Author Archives: joaompmachado

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

ASSOCIAÇÃO DE COMBATE À PRECARIEDADE – PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – 3 PARTIDOS FORAM ALÉM DA TROIKA. ADIVINHA QUAIS?

25 de Junho de 2017 Um estudo de investigadores da Universidade Nova de Lisboa, publicado recentemente em revistas científicas veio confirmar o que já muitos sabiam. As medidas de desagregação dos serviços públicos e dos direitos laborais não foram só

ASSOCIAÇÃO DE COMBATE À PRECARIEDADE – PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – 3 PARTIDOS FORAM ALÉM DA TROIKA. ADIVINHA QUAIS?

25 de Junho de 2017 Um estudo de investigadores da Universidade Nova de Lisboa, publicado recentemente em revistas científicas veio confirmar o que já muitos sabiam. As medidas de desagregação dos serviços públicos e dos direitos laborais não foram só

APRESENTAÇÃO de “GALILEO – ENTRE DISTÂNCIAS E APROXIMAÇÕES”, de HELENA BRANCO – por ESTER VAZ – no CENTRO DE ASTROFÍSICA da UNIVERSIDADE DO PORTO

Centro de Astrofísica da Universidade do Porto Planetário do Porto – Centro de Ciência Viva 15 Fevereiro 2017, 18 horas Sessão inaugural da exposição “Galileo – Entre distâncias e Aproximações” uma obra de Helena Branco Cumprimento o Professor Doutor João

APRESENTAÇÃO de “GALILEO – ENTRE DISTÂNCIAS E APROXIMAÇÕES”, de HELENA BRANCO – por ESTER VAZ – no CENTRO DE ASTROFÍSICA da UNIVERSIDADE DO PORTO

Centro de Astrofísica da Universidade do Porto Planetário do Porto – Centro de Ciência Viva 15 Fevereiro 2017, 18 horas Sessão inaugural da exposição “Galileo – Entre distâncias e Aproximações” uma obra de Helena Branco Cumprimento o Professor Doutor João

EDITORIAL – A GUERRA INFINITA À NOSSA PORTA

A guerra na Síria parece eternizar-se. Se por um lado se ouvem muitas vozes a falar contra o Daesh/ISIS, que se indica como o inimigo principal, por outro arrasta-se a guerra, e fazem-se regularmente ameaças ao governo encabeçado por Assad,

EDITORIAL – A GUERRA INFINITA À NOSSA PORTA

A guerra na Síria parece eternizar-se. Se por um lado se ouvem muitas vozes a falar contra o Daesh/ISIS, que se indica como o inimigo principal, por outro arrasta-se a guerra, e fazem-se regularmente ameaças ao governo encabeçado por Assad,

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – PENSAMENTOS DA ÉPOCA

    Eu acho notável os apóstolos do chamado Povo, que o defendem, aplaudem e apoiam exaustiva, indiscriminada e veementemente – nomeadamente a tradicional, enfática, acalorada e empenhada Esquerda clássica, embora discretamente decrépita – ao constatar, por exemplo, a inteligência

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – PENSAMENTOS DA ÉPOCA

    Eu acho notável os apóstolos do chamado Povo, que o defendem, aplaudem e apoiam exaustiva, indiscriminada e veementemente – nomeadamente a tradicional, enfática, acalorada e empenhada Esquerda clássica, embora discretamente decrépita – ao constatar, por exemplo, a inteligência

MARCHAS, BRASÕES E O NEO-COLONIALISMO – POR MANUEL SIMÕES

  Nunca concordei com o espectáculo das crianças a macaquear os adultos, quase sempre “empurradas” pelos pais para uma competição em que estes se vêem projectados. Já no tempo do “Zecchino d’oro/Sequim d’ouro”, um projecto nascido em Itália (Bolonha), logo

MARCHAS, BRASÕES E O NEO-COLONIALISMO – POR MANUEL SIMÕES

  Nunca concordei com o espectáculo das crianças a macaquear os adultos, quase sempre “empurradas” pelos pais para uma competição em que estes se vêem projectados. Já no tempo do “Zecchino d’oro/Sequim d’ouro”, um projecto nascido em Itália (Bolonha), logo

BRASIL – CARTA CAPITAL – FLORESTAN FERNANDES: A LUTA NEGRA É DE TODOS, por EDUARDO NUNOMURA

OBRIGADO A EDUARDO NUNOMURA, CARTA CAPITAL, OUTRAS PALAVRAS E CAMILO JOSEPH Florestan Fernandes: a luta negra é de todos por Eduardo Nunomura — publicado 24/06/2017 01h00, última modificação 23/06/2017 12h46 A reedição de “Significado do Protesto Negro” serve de alerta para os movimentos incorporarem

BRASIL – CARTA CAPITAL – FLORESTAN FERNANDES: A LUTA NEGRA É DE TODOS, por EDUARDO NUNOMURA

OBRIGADO A EDUARDO NUNOMURA, CARTA CAPITAL, OUTRAS PALAVRAS E CAMILO JOSEPH Florestan Fernandes: a luta negra é de todos por Eduardo Nunomura — publicado 24/06/2017 01h00, última modificação 23/06/2017 12h46 A reedição de “Significado do Protesto Negro” serve de alerta para os movimentos incorporarem

CARTA DE VENEZA – VENEZA, COM GENTILEZA – por Vanessa Castagna

Como o verão começou e a situação está mesmo escaldante, com a cidade abarrotada para além dos limites, vale a pena informar que finalmente vão ser tomadas medidas e que de forma sistemática se passará a aplicar coimas a quem

CARTA DE VENEZA – VENEZA, COM GENTILEZA – por Vanessa Castagna

Como o verão começou e a situação está mesmo escaldante, com a cidade abarrotada para além dos limites, vale a pena informar que finalmente vão ser tomadas medidas e que de forma sistemática se passará a aplicar coimas a quem

SINAIS DE FOGO – FUTEBOL, LIXO E LUXO – por Soares Novais

  Há mais três do PSD a contas com a justiça. Um Loureiro, um Sá e um “Zito”. O primeiro e o último da lista acima são de Oliveira de Azemeis e o do meio é da Trofa. E há

SINAIS DE FOGO – FUTEBOL, LIXO E LUXO – por Soares Novais

  Há mais três do PSD a contas com a justiça. Um Loureiro, um Sá e um “Zito”. O primeiro e o último da lista acima são de Oliveira de Azemeis e o do meio é da Trofa. E há

FRATERNIZAR – Mas haverá mulheres que queiram ser sacerdotes? – DA INDIGNIDADE DE SE SER CRISTÃO! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Nas suas crónicas semanais ao domingo no PÚBLICO, o meu amigo Frei Bento Domingues, volta e meia, regressa ao tema do sacerdócio das mulheres. Até parece que pelo menos algumas das muitas mulheres que, ao longo da sua vida

FRATERNIZAR – Mas haverá mulheres que queiram ser sacerdotes? – DA INDIGNIDADE DE SE SER CRISTÃO! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Nas suas crónicas semanais ao domingo no PÚBLICO, o meu amigo Frei Bento Domingues, volta e meia, regressa ao tema do sacerdócio das mulheres. Até parece que pelo menos algumas das muitas mulheres que, ao longo da sua vida

TEATRO ABERTO – TODA A CIDADE ARDIA – EM CENA de 22 JUNHO a 30 JULHO – QUARTA A SÁBADO 21H30 – DOMINGO 16H00

TODA A CIDADE ARDIA EM CENA 22 JUN A 30 JUL ESPECTÁCULOS QUARTA A SÁBADO 21H30 DOMINGO 16H00 Toda a Cidade Ardia, texto e encenação de Marta Dias, baseado em poemas de Alice Vieira é o espectáculo que encerra a

TEATRO ABERTO – TODA A CIDADE ARDIA – EM CENA de 22 JUNHO a 30 JULHO – QUARTA A SÁBADO 21H30 – DOMINGO 16H00

TODA A CIDADE ARDIA EM CENA 22 JUN A 30 JUL ESPECTÁCULOS QUARTA A SÁBADO 21H30 DOMINGO 16H00 Toda a Cidade Ardia, texto e encenação de Marta Dias, baseado em poemas de Alice Vieira é o espectáculo que encerra a