Category Archives: Medicina/Saúde

ADITOS, ADITOS POR TODA A PARTE – ERGUER UM MURO EM VOLTA DA CRISE DOS OPIÁCEOS? HÁ UMA VERDADEIRA EMERGÊNCIA NACIONAL NOS ESTADOS UNIDOS, MAS NÃO É O MURO DA FRONTEIRA MÉXICO-ESTADOS UNIDOS – por RAJAN MENON

  Tomdispatch.com, 31 de Janeiro de 2019 Quando os ataques terroristas mataram quase 3.000 americanos no dia 11 de setembro de 2001, o país lançou prontamente uma Guerra Global contra o Terrorismo que, até agora, custou milhões de milhões de

ADITOS, ADITOS POR TODA A PARTE – ERGUER UM MURO EM VOLTA DA CRISE DOS OPIÁCEOS? HÁ UMA VERDADEIRA EMERGÊNCIA NACIONAL NOS ESTADOS UNIDOS, MAS NÃO É O MURO DA FRONTEIRA MÉXICO-ESTADOS UNIDOS – por RAJAN MENON

  Tomdispatch.com, 31 de Janeiro de 2019 Quando os ataques terroristas mataram quase 3.000 americanos no dia 11 de setembro de 2001, o país lançou prontamente uma Guerra Global contra o Terrorismo que, até agora, custou milhões de milhões de

DEAMBULAÇÕES EM TORNO DA UTILIZAÇÃO DE CANNABIS – LEGALIZAR A MARIJUANA NOS EUA: OS ALTOS (E BAIXOS) ECONÓMICOS – por GILLIAN TETT

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota Legalising marijuana: the economic highs (and lows), por Gillian Tett Finantial Times, 16 de Janeiro de 2019 Wall Street está a correr para um campo que já vale cerca de 10 mil milhões

DEAMBULAÇÕES EM TORNO DA UTILIZAÇÃO DE CANNABIS – LEGALIZAR A MARIJUANA NOS EUA: OS ALTOS (E BAIXOS) ECONÓMICOS – por GILLIAN TETT

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota Legalising marijuana: the economic highs (and lows), por Gillian Tett Finantial Times, 16 de Janeiro de 2019 Wall Street está a correr para um campo que já vale cerca de 10 mil milhões

APRe! – SESSÃO sobre “O FUTURO DO SNS – LEI DE BASES” – HOJE, SEGUNDA-FEIRA, 21 de JANEIRO, às 18 horas, na FUNDAÇÃO GULBENKIAN

  Caros(as) Associados(as) Segue em anexo o programa de uma sessão que se vai realizar esta 2.ª feira. dia 21 de Janeiro pelas 18h na sala 1 da Fundação Calouste Gulbenkian subordinada ao tema “O Futuro do SNS – Lei de

APRe! – SESSÃO sobre “O FUTURO DO SNS – LEI DE BASES” – HOJE, SEGUNDA-FEIRA, 21 de JANEIRO, às 18 horas, na FUNDAÇÃO GULBENKIAN

  Caros(as) Associados(as) Segue em anexo o programa de uma sessão que se vai realizar esta 2.ª feira. dia 21 de Janeiro pelas 18h na sala 1 da Fundação Calouste Gulbenkian subordinada ao tema “O Futuro do SNS – Lei de

ADSE – A ADSE INICIOU O PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE 38,8 MILHÕES € FATURADOS A MAIS EM 2015 E 2016 FUNDAMENTALMENTE PELOS GRANDES GRUPOS PRIVADOS DA SAÚDE E A AMEAÇA DA APHP -INFORMAÇÃO 7/2018 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE

A ADSE INICIOU O PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE 38,8 MILHÕES € FATURADOS A MAIS EM 2015 E 2016 FUNDAMENTALMENTE PELOS GRANDES GRUPOS PRIVADOS DA SAÚDE E A AMEAÇA DA APHP INFORMAÇÃO 7/2018 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE Depois de muitas hesitações

ADSE – A ADSE INICIOU O PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE 38,8 MILHÕES € FATURADOS A MAIS EM 2015 E 2016 FUNDAMENTALMENTE PELOS GRANDES GRUPOS PRIVADOS DA SAÚDE E A AMEAÇA DA APHP -INFORMAÇÃO 7/2018 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE

A ADSE INICIOU O PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE 38,8 MILHÕES € FATURADOS A MAIS EM 2015 E 2016 FUNDAMENTALMENTE PELOS GRANDES GRUPOS PRIVADOS DA SAÚDE E A AMEAÇA DA APHP INFORMAÇÃO 7/2018 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE Depois de muitas hesitações

O SUBFINANCIAMENTO DO SNS VAI CONTINUAR EM 2019 – por EUGÉNIO ROSA

  O SUBFINANCIAMENTO DO SNS VAI CONTINUAR EM 2019: o aumento real das transferências do Orçamento para o SNS em 2019 é apenas de 262 milhões € e não de 612 milhões € como diz o governo, e a dívida

O SUBFINANCIAMENTO DO SNS VAI CONTINUAR EM 2019 – por EUGÉNIO ROSA

  O SUBFINANCIAMENTO DO SNS VAI CONTINUAR EM 2019: o aumento real das transferências do Orçamento para o SNS em 2019 é apenas de 262 milhões € e não de 612 milhões € como diz o governo, e a dívida

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia – Anexo 2: A União Europeia e a democracia em perigo. Por Júlio Marques Mota

Anexo 2: A União Europeia e a democracia em perigo.     Por Júlio Marques Mota em 25 de novembro de 2018   Senhor Primeiro-Ministro deixe então expor o que penso sobre a Democracia em perigo. Nesta análise tomaremos como referência

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia – Anexo 2: A União Europeia e a democracia em perigo. Por Júlio Marques Mota

Anexo 2: A União Europeia e a democracia em perigo.     Por Júlio Marques Mota em 25 de novembro de 2018   Senhor Primeiro-Ministro deixe então expor o que penso sobre a Democracia em perigo. Nesta análise tomaremos como referência

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia – Anexo 1: Um olhar por dentro do sistema de saúde em Portugal. O olhar de um especialista em questões de saúde, Júlio Pereira dos Reis.

Anexo 1: Um olhar por dentro do sistema de saúde em Portugal. O olhar de um especialista em questões de saúde [1] , Júlio Pereira dos Reis.     Nota de introdução ao texto de Júlio Reis abaixo publicado Por Júlio Marques

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia – Anexo 1: Um olhar por dentro do sistema de saúde em Portugal. O olhar de um especialista em questões de saúde, Júlio Pereira dos Reis.

Anexo 1: Um olhar por dentro do sistema de saúde em Portugal. O olhar de um especialista em questões de saúde [1] , Júlio Pereira dos Reis.     Nota de introdução ao texto de Júlio Reis abaixo publicado Por Júlio Marques

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 3/3). Por Júlio Marques Mota

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 3/3).       Por Júlio Marques Mota    em 14 de novembro de 2018 (conclusão)

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 3/3). Por Júlio Marques Mota

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 3/3).       Por Júlio Marques Mota    em 14 de novembro de 2018 (conclusão)

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 2/3). Por Júlio Marques Mota

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 2/3).       Por Júlio Marques Mota    em 14 de novembro de 2018 (continuação)

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 2/3). Por Júlio Marques Mota

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 2/3).       Por Júlio Marques Mota    em 14 de novembro de 2018 (continuação)

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 1/3). Por Júlio Marques Mota

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 1/3) [1] [2].    Por Júlio Marques Mota  em 14 de novembro de 2018   Exmo.

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 1/3). Por Júlio Marques Mota

A minha neta e a crise no Serviço Nacional de Saúde. Ainda algumas reflexões mais sobre a democracia, em Portugal e na União Europeia (parte 1/3) [1] [2].    Por Júlio Marques Mota  em 14 de novembro de 2018   Exmo.

DEAMBULAÇÕES EM TORNO DA UTILIZAÇÃO DE CANNABIS – CANNABIS E DOENÇAS CARDÍACAS – PRODUTOS DE DIVERSÃO – AS GRANDES EMPRESAS À PROCURA DOS LUCROS a montagem de JÚLIO MARQUES MOTA

    1. Cannabis e doenças cardíacas A utilização de cannabis pode ser uma causa de tensão arterial elevada, segundo um estudo recente. Os investigadores estudaram 332 mortes entre 1.213 pessoas que participavam de um grande estudo sobre saúde, dos

DEAMBULAÇÕES EM TORNO DA UTILIZAÇÃO DE CANNABIS – CANNABIS E DOENÇAS CARDÍACAS – PRODUTOS DE DIVERSÃO – AS GRANDES EMPRESAS À PROCURA DOS LUCROS a montagem de JÚLIO MARQUES MOTA

    1. Cannabis e doenças cardíacas A utilização de cannabis pode ser uma causa de tensão arterial elevada, segundo um estudo recente. Os investigadores estudaram 332 mortes entre 1.213 pessoas que participavam de um grande estudo sobre saúde, dos

TOMAR ASPIRINA TODOS OS DIAS PODE SER INÚTIL OU UM RISCO EM ALGUNS CASOS

ANDO A DIZER ISTO HÁ ANOS TOMAR ASPIRINA TODOS OS DIAS PODE SER INÚTIL OU UM RISCO EM ALGUNS CASOS Por Adão Cruz (Médico cardiologista) A conclusão é de um estudo feito nos Estados Unidos e na Austrália que nota

TOMAR ASPIRINA TODOS OS DIAS PODE SER INÚTIL OU UM RISCO EM ALGUNS CASOS

ANDO A DIZER ISTO HÁ ANOS TOMAR ASPIRINA TODOS OS DIAS PODE SER INÚTIL OU UM RISCO EM ALGUNS CASOS Por Adão Cruz (Médico cardiologista) A conclusão é de um estudo feito nos Estados Unidos e na Austrália que nota

INFORMAÇÃO 5/2018 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE – RESPOSTA AOS ATAQUES DOS GRANDES GRUPOS PRIVADOS DA SAÚDE, COLIGADOS NA APHP, À ADSE E UM ESCLARECIMENTO AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE – por EUGÉNIO ROSA

    INFORMAÇÃO 5/2018 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE (peço ajuda para que esta informação chegue aos trabalhadores e aposentados da Função Pública) RESPOSTA AOS ATAQUES DOS GRANDES GRUPOS PRIVADOS DA SAÚDE, COLIGADOS NA APHP, À ADSE E UM ESCLARECIMENTO AOS

INFORMAÇÃO 5/2018 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE – RESPOSTA AOS ATAQUES DOS GRANDES GRUPOS PRIVADOS DA SAÚDE, COLIGADOS NA APHP, À ADSE E UM ESCLARECIMENTO AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE – por EUGÉNIO ROSA

    INFORMAÇÃO 5/2018 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE (peço ajuda para que esta informação chegue aos trabalhadores e aposentados da Função Pública) RESPOSTA AOS ATAQUES DOS GRANDES GRUPOS PRIVADOS DA SAÚDE, COLIGADOS NA APHP, À ADSE E UM ESCLARECIMENTO AOS