Category Archives: Temas Sociais

POR VEZES O CAOS por Luísa Lobão Moniz

Não sei se os meus olhos mudaram, mas a vontade de ir à descoberta de novos mundos ensina-nos que o novo mundo está onde nós estamos, basta que reflictamos sobre ”o que vemos, ouvimos e lemos” e perceberemos que sem

POR VEZES O CAOS por Luísa Lobão Moniz

Não sei se os meus olhos mudaram, mas a vontade de ir à descoberta de novos mundos ensina-nos que o novo mundo está onde nós estamos, basta que reflictamos sobre ”o que vemos, ouvimos e lemos” e perceberemos que sem

BARÃO DE ITARARÉ – “SISTEMA DE CAPITALIZAÇÃO AFUNDA NO CHILE COM APOSENTADORIAS MISERÁVEIS” – entrevista a por FELIPE BIANCHI e LEONARDO WEXELL SEVERO

OBRIGADO A MANUEL RIESCO, FELIPE BIANCHI, LEONARDO WEXELL SEVERO, BARÃO DE ITARARÉ E COMUNICASUL   Economista, engenheiro, professor universitário, escritor, fundador e vice-presidente do Centro de Estudos Nacionais de Desenvolvimento Alternativo (Cenda) do Chile, Manuel Riesco abriu sua residência em

BARÃO DE ITARARÉ – “SISTEMA DE CAPITALIZAÇÃO AFUNDA NO CHILE COM APOSENTADORIAS MISERÁVEIS” – entrevista a por FELIPE BIANCHI e LEONARDO WEXELL SEVERO

OBRIGADO A MANUEL RIESCO, FELIPE BIANCHI, LEONARDO WEXELL SEVERO, BARÃO DE ITARARÉ E COMUNICASUL   Economista, engenheiro, professor universitário, escritor, fundador e vice-presidente do Centro de Estudos Nacionais de Desenvolvimento Alternativo (Cenda) do Chile, Manuel Riesco abriu sua residência em

A CRIANÇA NÃO QUER A RUPTURA AFECTIVA por Luísa Lobão Moniz

O horror da aceitação da Violência contra crianças sentida pela própria! Como é possível que a criança sinta que se os pais, ou outros adultos, lhe baterem é porque querem ensinar os filhos a serem “homens”? Foi feito um estudo

A CRIANÇA NÃO QUER A RUPTURA AFECTIVA por Luísa Lobão Moniz

O horror da aceitação da Violência contra crianças sentida pela própria! Como é possível que a criança sinta que se os pais, ou outros adultos, lhe baterem é porque querem ensinar os filhos a serem “homens”? Foi feito um estudo

SALÁRIOS REAIS DIMINUEM EM PORTUGAL ENTRE 2015 E 2018 SEGUNDO O MINISTÉRIO DO TRABALHO – por EUGÉNIO ROSA

http://gep.msess.gov.pt/estatistica/gerais/be.html Quadro 1 – Evolução da Remuneração Base Mensal e do Ganho Mensal nominais e reais dos trabalhadores portugueses – setor privado- período 2015/2018 A EXPULSÃO PARA O ESTRANGEIRO DOS TRABALHADORES MAIS QUALIFICADOS Quadro 2 – A variação da Remuneração

SALÁRIOS REAIS DIMINUEM EM PORTUGAL ENTRE 2015 E 2018 SEGUNDO O MINISTÉRIO DO TRABALHO – por EUGÉNIO ROSA

http://gep.msess.gov.pt/estatistica/gerais/be.html Quadro 1 – Evolução da Remuneração Base Mensal e do Ganho Mensal nominais e reais dos trabalhadores portugueses – setor privado- período 2015/2018 A EXPULSÃO PARA O ESTRANGEIRO DOS TRABALHADORES MAIS QUALIFICADOS Quadro 2 – A variação da Remuneração

APRE! – REDE SOCIAL DE LISBOA – SESSÃO “MITOS E PRECONCEITOS FACE AO ENVELHECIMENTO (SOBRE)VIVER A REFORMA” – HOJE, 6 de MAIO, às 14.30, na SALA do ARQUIVO dos PAÇOS DO CONCELHO, PRAÇA DO MUNICÍPIO, LISBOA

Estimados Associados A pedido da Rede Social de Lisboa, da qual a APRe! é membro, reencaminha-se o convite para o debate a realizar no próximo dia 6, segunda-feira, pelas 14h30, na sala do arquivo da CM Lisboa, Praça do Município. Os oradores

APRE! – REDE SOCIAL DE LISBOA – SESSÃO “MITOS E PRECONCEITOS FACE AO ENVELHECIMENTO (SOBRE)VIVER A REFORMA” – HOJE, 6 de MAIO, às 14.30, na SALA do ARQUIVO dos PAÇOS DO CONCELHO, PRAÇA DO MUNICÍPIO, LISBOA

Estimados Associados A pedido da Rede Social de Lisboa, da qual a APRe! é membro, reencaminha-se o convite para o debate a realizar no próximo dia 6, segunda-feira, pelas 14h30, na sala do arquivo da CM Lisboa, Praça do Município. Os oradores

MAIS UMA MULHER ASSASSINADA POR UM HOMEM por Luísa Lobão Moniz

  Mais um número incerto de mulheres maltratadas! Pela primeira vez vi um homem na televisão a dizer que é vítima de violência doméstica. E mais uma mulher é maltratada. Vieram-lhe as lágrimas aos olhos e disse sentir-se mal com

MAIS UMA MULHER ASSASSINADA POR UM HOMEM por Luísa Lobão Moniz

  Mais um número incerto de mulheres maltratadas! Pela primeira vez vi um homem na televisão a dizer que é vítima de violência doméstica. E mais uma mulher é maltratada. Vieram-lhe as lágrimas aos olhos e disse sentir-se mal com

SOBRE COMPORTAMENTOS ESTUDANTIS, EM PORTUGAL, EM FRANÇA OU ALGURES – por JÚLIO MARQUES MOTA

  Num almoço comemorativo de 25 de Abril sou informado de que na Queima das Fitas para 2019 os estudantes da Faculdade de Letras  da Universidade de Coimbra levarão  um carro alegórico  chamado Alcoholocausto,  supostamente uma crítica ao estado do

SOBRE COMPORTAMENTOS ESTUDANTIS, EM PORTUGAL, EM FRANÇA OU ALGURES – por JÚLIO MARQUES MOTA

  Num almoço comemorativo de 25 de Abril sou informado de que na Queima das Fitas para 2019 os estudantes da Faculdade de Letras  da Universidade de Coimbra levarão  um carro alegórico  chamado Alcoholocausto,  supostamente uma crítica ao estado do

“SEI QUE ESTÁS EM FESTA, PÁ!” por Luísa Lobão Moniz

A Revolução dos Cravos devolveu a Liberdade e a Liberdade não existe se não se puder informar todas as pessoas do que se passa nos países onde vivemos. A informação sobre questões sociais corre o risco de muitos pensarem que

“SEI QUE ESTÁS EM FESTA, PÁ!” por Luísa Lobão Moniz

A Revolução dos Cravos devolveu a Liberdade e a Liberdade não existe se não se puder informar todas as pessoas do que se passa nos países onde vivemos. A informação sobre questões sociais corre o risco de muitos pensarem que

A MINHA LIBERDADE por Luísa Lobão Moniz

Libertamo-nos da ditadura, conquistamos a democracia, perdemos o medo, fizemos a descolonização, alfabetizamos o povo, demos água e luz, podemos dizer não, temos liberdade de expressão, respeitamos as diferentes opções sexuais, lutamos pelos direitos da mulher, da criança, das minorias,

A MINHA LIBERDADE por Luísa Lobão Moniz

Libertamo-nos da ditadura, conquistamos a democracia, perdemos o medo, fizemos a descolonização, alfabetizamos o povo, demos água e luz, podemos dizer não, temos liberdade de expressão, respeitamos as diferentes opções sexuais, lutamos pelos direitos da mulher, da criança, das minorias,