Category Archives: Educação.

A crítica demolidora de Michael Pettis à teoria e à política económica neoliberal. Carta aberta aos senhores Ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e da Economia, Caldeira Cabral – 2. Sobre o que possivelmente não se ensina de economia em nenhuma Universidade em Portugal, apesar da crise (Parte V – As vantagens comparadas, a concorrência mundial e os “paradoxos” do discurso neoliberal). Por Júlio Marques Mota

Carta aberta aos senhores Ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e da Economia, Caldeira Cabral Um texto dedicado aos meus antigos alunos que tanto massacrei com fórmulas e gráficos ao longo de décadas, a todos os outros

A crítica demolidora de Michael Pettis à teoria e à política económica neoliberal Carta aberta aos senhores Ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e da Economia, Caldeira Cabral – 2. Sobre o que possivelmente não se ensina de economia em nenhuma Universidade em Portugal, apesar da crise (Parte IV – Ricardo, Stuart Mill, Samuelson e a globalização). Por Júlio Marques Mota

Carta aberta aos senhores Ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e da Economia, Caldeira Cabral Um texto dedicado aos meus antigos alunos que tanto massacrei com fórmulas e gráficos ao longo de décadas, a todos os outros

A crítica demolidora de Michael Pettis à teoria e à política económica neoliberal Carta aberta aos senhores Ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e da Economia, Caldeira Cabral – 2. Sobre o que possivelmente não se ensina de economia em nenhuma Universidade em Portugal, apesar da crise (Parte II – Ricardo e a globalização: uma análise crítica). Por Júlio Marques Mota

Carta aberta aos senhores Ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e da Economia, Caldeira Cabral Um texto dedicado aos meus antigos alunos que tanto massacrei com fórmulas e gráficos ao longo de décadas, a todos os outros

SONHEI SER MAIS DO QUE PROFESSORA por Luísa Lobão Moniz

  Entrei na minha profissão sonhando ser mais do que professora, queria ser capaz de ser o que eu idealizava ser mestre-escola. Quando entrei para a então Escola do Magistério Primeiro, os meus primeiros passos foram seguros e determinados. Vou

SONHEI SER MAIS DO QUE PROFESSORA por Luísa Lobão Moniz

  Entrei na minha profissão sonhando ser mais do que professora, queria ser capaz de ser o que eu idealizava ser mestre-escola. Quando entrei para a então Escola do Magistério Primeiro, os meus primeiros passos foram seguros e determinados. Vou

CARTA DE BRAGA –“Precisam-se Manolos!”- por ANTONIO OLIVEIRA

Manolo é um professor do terceiro ano do ensino primário, algures na Andaluzia! Falo aqui deste senhor porque, os exercícios que marcou para as férias dos seus alunos já correm mundo, tanto pela originalidade como pelo apelo indirecto à cultura

CARTA DE BRAGA –“Precisam-se Manolos!”- por ANTONIO OLIVEIRA

Manolo é um professor do terceiro ano do ensino primário, algures na Andaluzia! Falo aqui deste senhor porque, os exercícios que marcou para as férias dos seus alunos já correm mundo, tanto pela originalidade como pelo apelo indirecto à cultura

A XENOFOBIA CONSENTIDA por Luísa Lobão Moniz

  As crianças mais uma vez são castigadas por leis que não percebem, por um mundo que não pediram. As crianças que estão enjauladas em nome de uma “tolerância zero” e porquê? Porque o Sr Trump não tem  autorização para

A XENOFOBIA CONSENTIDA por Luísa Lobão Moniz

  As crianças mais uma vez são castigadas por leis que não percebem, por um mundo que não pediram. As crianças que estão enjauladas em nome de uma “tolerância zero” e porquê? Porque o Sr Trump não tem  autorização para

TAMBÉM ME POSSO REVOLTAR por Luísa Lobão Moniz

No século XXI olhamos para as nossas crianças como seres frágeis que precisam de protecção e de quem as cuide e as defenda. Todas as crianças crescem seguindo determinados estádios que lhes permitem avançar com segurança para o estádio seguinte,

TAMBÉM ME POSSO REVOLTAR por Luísa Lobão Moniz

No século XXI olhamos para as nossas crianças como seres frágeis que precisam de protecção e de quem as cuide e as defenda. Todas as crianças crescem seguindo determinados estádios que lhes permitem avançar com segurança para o estádio seguinte,

CRIANÇA É CRIANÇA E PRINCESA É por Luísa Lobão Moniz

“Opte por amar mais” é um slogan que não me sai da cabeça. Não sei bem porquê. A campanha para as mulheres deixarem de fumar e de se culpabilizarem perante “as suas princesas” tem sido timidamente comentada em alguns jornais.

CRIANÇA É CRIANÇA E PRINCESA É por Luísa Lobão Moniz

“Opte por amar mais” é um slogan que não me sai da cabeça. Não sei bem porquê. A campanha para as mulheres deixarem de fumar e de se culpabilizarem perante “as suas princesas” tem sido timidamente comentada em alguns jornais.