Category Archives: Temas Sociais

UMAR – LANÇAMENTO de AGENDA FEMINISTA 2018 – AMANHÃ, SEGUNDA-FEIRA, 18 de DEZEMBRO, às 18.30, no CCIF – CENTRO DE CULTURA E INTERVENÇÃO FEMINISTA

Na próxima 2.ª feira 18 de Dezembro, lançaremos no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) a Agenda Feminista 2018 da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, com um debate com algumas das jovens autoras que participaram na

UMAR – LANÇAMENTO de AGENDA FEMINISTA 2018 – AMANHÃ, SEGUNDA-FEIRA, 18 de DEZEMBRO, às 18.30, no CCIF – CENTRO DE CULTURA E INTERVENÇÃO FEMINISTA

Na próxima 2.ª feira 18 de Dezembro, lançaremos no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) a Agenda Feminista 2018 da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, com um debate com algumas das jovens autoras que participaram na

ESTÁ A CHEGAR O NATAL por Luísa Lobão Moniz

Está a chegar o dia de Natal e com ele uma grande angústia para muitas pessoas. Há quem teime interiormente viver no passado e nesta época faltam-lhe algumas pessoas que foram importantes para as suas vidas ou para o seu

ESTÁ A CHEGAR O NATAL por Luísa Lobão Moniz

Está a chegar o dia de Natal e com ele uma grande angústia para muitas pessoas. Há quem teime interiormente viver no passado e nesta época faltam-lhe algumas pessoas que foram importantes para as suas vidas ou para o seu

INFORMAÇÃO Nº2 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE – A SUSTENTABILIDADE DA ADSE, O QUE FOI DECIDIDO PELO CONSELHO GERAL E SUPERVISÃO DA ADSE SOBRE O ALARGAMENTO A MAIS BENEFICIÁRIOS, E O AUMENTO DE PREÇOS DA TABELA DA ADSE PROPOSTA PELO CONSELHO DIRETIVO DA ADSE – por EUGÉNIO ROSA

    Com o objetivo de cumprir o compromisso que tomei de informar os beneficiários e de respeito pelo princípio de transparência elaborei esta informação para os trabalhadores e aposentados da Função Pública, onde analiso três questões importantes, duas delas

INFORMAÇÃO Nº2 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE – A SUSTENTABILIDADE DA ADSE, O QUE FOI DECIDIDO PELO CONSELHO GERAL E SUPERVISÃO DA ADSE SOBRE O ALARGAMENTO A MAIS BENEFICIÁRIOS, E O AUMENTO DE PREÇOS DA TABELA DA ADSE PROPOSTA PELO CONSELHO DIRETIVO DA ADSE – por EUGÉNIO ROSA

    Com o objetivo de cumprir o compromisso que tomei de informar os beneficiários e de respeito pelo princípio de transparência elaborei esta informação para os trabalhadores e aposentados da Função Pública, onde analiso três questões importantes, duas delas

A POBREZA EM PORTUGAL É MUITO MAIOR QUE A DIVULGADA PELOS ÓRGÃOS DE INFORMAÇÃO E PELO GOVERNO, por EUGÉNIO ROSA

A POBREZA EM PORTUGAL É MUITO MAIOR QUE A DIVULGADA PELOS ÓRGÃOS DE INFORMAÇÃO E PELO GOVERNO Em 30 de Novembro de 2017, o INE divulgou uma publicação com o título “Rendimentos e condições de vida 2017: O risco da

A POBREZA EM PORTUGAL É MUITO MAIOR QUE A DIVULGADA PELOS ÓRGÃOS DE INFORMAÇÃO E PELO GOVERNO, por EUGÉNIO ROSA

A POBREZA EM PORTUGAL É MUITO MAIOR QUE A DIVULGADA PELOS ÓRGÃOS DE INFORMAÇÃO E PELO GOVERNO Em 30 de Novembro de 2017, o INE divulgou uma publicação com o título “Rendimentos e condições de vida 2017: O risco da

UM TEMPO SEM TEMPO por Luísa Lobão Moniz

É um tempo já sem tempo, é um entretempo cheio de outros tempos todos diferentes. É o tempo das grandes variações climáticas que os poderosos do mundo teimam em rejeitar. A verdade é que parece estar tudo fora do seu

UM TEMPO SEM TEMPO por Luísa Lobão Moniz

É um tempo já sem tempo, é um entretempo cheio de outros tempos todos diferentes. É o tempo das grandes variações climáticas que os poderosos do mundo teimam em rejeitar. A verdade é que parece estar tudo fora do seu

NATAL SAIU À RUA por Luísa Lobão Moniz

O Natal saiu à rua e com ele inúmeras lâmpadas de variadíssimas cores enchem os olhos de quem passa. E quem passa? Passa o que não dá por nada, o que diz mal das iluminações, o que se maravilha e

NATAL SAIU À RUA por Luísa Lobão Moniz

O Natal saiu à rua e com ele inúmeras lâmpadas de variadíssimas cores enchem os olhos de quem passa. E quem passa? Passa o que não dá por nada, o que diz mal das iluminações, o que se maravilha e

INFORMAÇÃO Nº1 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE – A SITUAÇÃO ATUAL DA ADSE, O ALARGAMENTO DA ADSE A MUITOS MAIS BENEFICIÁRIOS E OS RISCOS QUE ISSO DETERMINA PARA O FUTURO DA ADSE – por EUGÉNIO ROSA

  INFORMAÇÃO Nº1 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE  A situação atual da ADSE, o alargamento da ADSE a muitos mais beneficiários e os riscos que isso determina para o futuro da ADSE Faço parte do Conselho Geral e de Supervisão da

INFORMAÇÃO Nº1 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE – A SITUAÇÃO ATUAL DA ADSE, O ALARGAMENTO DA ADSE A MUITOS MAIS BENEFICIÁRIOS E OS RISCOS QUE ISSO DETERMINA PARA O FUTURO DA ADSE – por EUGÉNIO ROSA

  INFORMAÇÃO Nº1 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE  A situação atual da ADSE, o alargamento da ADSE a muitos mais beneficiários e os riscos que isso determina para o futuro da ADSE Faço parte do Conselho Geral e de Supervisão da

CARTA DE BRAGA – REDES E OUTRAS COISAS AMARGOSAS – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Num dia da semana passada empanquei em duas notícias na primeira página de um jornal diário! Na primeira, isto pela ordem em que os meus olhos as viram, o ministro Santos Silva afirma que, o risco de os

CARTA DE BRAGA – REDES E OUTRAS COISAS AMARGOSAS – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Num dia da semana passada empanquei em duas notícias na primeira página de um jornal diário! Na primeira, isto pela ordem em que os meus olhos as viram, o ministro Santos Silva afirma que, o risco de os

CARTA DE VENEZA – VENEZA, NOUTROS SENTIDOS – por Vanessa Castagna

Pode haver deslumbramento sem visão? Estamos tão habituados a uma perceção sensorial dominada pela imagem visual que dificilmente nos ocorre a possibilidade de sermos guiados por um cego à descoberta de uma cidade de arte, muito menos de uma cidade

CARTA DE VENEZA – VENEZA, NOUTROS SENTIDOS – por Vanessa Castagna

Pode haver deslumbramento sem visão? Estamos tão habituados a uma perceção sensorial dominada pela imagem visual que dificilmente nos ocorre a possibilidade de sermos guiados por um cego à descoberta de uma cidade de arte, muito menos de uma cidade

SINAIS DE FOGO – “MIC” – por Soares Novais

  O Facebook é cada vez mais um Mural de Imbecilidade Colectiva (MIC). “Políticos”, “figuras públicas”, figurões dos “futebóis” e gente anónima fazem questão de Passear pela Rede, a sua Patetice, em todo o Seu Esplendor… A rede está recheada

SINAIS DE FOGO – “MIC” – por Soares Novais

  O Facebook é cada vez mais um Mural de Imbecilidade Colectiva (MIC). “Políticos”, “figuras públicas”, figurões dos “futebóis” e gente anónima fazem questão de Passear pela Rede, a sua Patetice, em todo o Seu Esplendor… A rede está recheada

PORQUE BATEM OS HOMENS NAS MULHERES? por Luísa Lobão Moniz

Porque batem os homens nas mulheres? “Nas mulheres não se bate nem com uma flor” estes homens devem confundir mãos e pés com flores.  É estranho, não é? Certamente não querem estragar as flores! Não é só nas mulheres que

PORQUE BATEM OS HOMENS NAS MULHERES? por Luísa Lobão Moniz

Porque batem os homens nas mulheres? “Nas mulheres não se bate nem com uma flor” estes homens devem confundir mãos e pés com flores.  É estranho, não é? Certamente não querem estragar as flores! Não é só nas mulheres que