“no silêncio da noite…” por Lídia Rocha – Why Worry

“Why Worry” é uma canção da banda rock britânica “Dire Straits” formada por Mark Knopfler em 1977. O som o grupo deriva de uma variedade de influências musicais que incluem jazz, folk e blues. Muitas das suas composições são melancólicas.

“no silêncio da noite…” por Lídia Rocha – Why Worry

“Why Worry” é uma canção da banda rock britânica “Dire Straits” formada por Mark Knopfler em 1977. O som o grupo deriva de uma variedade de influências musicais que incluem jazz, folk e blues. Muitas das suas composições são melancólicas.

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XLVII – OS CONFINAMENTOS ESTÃO A FUNCIONAR – MAS NUNCA VOLTAREMOS AO “NORMAL”. por VICTOR HILL

  The lockdowns are working – but we shall never get back to “normal”. por Victor Hill Masterinvestor, 24 de Abril de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota     Em cada semana de pandemia que passa, aprendemos

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XLVII – OS CONFINAMENTOS ESTÃO A FUNCIONAR – MAS NUNCA VOLTAREMOS AO “NORMAL”. por VICTOR HILL

  The lockdowns are working – but we shall never get back to “normal”. por Victor Hill Masterinvestor, 24 de Abril de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota     Em cada semana de pandemia que passa, aprendemos

FRATERNIZAR – QUE GLOBALIZAÇÃO? A DO DINHEIRO OU A DA CULTURA E DO CUIDADO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

    Somos já terceiro milénio, mas só no dizer dos calendários e dos relógios que criamos para contabilizar e cronometrar o Tempo. Sem percebemos que os calendários e os relógios que criamos não são o Tempo. Se tivéssemos já

FRATERNIZAR – QUE GLOBALIZAÇÃO? A DO DINHEIRO OU A DA CULTURA E DO CUIDADO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

    Somos já terceiro milénio, mas só no dizer dos calendários e dos relógios que criamos para contabilizar e cronometrar o Tempo. Sem percebemos que os calendários e os relógios que criamos não são o Tempo. Se tivéssemos já

COVID – 19 – CONTÁGIO – ELEVADORES!

Enviado por Júlio Marques Mota   REENCAMINHO Para quem tem elevador no prédio: Numa entrevista na rádio 90.3 hoje de manhã, um médico infectologista explicou a causa do alto índice de contágio do Covid19 em bairros com classe média Antes

COVID – 19 – CONTÁGIO – ELEVADORES!

Enviado por Júlio Marques Mota   REENCAMINHO Para quem tem elevador no prédio: Numa entrevista na rádio 90.3 hoje de manhã, um médico infectologista explicou a causa do alto índice de contágio do Covid19 em bairros com classe média Antes

FALECEU ONTEM MARIA VELHO DA COSTA – a homenagem de A VIAGEM DOS ARGONAUTAS

“Elas vão à parteira que lhes diz que já vai adiantado. Elas alargam o cós das saias. Elas choram a vomitar na pia. Elas limpam a pia. Elas talham cueiros. Elas passam fitilhos de seda no melhor babeiro. Elas andam

FALECEU ONTEM MARIA VELHO DA COSTA – a homenagem de A VIAGEM DOS ARGONAUTAS

“Elas vão à parteira que lhes diz que já vai adiantado. Elas alargam o cós das saias. Elas choram a vomitar na pia. Elas limpam a pia. Elas talham cueiros. Elas passam fitilhos de seda no melhor babeiro. Elas andam

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XLVI – OS ESTRAGOS DA CRISE – CORONAVÍRUS: EM QUE PAÍS DE “SABUJOS” VIVEMOS NÓS? – por YVES ROUCAUTE

Coronavirus: dans quel pays de “salauds” vivons-nous? por Yves Roucaute Atlantico, 30 de Abril de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota      Yves Roucaute analisa a crise sanitária do coronavírus, a gestão da pandemia pelo Governo e

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XLVI – OS ESTRAGOS DA CRISE – CORONAVÍRUS: EM QUE PAÍS DE “SABUJOS” VIVEMOS NÓS? – por YVES ROUCAUTE

Coronavirus: dans quel pays de “salauds” vivons-nous? por Yves Roucaute Atlantico, 30 de Abril de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota      Yves Roucaute analisa a crise sanitária do coronavírus, a gestão da pandemia pelo Governo e

PORQUE XI NÃO VAI REPETIR OS ERROS DA DINASTIA MING, por PEPE ESCOBAR

OBRIGADO A PEPE ESCOBAR, PATRÍCIA ZIMBRES, ASIA TIMES, BRASIL247, ALAINET E A TODOS OS QUE TENHAM CONTRIBUÍDO PARA ESTE TRABALHO       Why Xi won’t repeat Ming Dynasty mistakes, por Pepe Escobar Asia Times, 11 de Maio de 2020

PORQUE XI NÃO VAI REPETIR OS ERROS DA DINASTIA MING, por PEPE ESCOBAR

OBRIGADO A PEPE ESCOBAR, PATRÍCIA ZIMBRES, ASIA TIMES, BRASIL247, ALAINET E A TODOS OS QUE TENHAM CONTRIBUÍDO PARA ESTE TRABALHO       Why Xi won’t repeat Ming Dynasty mistakes, por Pepe Escobar Asia Times, 11 de Maio de 2020

CARTA DE BRAGA – “de adeus e escolhas” por António Oliveira

Adeus abraços, adeus beijos, adeus selfies! Não sei por quanto tempo, se será só para mim, se para os mais velhos, se só para quem sabe o significado dos termos responsabilidade e respeito, mas estou mesmo convencido que os efeitos daquele Adeus,

CARTA DE BRAGA – “de adeus e escolhas” por António Oliveira

Adeus abraços, adeus beijos, adeus selfies! Não sei por quanto tempo, se será só para mim, se para os mais velhos, se só para quem sabe o significado dos termos responsabilidade e respeito, mas estou mesmo convencido que os efeitos daquele Adeus,

Vacina contra o Covid-19: Sanofi, ou a mercantilização extrema da saúde. Por Martine Orange

Seleção e tradução de Francisco Tavares  Por Martine Orange Publicado por  (Vaccin contre le Covid-19: Sanofi, ou la marchandisation extrême de la santé) em 14/05/2020 (ver aqui)   Ao declarar que reserva as suas vacinas para os Estados Unidos, o

Vacina contra o Covid-19: Sanofi, ou a mercantilização extrema da saúde. Por Martine Orange

Seleção e tradução de Francisco Tavares  Por Martine Orange Publicado por  (Vaccin contre le Covid-19: Sanofi, ou la marchandisation extrême de la santé) em 14/05/2020 (ver aqui)   Ao declarar que reserva as suas vacinas para os Estados Unidos, o

A Europa impotente face à perspetiva de uma tragédia global ? – Texto 36. Tribunal alemão decide retomar o controlo com o acórdão sobre o BCE. Por Martin Wolf

Um mês de Março intenso em reuniões, em tragédias, em desacordos afirmados, em acordos adiados, em ameaças feitas e desfeitas ou adiadas, tudo isto se passou na União Europeia que se mostra claramente impotente face à tragédia Covid 19 e

A Europa impotente face à perspetiva de uma tragédia global ? – Texto 36. Tribunal alemão decide retomar o controlo com o acórdão sobre o BCE. Por Martin Wolf

Um mês de Março intenso em reuniões, em tragédias, em desacordos afirmados, em acordos adiados, em ameaças feitas e desfeitas ou adiadas, tudo isto se passou na União Europeia que se mostra claramente impotente face à tragédia Covid 19 e

IN A SENTIMENTAL MOOD, de DUKE ELLINGTON

Duke Ellington compôs esta obra em 1935. Gravou-a com a sua orquestra. Para ler mais sobre ela clique em: https://en.wikipedia.org/wiki/In_a_Sentimental_Mood A seguir oiça a mesma obra, numa gravação de 1962, com Duke Ellington e John Coltrane:

IN A SENTIMENTAL MOOD, de DUKE ELLINGTON

Duke Ellington compôs esta obra em 1935. Gravou-a com a sua orquestra. Para ler mais sobre ela clique em: https://en.wikipedia.org/wiki/In_a_Sentimental_Mood A seguir oiça a mesma obra, numa gravação de 1962, com Duke Ellington e John Coltrane:

A Grande indústria farmacêutica – A cabeça da Hidra: a ascensão de Robert Kadlec (2ª parte-conclusão). Por Raul Diego e Whitney Webb

Seleção e tradução de Francisco Tavares  Este é um importante e elucidativo artigo sobre a carreira de um homem que ocupa um lugar chave no sistema de governo dos Estados Unidos na área da saúde, intimamente ligado ao complexo militar

A Grande indústria farmacêutica – A cabeça da Hidra: a ascensão de Robert Kadlec (2ª parte-conclusão). Por Raul Diego e Whitney Webb

Seleção e tradução de Francisco Tavares  Este é um importante e elucidativo artigo sobre a carreira de um homem que ocupa um lugar chave no sistema de governo dos Estados Unidos na área da saúde, intimamente ligado ao complexo militar

A Grande indústria farmacêutica – A cabeça da Hidra: a ascensão de Robert Kadlec (1ª parte). Por Raul Diego e Whitney Webb

Seleção e tradução de Francisco Tavares  Este é um importante e elucidativo artigo sobre a carreira de um homem que ocupa um lugar chave no sistema de governo dos Estados Unidos na área da saúde, intimamente ligado ao complexo militar

A Grande indústria farmacêutica – A cabeça da Hidra: a ascensão de Robert Kadlec (1ª parte). Por Raul Diego e Whitney Webb

Seleção e tradução de Francisco Tavares  Este é um importante e elucidativo artigo sobre a carreira de um homem que ocupa um lugar chave no sistema de governo dos Estados Unidos na área da saúde, intimamente ligado ao complexo militar

Música ao Romper da Aurora – You’ve Got a Friend

“You’ve Got a Friend” é uma canção de 1971, originalmente escrita e interpretada por Carole King, cantora e compositora estadunidense, que iniciou a sua carreira em 1958. Esta interpretação é um dueto ao vivo de Carole King com Gloria Estefan

Música ao Romper da Aurora – You’ve Got a Friend

“You’ve Got a Friend” é uma canção de 1971, originalmente escrita e interpretada por Carole King, cantora e compositora estadunidense, que iniciou a sua carreira em 1958. Esta interpretação é um dueto ao vivo de Carole King com Gloria Estefan