Author Archives: José Fernando Magalhães

About José Fernando Magalhães

Escrevo e fotografo pelo imenso prazer que daí tiro

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (270)

SANFINS DE FERREIRA – MAIS IMAGENS     ANTA DE LAMOSO – Pode ver aqui mais algumas referências PENEDO DAS NINFAS – Inscrição votiva latina gravada num bloco granítico proeminente, de forma ovalada, orientado longitudinalmente no sentido N. – S.

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (270)

SANFINS DE FERREIRA – MAIS IMAGENS     ANTA DE LAMOSO – Pode ver aqui mais algumas referências PENEDO DAS NINFAS – Inscrição votiva latina gravada num bloco granítico proeminente, de forma ovalada, orientado longitudinalmente no sentido N. – S.

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (269)

O PORTO EM IMAGENS (70)                         . . .   . . . . . . . . .  

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (269)

O PORTO EM IMAGENS (70)                         . . .   . . . . . . . . .  

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (137)

NUM ELÉCTRICO DE COR AMARELA     A paisagem corre devagar Vidro embaciado, chuva miudinha Sorrateira, instalas-te no meu colo Vieste não sei de onde, és bela Quase sem querer, começo a amar-te A correr o teu corpo, sabendo-te minha

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (137)

NUM ELÉCTRICO DE COR AMARELA     A paisagem corre devagar Vidro embaciado, chuva miudinha Sorrateira, instalas-te no meu colo Vieste não sei de onde, és bela Quase sem querer, começo a amar-te A correr o teu corpo, sabendo-te minha

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (268)

31 de Janeiro de 1891 Revolta Republicana no Porto. A Revolta de 31 de Janeiro de 1891 foi o primeiro movimento revolucionário que teve por objectivo a implantação do regime republicano em Portugal. Com uma carga por parte da Guarda

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (268)

31 de Janeiro de 1891 Revolta Republicana no Porto. A Revolta de 31 de Janeiro de 1891 foi o primeiro movimento revolucionário que teve por objectivo a implantação do regime republicano em Portugal. Com uma carga por parte da Guarda

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (267)

O PORTO EM IMAGENS (68)           . .   . . . .  

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (267)

O PORTO EM IMAGENS (68)           . .   . . . .  

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (266)

O PORTO E AO SEU LADO, EM IMAGENS (5) SANFINS DE FERREIRA – Terra que merece uma visita atenta e interessada.   Situada a cerca de quarenta quilómetros do Porto, Sanfins de Ferreira foi já objecto de uma crónica no

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (266)

O PORTO E AO SEU LADO, EM IMAGENS (5) SANFINS DE FERREIRA – Terra que merece uma visita atenta e interessada.   Situada a cerca de quarenta quilómetros do Porto, Sanfins de Ferreira foi já objecto de uma crónica no

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (136)

. NO SUAVE ARDOR DA LUTA .  . No suave ardor da luta Começo a ser ave E a querer voar. As mãos em concha, O orvalho, A batuta, O sangue das framboesas, A sede de te amar. . Subo

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (136)

. NO SUAVE ARDOR DA LUTA .  . No suave ardor da luta Começo a ser ave E a querer voar. As mãos em concha, O orvalho, A batuta, O sangue das framboesas, A sede de te amar. . Subo

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (135)

. CONSERVADOS EM SAL-GEMA . . Se me acontece escrever Pensamentos, ideias, palavras movediças e soltas E com eles formar versos, e mais tarde um poema Só eles, os versos, sabem o que me querem dizer, Que caminho me indicam,

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (135)

. CONSERVADOS EM SAL-GEMA . . Se me acontece escrever Pensamentos, ideias, palavras movediças e soltas E com eles formar versos, e mais tarde um poema Só eles, os versos, sabem o que me querem dizer, Que caminho me indicam,

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (264)

BOAS FESTAS Este ano o Natal calha numa Terça-feira, 25 de Dezembro, e o próximo ano é o de 2019, sendo o seu primeiro dia, também uma Terça-feira, 1 de Janeiro. No Domingo seguinte, dia 6, celebra-se o Dia de

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (264)

BOAS FESTAS Este ano o Natal calha numa Terça-feira, 25 de Dezembro, e o próximo ano é o de 2019, sendo o seu primeiro dia, também uma Terça-feira, 1 de Janeiro. No Domingo seguinte, dia 6, celebra-se o Dia de

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (263)

O PORTO E AO SEU LADO, EM IMAGENS (4) . . . BRAGA EXPOSIÇÃO DE BRONZES DA ANTIGUIDADE CHINESA. (A ver com toda a atenção)   . . .    

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (263)

O PORTO E AO SEU LADO, EM IMAGENS (4) . . . BRAGA EXPOSIÇÃO DE BRONZES DA ANTIGUIDADE CHINESA. (A ver com toda a atenção)   . . .    

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (134)

DESENHO UM MAPA . . Desenho um mapa De lugares vazios Na incessante procura Da minha verdade Mareio por versos e rimas Em poemas perdidos Com os olhos bem abertos No meio da claridade. . Cego de tanta luz Com

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (134)

DESENHO UM MAPA . . Desenho um mapa De lugares vazios Na incessante procura Da minha verdade Mareio por versos e rimas Em poemas perdidos Com os olhos bem abertos No meio da claridade. . Cego de tanta luz Com

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (262)

. O PORTO E AO SEU LADO, EM IMAGENS (3) . . . . FESTAS FELIZES … NO PORTO!   .. . .

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (262)

. O PORTO E AO SEU LADO, EM IMAGENS (3) . . . . FESTAS FELIZES … NO PORTO!   .. . .

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (261)

  “A LATERE” DO 5º COLÓQUIO INTERNACIONAL CAMINHOS DE SANTIAGO SÃO PEDRO DE RATES . . Tudo começou na Quinta-feira 15 de Novembro, com a assinatura do Protocolo de Doação de pinturas, entre a Junta de Freguesia de S. Pedro

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (261)

  “A LATERE” DO 5º COLÓQUIO INTERNACIONAL CAMINHOS DE SANTIAGO SÃO PEDRO DE RATES . . Tudo começou na Quinta-feira 15 de Novembro, com a assinatura do Protocolo de Doação de pinturas, entre a Junta de Freguesia de S. Pedro

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (133)

OLHAMO-NOS COM AMOR   Olhamo-nos com amor Com olhos meigos, de quem gosta De quem se vai gostando. Cabia-nos rir Ou chorar com fervor A dor imposta. Chorando, Preferimos rir Para deitar fora a dor Que faz a vida descomposta.

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (133)

OLHAMO-NOS COM AMOR   Olhamo-nos com amor Com olhos meigos, de quem gosta De quem se vai gostando. Cabia-nos rir Ou chorar com fervor A dor imposta. Chorando, Preferimos rir Para deitar fora a dor Que faz a vida descomposta.

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (260)

AS ÁRVORES DA MINHA CIDADE Já em Maio de 2015 escrevia eu nesta coluna, que deveríamos ter “uma árvore em cada rua“, quase dois anos depois de ter escrito que o Porto ombreava com qualquer cidade europeia na quantidade e

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (260)

AS ÁRVORES DA MINHA CIDADE Já em Maio de 2015 escrevia eu nesta coluna, que deveríamos ter “uma árvore em cada rua“, quase dois anos depois de ter escrito que o Porto ombreava com qualquer cidade europeia na quantidade e