Category Archives: Educação.

SONHEI SER MAIS DO QUE PROFESSORA por Luísa Lobão Moniz

  Entrei na minha profissão sonhando ser mais do que professora, queria ser capaz de ser o que eu idealizava ser mestre-escola. Quando entrei para a então Escola do Magistério Primeiro, os meus primeiros passos foram seguros e determinados. Vou

SONHEI SER MAIS DO QUE PROFESSORA por Luísa Lobão Moniz

  Entrei na minha profissão sonhando ser mais do que professora, queria ser capaz de ser o que eu idealizava ser mestre-escola. Quando entrei para a então Escola do Magistério Primeiro, os meus primeiros passos foram seguros e determinados. Vou

CARTA DE BRAGA –“Precisam-se Manolos!”- por ANTONIO OLIVEIRA

Manolo é um professor do terceiro ano do ensino primário, algures na Andaluzia! Falo aqui deste senhor porque, os exercícios que marcou para as férias dos seus alunos já correm mundo, tanto pela originalidade como pelo apelo indirecto à cultura

CARTA DE BRAGA –“Precisam-se Manolos!”- por ANTONIO OLIVEIRA

Manolo é um professor do terceiro ano do ensino primário, algures na Andaluzia! Falo aqui deste senhor porque, os exercícios que marcou para as férias dos seus alunos já correm mundo, tanto pela originalidade como pelo apelo indirecto à cultura

A XENOFOBIA CONSENTIDA por Luísa Lobão Moniz

  As crianças mais uma vez são castigadas por leis que não percebem, por um mundo que não pediram. As crianças que estão enjauladas em nome de uma “tolerância zero” e porquê? Porque o Sr Trump não tem  autorização para

A XENOFOBIA CONSENTIDA por Luísa Lobão Moniz

  As crianças mais uma vez são castigadas por leis que não percebem, por um mundo que não pediram. As crianças que estão enjauladas em nome de uma “tolerância zero” e porquê? Porque o Sr Trump não tem  autorização para

TAMBÉM ME POSSO REVOLTAR por Luísa Lobão Moniz

No século XXI olhamos para as nossas crianças como seres frágeis que precisam de protecção e de quem as cuide e as defenda. Todas as crianças crescem seguindo determinados estádios que lhes permitem avançar com segurança para o estádio seguinte,

TAMBÉM ME POSSO REVOLTAR por Luísa Lobão Moniz

No século XXI olhamos para as nossas crianças como seres frágeis que precisam de protecção e de quem as cuide e as defenda. Todas as crianças crescem seguindo determinados estádios que lhes permitem avançar com segurança para o estádio seguinte,

CRIANÇA É CRIANÇA E PRINCESA É por Luísa Lobão Moniz

“Opte por amar mais” é um slogan que não me sai da cabeça. Não sei bem porquê. A campanha para as mulheres deixarem de fumar e de se culpabilizarem perante “as suas princesas” tem sido timidamente comentada em alguns jornais.

CRIANÇA É CRIANÇA E PRINCESA É por Luísa Lobão Moniz

“Opte por amar mais” é um slogan que não me sai da cabeça. Não sei bem porquê. A campanha para as mulheres deixarem de fumar e de se culpabilizarem perante “as suas princesas” tem sido timidamente comentada em alguns jornais.

PROIBIR NA ESCOLA por Luísa Lobão Moniz

A vida da escola tem sido pautada por muitas proibições e violentos castigos. Desde que se entra no portão da Escola as regras começam a ser diferentes das regras que se vive em casa, em qualquer casa de famílias de

PROIBIR NA ESCOLA por Luísa Lobão Moniz

A vida da escola tem sido pautada por muitas proibições e violentos castigos. Desde que se entra no portão da Escola as regras começam a ser diferentes das regras que se vive em casa, em qualquer casa de famílias de

PROIBIR? por Luísa Lobão Moniz

Hoje 8 de Junho a Assembleia Nacional Francesa aprovou a proibição dos telemóveis nas escolas. Proibir é fácil, tornar efectiva a proibição é outra coisa. Há uns anos, não muitos, os pais fizeram uma grande pressão sobre as escolas para

PROIBIR? por Luísa Lobão Moniz

Hoje 8 de Junho a Assembleia Nacional Francesa aprovou a proibição dos telemóveis nas escolas. Proibir é fácil, tornar efectiva a proibição é outra coisa. Há uns anos, não muitos, os pais fizeram uma grande pressão sobre as escolas para

MAIS UMA POLÉMICA, por LUÍSA LOBÃO MONIZ

  Mais uma polémica. “Opte por Amar Mais.” Pretende travar a tendência que se tem verificado de que a percentagem de mulheres fumadoras tem aumentado relativamente aos homens fumadores. “Uma princesa não fuma.” Diz uma mãe com cancro à sua

MAIS UMA POLÉMICA, por LUÍSA LOBÃO MONIZ

  Mais uma polémica. “Opte por Amar Mais.” Pretende travar a tendência que se tem verificado de que a percentagem de mulheres fumadoras tem aumentado relativamente aos homens fumadores. “Uma princesa não fuma.” Diz uma mãe com cancro à sua

ONTEM FOI O DIA DA CRIANÇA, por LUÍSA LOBÃO MONIZ

  Ontem foi o Dia da Criança. Nunca é demais lembrar que este dia existe porque se reconheceu que havia muitas crianças maltratadas, mesmo nas suas casas, pelos adultos que lá viviam. Foi criada a Declaração dos Direitos da Criança

ONTEM FOI O DIA DA CRIANÇA, por LUÍSA LOBÃO MONIZ

  Ontem foi o Dia da Criança. Nunca é demais lembrar que este dia existe porque se reconheceu que havia muitas crianças maltratadas, mesmo nas suas casas, pelos adultos que lá viviam. Foi criada a Declaração dos Direitos da Criança

CHAMO-ME JOSÉ por Luísa Lobão Moniz

Chamo-me José, mas todos me tratam por Zezinho com carinho e um sorriso nos lábios. Sim, sou pequenino, sou uma criança e como eu há milhões de outras crianças que recebem um bom dia com carinho. Por vezes oiço a

CHAMO-ME JOSÉ por Luísa Lobão Moniz

Chamo-me José, mas todos me tratam por Zezinho com carinho e um sorriso nos lábios. Sim, sou pequenino, sou uma criança e como eu há milhões de outras crianças que recebem um bom dia com carinho. Por vezes oiço a

CARTA DE BRAGA – “Uma letra bem-feitinha” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    No mês que vem começam os exames! Já não é preocupação minha, mas vejo e sinto aumentar a tensão, até em casa, por ver muita gente para quem Junho marca o início dessa época decisiva. Há meia dúzia

CARTA DE BRAGA – “Uma letra bem-feitinha” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    No mês que vem começam os exames! Já não é preocupação minha, mas vejo e sinto aumentar a tensão, até em casa, por ver muita gente para quem Junho marca o início dessa época decisiva. Há meia dúzia