Author Archives: clara castilho

CARTA DE BRAGA -“sem selfies nem likes” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

Homeostase – Processo de regulação pelo qual um organismo consegue a constância do seu equilíbrio, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Recorri ao Priberam (como faço muitas vezes) quando li na entrevista ao médico e investigador português António Damásio, publicada

CARTA DE BRAGA -“sem selfies nem likes” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

Homeostase – Processo de regulação pelo qual um organismo consegue a constância do seu equilíbrio, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Recorri ao Priberam (como faço muitas vezes) quando li na entrevista ao médico e investigador português António Damásio, publicada

CONGRESSO INTERNACIONAL VIRGÍNIA VICTORINO , 21 e 22 de SETEMBRO NO AUDITÓRIO DA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

Passando cinquenta anos da morte de Virginia Victorino (13-08-1895 / 21-12-1967), impunha-se comemorar esta insigne poetisa e dramaturga nascida em Alcobaça. A década de vinte consagrou-a como a poetisa mais popular no País, em que o seu primeiro livro conheceu

CONGRESSO INTERNACIONAL VIRGÍNIA VICTORINO , 21 e 22 de SETEMBRO NO AUDITÓRIO DA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

Passando cinquenta anos da morte de Virginia Victorino (13-08-1895 / 21-12-1967), impunha-se comemorar esta insigne poetisa e dramaturga nascida em Alcobaça. A década de vinte consagrou-a como a poetisa mais popular no País, em que o seu primeiro livro conheceu

CICLO DE CONVERSAS “CAMÕES DÁ QUE FALAR” REGRESSA AO AUDITÓRIO DO CAMÕES, I.P.

Durante o ano de 2018, o Camões, I.P. promove um conjunto de conversas denominadas “Camões dá que falar” com personalidades das mais diversas áreas.Com um orador convidado por mês, o Camões abre as suas portas à sociedade civil e pretende

CICLO DE CONVERSAS “CAMÕES DÁ QUE FALAR” REGRESSA AO AUDITÓRIO DO CAMÕES, I.P.

Durante o ano de 2018, o Camões, I.P. promove um conjunto de conversas denominadas “Camões dá que falar” com personalidades das mais diversas áreas.Com um orador convidado por mês, o Camões abre as suas portas à sociedade civil e pretende

LANÇAMENTO DO LIVRO “SIMÕES COIMBRA, MISTÉRIOS, MARINHA, MAÇONARIA, DE LUÍS VAZ

 A Editora Âncora, o Grande Oriente Lusitano e a Câmara de Fornos de Algodres convidam para o seguinte lançamento:

LANÇAMENTO DO LIVRO “SIMÕES COIMBRA, MISTÉRIOS, MARINHA, MAÇONARIA, DE LUÍS VAZ

 A Editora Âncora, o Grande Oriente Lusitano e a Câmara de Fornos de Algodres convidam para o seguinte lançamento:

CARTA DE BRAGA – “Ser e Ter” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

Guarde-se esta afirmação de Trump, depois da queda das Torres Gémeas, em 11.09.01: ‘Agora o meu edifício é o mais alto de Nova Iorque’ (*) A inevitabilidade da asneira do ‘inevitável’ (?) e patético truão! Seria ‘inevitável’ o aparecimento desta coisa, na política

CARTA DE BRAGA – “Ser e Ter” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

Guarde-se esta afirmação de Trump, depois da queda das Torres Gémeas, em 11.09.01: ‘Agora o meu edifício é o mais alto de Nova Iorque’ (*) A inevitabilidade da asneira do ‘inevitável’ (?) e patético truão! Seria ‘inevitável’ o aparecimento desta coisa, na política

CICLO DE CONVERSAS “CAMÕES DÁ QUE FALAR” REGRESSA AO AUDITÓRIO DO CAMÕES, I.P.

Durante o ano de 2018, o Camões, I.P. promove um conjunto de conversas denominadas “Camões dá que falar” com personalidades das mais diversas áreas. Com um orador convidado por mês, o Camões abre as suas portas à sociedade civil e

CICLO DE CONVERSAS “CAMÕES DÁ QUE FALAR” REGRESSA AO AUDITÓRIO DO CAMÕES, I.P.

Durante o ano de 2018, o Camões, I.P. promove um conjunto de conversas denominadas “Camões dá que falar” com personalidades das mais diversas áreas. Com um orador convidado por mês, o Camões abre as suas portas à sociedade civil e

CARTA DE BRAGA – “tremendismo” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

Não posso falar em teorias da conspiração. Não seria correcto, tanto mais que não saio do campo dos títulos da comunicação social, aqueles a que a net me vai concedendo o acesso, porque muitos dos outros até os rejeito eu. Seguindo essa

CARTA DE BRAGA – “tremendismo” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

Não posso falar em teorias da conspiração. Não seria correcto, tanto mais que não saio do campo dos títulos da comunicação social, aqueles a que a net me vai concedendo o acesso, porque muitos dos outros até os rejeito eu. Seguindo essa

JANTAR TERTÚLIA “NEMÉSIO – O HOMEM E A OBRA” NA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ESCRITORES, DIA 24 DE SETEMBRO, ÀS 19H30

Assinalando os 40 anos da morte de Vitorino Nemésio, a Associação Portuguesa de Escritores vai promover um jantar/tertúlia subordinada ao tema: Nemésio – O Homem e a Obra. Esta sessão, sob coordenação de Luís Machado, terá lugar no dia 24 de Setembro (2.ª

JANTAR TERTÚLIA “NEMÉSIO – O HOMEM E A OBRA” NA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ESCRITORES, DIA 24 DE SETEMBRO, ÀS 19H30

Assinalando os 40 anos da morte de Vitorino Nemésio, a Associação Portuguesa de Escritores vai promover um jantar/tertúlia subordinada ao tema: Nemésio – O Homem e a Obra. Esta sessão, sob coordenação de Luís Machado, terá lugar no dia 24 de Setembro (2.ª

APRESENTAÇÃO DO LIVRO “UMA FLOR NO MEU DESERTO” DE JERÓNIMO JARMELO NA BIBLIOTECA MUNICIPAL EDUARDO LOURENÇO, NA GUARDA, DIA 15 DE SETEMBRO ÀS 16h30

  A apresentação do livro “Uma flor no meu deserto”, de Jerónimo Jarmelo,  irá decorrer no dia 15 de Setembro na Biblioteca Eduardo Lourenço, na Guarda. Em 2017, venceu o Prémio do Conto das Universidades Seniores, ficou em 2º Lugar

APRESENTAÇÃO DO LIVRO “UMA FLOR NO MEU DESERTO” DE JERÓNIMO JARMELO NA BIBLIOTECA MUNICIPAL EDUARDO LOURENÇO, NA GUARDA, DIA 15 DE SETEMBRO ÀS 16h30

  A apresentação do livro “Uma flor no meu deserto”, de Jerónimo Jarmelo,  irá decorrer no dia 15 de Setembro na Biblioteca Eduardo Lourenço, na Guarda. Em 2017, venceu o Prémio do Conto das Universidades Seniores, ficou em 2º Lugar

“MATER – ÚTERO DE ROMÔ, DE RISOLETA PINTO PEDRO por Clara Castilho

Já há uns anos que ouvia falar da Risoleta (Pinto Pedro), pela sua amizade com amigos comuns. A minha sobrinha ofereceu-me um livro seu, “Útero de Romã” (Padrões Culturais, Junho de 2012) que, finalmente li, lamentando não o ter feito

“MATER – ÚTERO DE ROMÔ, DE RISOLETA PINTO PEDRO por Clara Castilho

Já há uns anos que ouvia falar da Risoleta (Pinto Pedro), pela sua amizade com amigos comuns. A minha sobrinha ofereceu-me um livro seu, “Útero de Romã” (Padrões Culturais, Junho de 2012) que, finalmente li, lamentando não o ter feito

CARTA DE BRAGA – “desconchavos” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

  Há uns poucos de dias, fui alertado por dois títulos, no mesmo dia e no mesmo jornal, que me levaram a escrever esta Carta. * «Marcelfie – uma app para poder tirar selfies com Marcelo sem estar ao lado

CARTA DE BRAGA – “desconchavos” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

  Há uns poucos de dias, fui alertado por dois títulos, no mesmo dia e no mesmo jornal, que me levaram a escrever esta Carta. * «Marcelfie – uma app para poder tirar selfies com Marcelo sem estar ao lado

CARTA DE BRAGA – “Ó pá!” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

A menina não teria mais de três anos! Corria e saltava com aquele passo escangalhado de todas as meninas daquela idade. Estávamos, ela, a mãe dela, eu e mais algumas pessoas na fila única para o balcão dos CTT e

CARTA DE BRAGA – “Ó pá!” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

A menina não teria mais de três anos! Corria e saltava com aquele passo escangalhado de todas as meninas daquela idade. Estávamos, ela, a mãe dela, eu e mais algumas pessoas na fila única para o balcão dos CTT e

ANTÓNIO LOBO ANTUNES CONTINUA PRESENTE

António Lobo Antunes nasceu em Lisboa no dia 1 de Setembro de 1942 e é actualmente considerado como um dos mais importantes autores da literatura portuguesa dos séculos XX e XXI. Licenciado em Medicina, como o pai e outros dois irmãos, escolheu

ANTÓNIO LOBO ANTUNES CONTINUA PRESENTE

António Lobo Antunes nasceu em Lisboa no dia 1 de Setembro de 1942 e é actualmente considerado como um dos mais importantes autores da literatura portuguesa dos séculos XX e XXI. Licenciado em Medicina, como o pai e outros dois irmãos, escolheu

PARA COMBATER O NAZISMO, É PRECISO SER DE EXTREMA ESQUERDA? por Helder Costa

As notícias sobre as manifestações nazis na Alemanha são sempre apresentadas como um choque entre extrema direita ( é mais civilizado esquecer o termo nazi) e a extrema esquerda ( para se falar de conflito entre extremistas). Mais uma extraordinária

PARA COMBATER O NAZISMO, É PRECISO SER DE EXTREMA ESQUERDA? por Helder Costa

As notícias sobre as manifestações nazis na Alemanha são sempre apresentadas como um choque entre extrema direita ( é mais civilizado esquecer o termo nazi) e a extrema esquerda ( para se falar de conflito entre extremistas). Mais uma extraordinária

ADMIRÁVEL MUNDO NOVO – QUE ACTUALIDADE? por Clara Castilho

Aldous Leonard Huxley (1894 —1963),apesar de ter nascido inglês, passou parte da sua vida nos Estados Unidos, e viveu em Los Angeles de 1937 até à sua morte, em 1963. A sua obra mais conhecida é “Admirável Mundo Novo”, escrita

ADMIRÁVEL MUNDO NOVO – QUE ACTUALIDADE? por Clara Castilho

Aldous Leonard Huxley (1894 —1963),apesar de ter nascido inglês, passou parte da sua vida nos Estados Unidos, e viveu em Los Angeles de 1937 até à sua morte, em 1963. A sua obra mais conhecida é “Admirável Mundo Novo”, escrita