EXPOSIÇÃO “ESTREITANDO MARGENS, MEMÓRIA, IDENTIDADE E GÉNERO: O “PÃO-TRIMÔNIO” TUCUJU … A RESSIGNIFICAÇÃO DO “COZINHAR”, NO ÁTRIO DA BIBLIOTECA DA FAC. LETRAS DE LISBOA, DE 5 A 22 DE ABRIL

Esta exposição, a decorrer de 5 a 22 de abril – organizada pelo Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias (CLEPUL) e pela Biblioteca da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa com o Centro Interdisciplinar de Ciências Socias da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa  (isCICS.NOVA) – apresenta a “simbiose cultural” entre identidade e género que comunica os principais aspectos da cultura dos tucujus, etnia indígena que habitava o Estado do Amapá (Norte do Brasil), quando da chegada dos colonizadores.

cartaz

A exposição é fruto da investigação que visa a preservação do património gastronómico, sobretudo, imaterial da região norte do Brasil, com ênfase no estado do Amapá, fronteira mais setentrional do país, banhado pelo rio Amazonas e posicionado no “meio do mundo” através da Linha do Equador.

Comissão Organizadora: Márcia Jardim Rodrigues, Marcelino da Costa Alves Júnior, Isabel Lousada, Maria João Coutinho, Simion Doru Cristea, António Borges, Luís Pinheiro

Leave a Reply