotipo

DIÁSPORA. LO QUE MÁS LES HA IMPRESIONADO, por Moisés Cayetano Rosado

Visitamos Peniche, Óbidos y Nazaré. Despacio, reposadamente. Viendo de todo, con lluvia y con sol, con ráfagas de viento y con serenidad. Y les pregunto a mis nietos qué es lo que más les ha llamado la atención de lo

diaspora-logotipo

DIÁSPORA. LO QUE MÁS LES HA IMPRESIONADO, por Moisés Cayetano Rosado

Visitamos Peniche, Óbidos y Nazaré. Despacio, reposadamente. Viendo de todo, con lluvia y con sol, con ráfagas de viento y con serenidad. Y les pregunto a mis nietos qué es lo que más les ha llamado la atención de lo

A GALIZA COMO TAREFA – desestruturas acríticas- Ernesto V. Souza

Podemos sem dúvida dizer que as condições gerais de vida na Galiza, dos anos 50 até hoje e nomeadamente desde os anos 70, melhoraram em termos quantitativos e qualitativos. Chegaria com dar uma olhadela nas fotos, nas montras das lojas

A GALIZA COMO TAREFA – desestruturas acríticas- Ernesto V. Souza

Podemos sem dúvida dizer que as condições gerais de vida na Galiza, dos anos 50 até hoje e nomeadamente desde os anos 70, melhoraram em termos quantitativos e qualitativos. Chegaria com dar uma olhadela nas fotos, nas montras das lojas

diaspora-logotipo

DIÁSPORA. JESUITAS ASESINADOS EN EL SALVADOR, por Moisés Cayetano Rosado

Acabo de leer un libro especial, al que la Real Academia Española le concedió hace poco menos de tres meses su premio anual. Publicado inicialmente por Planeta, en México, el año pasado, y este año por Tusquets en España, estamos

diaspora-logotipo

DIÁSPORA. JESUITAS ASESINADOS EN EL SALVADOR, por Moisés Cayetano Rosado

Acabo de leer un libro especial, al que la Real Academia Española le concedió hace poco menos de tres meses su premio anual. Publicado inicialmente por Planeta, en México, el año pasado, y este año por Tusquets en España, estamos

a_marola_-_panoramio

A GALIZA COMO TAREFA – quem passa a Marola – Ernesto V. Souza

A gente galega temos muitas e variadas virtudes, também notáveis defeitos, mas nisto como em tudo a perspetiva e o costume é quem decide, dando-se o pasmoso caso de, não poucas vezes, as que muitos de nós consideramos ser virtudes,

a_marola_-_panoramio

A GALIZA COMO TAREFA – quem passa a Marola – Ernesto V. Souza

A gente galega temos muitas e variadas virtudes, também notáveis defeitos, mas nisto como em tudo a perspetiva e o costume é quem decide, dando-se o pasmoso caso de, não poucas vezes, as que muitos de nós consideramos ser virtudes,