Category Archives: Educação.

COSTA FAZ GRANDES DECLARAÇÕES SOBRE A IMPORTÂNCIA DO INVESTIMENTO NA EDUCAÇÃO, MAS DEPOIS CORTA NO ORÇAMENTO E NA RIQUEZA CRIADA NO PAÍS APLICADA NA EDUCAÇÃO PARA APRESENTAR UM ORÇAMENTO EM 2020 COM SALDO POSITIVO – por EUGÉNIO ROSA

A DESPESA PÚBLICA COM EDUCAÇÃO É INFERIOR À MÉDIA DOS PAÍSES DA OCDE E DA U.E. Gráfico 1 – Despesas com a educação em percentagem da despesa pública nos países das OCDE Quadro 1 – A despesa em Portugal do

COSTA FAZ GRANDES DECLARAÇÕES SOBRE A IMPORTÂNCIA DO INVESTIMENTO NA EDUCAÇÃO, MAS DEPOIS CORTA NO ORÇAMENTO E NA RIQUEZA CRIADA NO PAÍS APLICADA NA EDUCAÇÃO PARA APRESENTAR UM ORÇAMENTO EM 2020 COM SALDO POSITIVO – por EUGÉNIO ROSA

A DESPESA PÚBLICA COM EDUCAÇÃO É INFERIOR À MÉDIA DOS PAÍSES DA OCDE E DA U.E. Gráfico 1 – Despesas com a educação em percentagem da despesa pública nos países das OCDE Quadro 1 – A despesa em Portugal do

LANÇAMENTO de “PORTUGAL E A UNIÃO EUROPEIA – DA “LONGA DESCOBERTA” À “EUROPA QUE (NÃO) QUEREMOS””, de JOÃO MARTINS PEREIRA – organização de JOÃO MOREIRA – HOJE, TERÇA-FEIRA, 26 de NOVEMBRO, às 18 horas, na ASSOCIAÇÃO 25 DE ABRIL, Rua da MISERICÓRDIA, 95, LISBOA

    A crise de 2008, que ainda vivemos, veio colocar em causa a aura democrática e solidária que ainda hoje envolve a União Europeia. Nem mesmo o Prémio Nobel da Paz ganho recentemente consegue encobrir políticas tão reprováveis como

LANÇAMENTO de “PORTUGAL E A UNIÃO EUROPEIA – DA “LONGA DESCOBERTA” À “EUROPA QUE (NÃO) QUEREMOS””, de JOÃO MARTINS PEREIRA – organização de JOÃO MOREIRA – HOJE, TERÇA-FEIRA, 26 de NOVEMBRO, às 18 horas, na ASSOCIAÇÃO 25 DE ABRIL, Rua da MISERICÓRDIA, 95, LISBOA

    A crise de 2008, que ainda vivemos, veio colocar em causa a aura democrática e solidária que ainda hoje envolve a União Europeia. Nem mesmo o Prémio Nobel da Paz ganho recentemente consegue encobrir políticas tão reprováveis como

A POESIA AFINAL NEM SERVE PARA NADA! – POBRE SOPHIA – ENTRA NO PANTEÃO E SAI DOS LIVROS ESCOLARES! por clara castilho

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
Antes de se saber desta decisão do Ministério de Educação, já corria no facebook “não queremos Sophia no Panteão, queremo-la nos livros!” Foi importante a ida do seu corpo para o Panteão? Pessoalmente…

A POESIA AFINAL NEM SERVE PARA NADA! – POBRE SOPHIA – ENTRA NO PANTEÃO E SAI DOS LIVROS ESCOLARES! por clara castilho

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
Antes de se saber desta decisão do Ministério de Educação, já corria no facebook “não queremos Sophia no Panteão, queremo-la nos livros!” Foi importante a ida do seu corpo para o Panteão? Pessoalmente…

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – V – COM MAIS DE 60 ANOS, E ESMAGADOS PELA DÍVIDA DE EMPRÉSTIMOS ESTUDANTIS, por ANNAMARIA ANDRIOTIS

      Over 60, and Crushed by Student Loan Debt. Older Americans are struggling under the burden of student loans—their children’s and their own – por AnnaMaria Andriotis  The Wall Street Journal, 2 de Fevereiro de 2019 Selecção e

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – V – COM MAIS DE 60 ANOS, E ESMAGADOS PELA DÍVIDA DE EMPRÉSTIMOS ESTUDANTIS, por ANNAMARIA ANDRIOTIS

      Over 60, and Crushed by Student Loan Debt. Older Americans are struggling under the burden of student loans—their children’s and their own – por AnnaMaria Andriotis  The Wall Street Journal, 2 de Fevereiro de 2019 Selecção e

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – IV – O COLAPSO DAS UNIVERSIDADES QUE SE AVIZINHA, por JAMES KUNSTLER

        The Coming Collapse of Universities, por James Kunstler Fabius Maximus Website, 23 de Março de 2019 Edição de Larry Kummer Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Resumo: James Howard Kunstler analisa o  colapso do

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – IV – O COLAPSO DAS UNIVERSIDADES QUE SE AVIZINHA, por JAMES KUNSTLER

        The Coming Collapse of Universities, por James Kunstler Fabius Maximus Website, 23 de Março de 2019 Edição de Larry Kummer Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Resumo: James Howard Kunstler analisa o  colapso do

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – III – AS UNIVERSIDADES AMERICANAS ESTÃO EM CRISE, por GEORGE FRIEDMAN

    American Universities are in Crisis, por George Friedman GPF, Geopolitical Futures, 19 de Março de 2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   As universidades de elite estão mais uma vez à procura de conformistas sociais em

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – III – AS UNIVERSIDADES AMERICANAS ESTÃO EM CRISE, por GEORGE FRIEDMAN

    American Universities are in Crisis, por George Friedman GPF, Geopolitical Futures, 19 de Março de 2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   As universidades de elite estão mais uma vez à procura de conformistas sociais em

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – II – A FALÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR: UMA HISTÓRIA À VOLTA DE DOIS DIPLOMAS BEM DIFERENTES, por DAVID BARBER

  The Failure of Higher Education: A Tale of Two Diplomas, por David Barber Naked Capitalism, 24 de Setembro de 2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota       A catástrofe que é a educação neste país não

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – II – A FALÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR: UMA HISTÓRIA À VOLTA DE DOIS DIPLOMAS BEM DIFERENTES, por DAVID BARBER

  The Failure of Higher Education: A Tale of Two Diplomas, por David Barber Naked Capitalism, 24 de Setembro de 2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota       A catástrofe que é a educação neste país não

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – I – COMO É QUE UMA GERAÇÃO PERDEU A SUA CULTURA COMUM, por PATRICK DENEEN

  How a Generation Lost Its Common Culture, por Patrick J. Deneen Minding The Campus, Reforming our Universities, 2 de Fefereiro de 2016 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Os meus alunos não sabem nada. Eles são extremamente

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – I – COMO É QUE UMA GERAÇÃO PERDEU A SUA CULTURA COMUM, por PATRICK DENEEN

  How a Generation Lost Its Common Culture, por Patrick J. Deneen Minding The Campus, Reforming our Universities, 2 de Fefereiro de 2016 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Os meus alunos não sabem nada. Eles são extremamente

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – NOVA SÉRIE – A introdução de JÚLIO MARQUES MOTA

  Iremos publicar uma pequena série de 5 textos sobre a crise do  ensino superior  nos Estados Unidos, crise esta ligada necessariamente à crise geral que os Estados Unidos atravessa., intitulada A América vista através da crise em geral e

A AMÉRICA VISTA ATRAVÉS DA CRISE EM GERAL E A DO ENSINO EM PARTICULAR – NOVA SÉRIE – A introdução de JÚLIO MARQUES MOTA

  Iremos publicar uma pequena série de 5 textos sobre a crise do  ensino superior  nos Estados Unidos, crise esta ligada necessariamente à crise geral que os Estados Unidos atravessa., intitulada A América vista através da crise em geral e

QUEBRAR O SILÊNCIO por Luísa Lobão Moniz

As mulheres, as crianças, os idosos e os deficientes continuam a merecer o estatuto de vítimas de violência, que nestes casos ficam abrangidos pelo estatuto de violência doméstica, ou melhor dito, de violência no seio da família ou de instituições

QUEBRAR O SILÊNCIO por Luísa Lobão Moniz

As mulheres, as crianças, os idosos e os deficientes continuam a merecer o estatuto de vítimas de violência, que nestes casos ficam abrangidos pelo estatuto de violência doméstica, ou melhor dito, de violência no seio da família ou de instituições

TZVETAN TODOROV por Luísa Lobão Moniz

Tzvetan Todorov (1990), em “A Conquista da América“, reconhece que “… nada se torna mais aflitivo do que ver-se a História repetir-se – sobretudo quando se trata da história de uma destruição.” As sociedades não são estáticas, mas sim dinâmicas,

TZVETAN TODOROV por Luísa Lobão Moniz

Tzvetan Todorov (1990), em “A Conquista da América“, reconhece que “… nada se torna mais aflitivo do que ver-se a História repetir-se – sobretudo quando se trata da história de uma destruição.” As sociedades não são estáticas, mas sim dinâmicas,