Category Archives: Belas-artes.

MUSEU NACIONAL DA MÚSICA – HOJE, 18 de MAIO, SEGUNDA-FEIRA, é DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

  Como não poderia deixar de ser, no dia 18 de Maio celebramos o Dia Internacional dos Museus. Dadas as circunstâncias atuais será uma celebração diferente, com uma programação especial online nas nossas redes sociais (Facebook e Instagram), que incluirá

MUSEU NACIONAL DA MÚSICA – HOJE, 18 de MAIO, SEGUNDA-FEIRA, é DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

  Como não poderia deixar de ser, no dia 18 de Maio celebramos o Dia Internacional dos Museus. Dadas as circunstâncias atuais será uma celebração diferente, com uma programação especial online nas nossas redes sociais (Facebook e Instagram), que incluirá

A GALIZA COMO TAREFA – permanência – Ernesto V. Souza

É cedo. O primeiro café é um resto. Boto um olho, por me entreter, numa miscelânea de escritos reunidos sobre arte, de Oscar Wilde*; publicações em revistas de juventude, rascunhos e roteiros resgatados, na origem conferências para o público norte-americano

A GALIZA COMO TAREFA – permanência – Ernesto V. Souza

É cedo. O primeiro café é um resto. Boto um olho, por me entreter, numa miscelânea de escritos reunidos sobre arte, de Oscar Wilde*; publicações em revistas de juventude, rascunhos e roteiros resgatados, na origem conferências para o público norte-americano

IMAGEM E POESIA – Por José Fernando Magalhães (141)

. .. DIA INTERNACIONAL DA LÍNGUA PORTUGUESA . DA MINHA LÍNGUA VÊ-SE O MAR . . . . Da minha Língua vê-se o mar Assim Virgílio o afirmava, Reflexo da Alma e da cultura do meu Povo. Na minha Língua

IMAGEM E POESIA – Por José Fernando Magalhães (141)

. .. DIA INTERNACIONAL DA LÍNGUA PORTUGUESA . DA MINHA LÍNGUA VÊ-SE O MAR . . . . Da minha Língua vê-se o mar Assim Virgílio o afirmava, Reflexo da Alma e da cultura do meu Povo. Na minha Língua

PRIMEIRO DE MAIO – por Fernando Correia da Silva

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
(1931 – 2014) PRIMEIRO DE MAIO na vertical é transformar o instinto em razão e esta naquele. ? ? É conseguirmos ver o Invisível. É usarmos infravermelhos para localizar o MONSTRO agora diluído…

PRIMEIRO DE MAIO – por Fernando Correia da Silva

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
(1931 – 2014) PRIMEIRO DE MAIO na vertical é transformar o instinto em razão e esta naquele. ? ? É conseguirmos ver o Invisível. É usarmos infravermelhos para localizar o MONSTRO agora diluído…

IMAGEM E POESIA – Por José Fernando Magalhães (140)

. É PRECISO DAR TEMPO AO CONHECIMENTO     Em tempo de confinamento, De comemorações E de exemplo, É preciso dar tempo, Ao conhecimento. Nasçam dos factos, Das experiências E da memória, As interpretações, Dos artefactos, As rotinas e as

IMAGEM E POESIA – Por José Fernando Magalhães (140)

. É PRECISO DAR TEMPO AO CONHECIMENTO     Em tempo de confinamento, De comemorações E de exemplo, É preciso dar tempo, Ao conhecimento. Nasçam dos factos, Das experiências E da memória, As interpretações, Dos artefactos, As rotinas e as

PALCO 4 – DIA 1 DE ABRIL – por Roberto Merino

ADENDA: Solicitou-nos Roberto Merino, autor de PALCO, que se rectificasse, no parágrafo introdutório deste post, a frase que dava António Aleixo como poeta popular alentejano. Como é do conhecimento geral, António Aleixo era algarvio. A responsabilidade principal é do autor

PALCO 4 – DIA 1 DE ABRIL – por Roberto Merino

ADENDA: Solicitou-nos Roberto Merino, autor de PALCO, que se rectificasse, no parágrafo introdutório deste post, a frase que dava António Aleixo como poeta popular alentejano. Como é do conhecimento geral, António Aleixo era algarvio. A responsabilidade principal é do autor