Category Archives: Psicologia

A GALIZA COMO TAREFA – reconhecimento – Ernesto V. Souza

Cando eu me consideraba o derradeiro supervivente dun pobo suicida, chegou a min a voz alentadora dun escritor. Era Antón Vilar Ponte.  A súa chamada tivo a virtude de xuntar a uns poucos galegos que non-os coñeciamos, pero que dende

A GALIZA COMO TAREFA – reconhecimento – Ernesto V. Souza

Cando eu me consideraba o derradeiro supervivente dun pobo suicida, chegou a min a voz alentadora dun escritor. Era Antón Vilar Ponte.  A súa chamada tivo a virtude de xuntar a uns poucos galegos que non-os coñeciamos, pero que dende

A GALIZA COMO TAREFA – construções – Ernesto V. Souza

Na lógica dos documentários, e em favor da verossimilhança da narrativa, poderíamos indicar que a gente da Galiza, e com ela as suas elites intelectuais, políticas e econômicas, apresentam bastantes divergências de atuação, lógica e comportamento das demais espanholas. Mesmo

A GALIZA COMO TAREFA – construções – Ernesto V. Souza

Na lógica dos documentários, e em favor da verossimilhança da narrativa, poderíamos indicar que a gente da Galiza, e com ela as suas elites intelectuais, políticas e econômicas, apresentam bastantes divergências de atuação, lógica e comportamento das demais espanholas. Mesmo

A CRIANÇA NÃO QUER A RUPTURA AFECTIVA por Luísa Lobão Moniz

O horror da aceitação da Violência contra crianças sentida pela própria! Como é possível que a criança sinta que se os pais, ou outros adultos, lhe baterem é porque querem ensinar os filhos a serem “homens”? Foi feito um estudo

A CRIANÇA NÃO QUER A RUPTURA AFECTIVA por Luísa Lobão Moniz

O horror da aceitação da Violência contra crianças sentida pela própria! Como é possível que a criança sinta que se os pais, ou outros adultos, lhe baterem é porque querem ensinar os filhos a serem “homens”? Foi feito um estudo

A GALIZA COMO TAREFA – discordâncias – Ernesto V. Souza

Quintas, toca-me, normalmente, levar os cativos à Escola Municipal de Música. Flauta uma, saxofone outro e mais banda, ambos. Com algum tempo de espera entre aulas, isto quer dizer que tiro toda a tarde, por perto, entre passeios no parque,

A GALIZA COMO TAREFA – discordâncias – Ernesto V. Souza

Quintas, toca-me, normalmente, levar os cativos à Escola Municipal de Música. Flauta uma, saxofone outro e mais banda, ambos. Com algum tempo de espera entre aulas, isto quer dizer que tiro toda a tarde, por perto, entre passeios no parque,

A GALIZA COMO TAREFA – geografia – Ernesto V. Souza

Nos últimos anos, as escolhas da Real Academia Galega afastaram-me mais que muito de uma celebração muito querida e que me pareceu, desde que lembre, um grande acerto político e cultural, académico e popular. O Dia das Letras galegas, já

A GALIZA COMO TAREFA – geografia – Ernesto V. Souza

Nos últimos anos, as escolhas da Real Academia Galega afastaram-me mais que muito de uma celebração muito querida e que me pareceu, desde que lembre, um grande acerto político e cultural, académico e popular. O Dia das Letras galegas, já

A GALIZA COMO TAREFA – não é nossa – Ernesto V. Souza

Esta é uma das mais conhecidas estampas de Castelao, depois citada, contracitada, variada, repetida em reprodução inúmeras vezes na imprensa galeguista e protagonista da Campanha Pro-estatuto de Autonomia de 1936. Levava por pé o seguinte texto: A nosa Terra non

A GALIZA COMO TAREFA – não é nossa – Ernesto V. Souza

Esta é uma das mais conhecidas estampas de Castelao, depois citada, contracitada, variada, repetida em reprodução inúmeras vezes na imprensa galeguista e protagonista da Campanha Pro-estatuto de Autonomia de 1936. Levava por pé o seguinte texto: A nosa Terra non

UM NOVO OLHAR SOBRE FREUD por Clara Castilho

“Sigmund Freud na sua época e em nosso tempo” é um livro de Elisabeth Roudinesco, editado em português pela Zahar. A partir de novos arquivos abertos pela Biblioteca do Congresso em Washington, Elisabeth Roudinesco reconstitui a vida de Freud através das intensas

UM NOVO OLHAR SOBRE FREUD por Clara Castilho

“Sigmund Freud na sua época e em nosso tempo” é um livro de Elisabeth Roudinesco, editado em português pela Zahar. A partir de novos arquivos abertos pela Biblioteca do Congresso em Washington, Elisabeth Roudinesco reconstitui a vida de Freud através das intensas

A GALIZA COMO TAREFA – souvenirs – Ernesto V. Souza

  Cumpre dizer, assim no início e sendo dia de Santos, para não entrar depois em equívocos lógicos: Ernest Renan – aquele conhecido historiador, polemista e escritor romântico francês, o intelectual capaz de ajustar contas com o cristianismo e de

A GALIZA COMO TAREFA – souvenirs – Ernesto V. Souza

  Cumpre dizer, assim no início e sendo dia de Santos, para não entrar depois em equívocos lógicos: Ernest Renan – aquele conhecido historiador, polemista e escritor romântico francês, o intelectual capaz de ajustar contas com o cristianismo e de

A GALIZA COMO TAREFA – nada de dramas – Ernesto V. Souza

Apanhou-me a mudança de Governo da Espanha desenferrujando uma velha pá de jardim e mangando-a de novo com uma madeira de reciclagem topada na rua. Serras, plaina, limas e lixa. Agora está pronta, de cabo bem firme e pintadinha, transformada

A GALIZA COMO TAREFA – nada de dramas – Ernesto V. Souza

Apanhou-me a mudança de Governo da Espanha desenferrujando uma velha pá de jardim e mangando-a de novo com uma madeira de reciclagem topada na rua. Serras, plaina, limas e lixa. Agora está pronta, de cabo bem firme e pintadinha, transformada

MELANCOLIA por Luísa Lobão Moniz

  Há um estado de alma que não sabemos muito bem como descreve-lo. Por vezes, o corpo pára e ficamos vazios, nem sabemos bem porquê, só sabemos que desapareceu do nosso olhar, que já não se senta na mesma cadeira,

MELANCOLIA por Luísa Lobão Moniz

  Há um estado de alma que não sabemos muito bem como descreve-lo. Por vezes, o corpo pára e ficamos vazios, nem sabemos bem porquê, só sabemos que desapareceu do nosso olhar, que já não se senta na mesma cadeira,

A GALIZA COMO TAREFA – oblomovismo – Ernesto V. Souza

Em 1859, Ivan Alexandrovitch Gontcharov, após uma década de escrita, publicou Oblomov, esse genial romance que figura entre os maiores clássicos da literatura e no que perfilou a legendária personagem que lhe dá nome. A história gira arredor da figura

A GALIZA COMO TAREFA – oblomovismo – Ernesto V. Souza

Em 1859, Ivan Alexandrovitch Gontcharov, após uma década de escrita, publicou Oblomov, esse genial romance que figura entre os maiores clássicos da literatura e no que perfilou a legendária personagem que lhe dá nome. A história gira arredor da figura

SÃO ADOLESCENTES por Luísa Lobão Moniz

A criança que era considerada como um ser acabado, mas mais pequeno do que os adultos, acaba por ser reconhecida como um ser com identidade própria construída pela vinculação à mãe, ou a quem gosta dela, e pelo meio que

SÃO ADOLESCENTES por Luísa Lobão Moniz

A criança que era considerada como um ser acabado, mas mais pequeno do que os adultos, acaba por ser reconhecida como um ser com identidade própria construída pela vinculação à mãe, ou a quem gosta dela, e pelo meio que