“UM BAILE DE MÁSCARAS”, DE GIUSEPPE VERDI, NA SESSÃO DA NOITE

Um baile de máscaras (Un ballo in maschera) é uma ópera em três actos composta por Giuseppe Verdi, com libreto de Antonio Somma. O libreto conta (de maneira pouco rigorosa do ponto de vista histórico) o asassínio do rei Gustavo III da Suécia, em 1792. O regicídio, cometido na sequência de uma conspiração política, deu-se durante um baile de máscaras. A ópera foi estreada em 1859 no Teatro Apollo de Roma, tendo sido submetida a transformações, dada a conturbada situação política que se vivia na Europa. Vamos assistir a uma interpretação, com Placido Domingo no Royal Opera House Covent Garden`.

NA PRÓXIMA SESSÃO DA NOITE UM BAILE DE

MÁSCARAS

2 Comments

  1. 15 de abril de 1861 – Folhetim: Um Baile de Máscaras: Teatro Italiano: escrito por Verdi em 1858 para o Teatro de Nápoles só se pôde representar no Teatro Apolo em 1859 em consequência da censura não deixar que se assassinasse um rei nem mesmo no teatro! Interpretaram o título da peça à letra e fizeram uma farrapada com costumes de todas as época do guarda-roupa, sem o menor critério! A originalidade extrema perde por ser mal cantada. O empresário quis que a nossa mais seleta sociedade assistisse à força a um baile da ralé (Figado em “Jornal do Porto”, p. 1-2).

Leave a Reply to Adriano Silva Cancel reply