Category Archives: Belas-artes.

NO MAAT, EXPOSIÇÃO DE CARLA FILIPE, “ AMANHÃ NÃO HÁ ARTE” ATÉ 9 DE SETEMBRO

  Esta exposição dá continuidade à pesquisa de Carla Filipe em torno das estratégias visuais e gráficas utilizadas pelo discurso político, em particular o cartaz reivindicativo. O projecto apresenta um conjunto de símbolos e grafismos oriundos do discurso político pós-25

NO MAAT, EXPOSIÇÃO DE CARLA FILIPE, “ AMANHÃ NÃO HÁ ARTE” ATÉ 9 DE SETEMBRO

  Esta exposição dá continuidade à pesquisa de Carla Filipe em torno das estratégias visuais e gráficas utilizadas pelo discurso político, em particular o cartaz reivindicativo. O projecto apresenta um conjunto de símbolos e grafismos oriundos do discurso político pós-25

NO MAAT, EXPOSIÇÃO “JESPER JUST. SERVITUDES – CIRCUITS (INTERPASSIVITIES)”ATÉ 2 DE SETEMBRO

Usando a arquitectura expositiva como um medium que dialoga com projecções de vídeo, o artista dinamarquês Jesper Just transforma a Galeria Oval num par de espaços emocionais habitados por personagens fugazes que reflectem a condição humana na era presente, numa

NO MAAT, EXPOSIÇÃO “JESPER JUST. SERVITUDES – CIRCUITS (INTERPASSIVITIES)”ATÉ 2 DE SETEMBRO

Usando a arquitectura expositiva como um medium que dialoga com projecções de vídeo, o artista dinamarquês Jesper Just transforma a Galeria Oval num par de espaços emocionais habitados por personagens fugazes que reflectem a condição humana na era presente, numa

SARAH AFFONSO E A ARTE POPULAR DO MINHO NA FUNDAÇÃO GULBENKIAN DE 12 DE JULHO A 7 DE OUTUBRO

  Esta exposição explora a relação entre a obra de Sarah Affonso e a arte popular do Minho. Muitas vezes recordada como a mulher de Almada Negreiros, pretende-se aqui evocar Sarah Affonso como uma artista modernista reconhecida com um percurso

SARAH AFFONSO E A ARTE POPULAR DO MINHO NA FUNDAÇÃO GULBENKIAN DE 12 DE JULHO A 7 DE OUTUBRO

  Esta exposição explora a relação entre a obra de Sarah Affonso e a arte popular do Minho. Muitas vezes recordada como a mulher de Almada Negreiros, pretende-se aqui evocar Sarah Affonso como uma artista modernista reconhecida com um percurso