EM 4 DE NOVEMBRO DE 1969, CARLOS MARIGHELLA FOI MORTO EM SÃO PAULO

Ao longo da edição de hoje, dedicaremos alguns artigos ao político brasileiro Carlos Marighella – guerrilheiro, poeta, um dos homens que mais activamente lutou contra a ditadura militar que deteve o poder no Brasil a partir de 1964 – os chamados «anos de chumbo». A composição de José Afonso, A morte saiu à rua, dedicada ao assassínio pela PIDE do pintor e resistente antifascista José Dias Coelho, parece-nos adequada a Carlos Marighella, morto pela polícia política em São Paulo – em 4 de Novembro de 1969. Relativamente a ambos, a morte saiu à rua  e encontrou-os.

Leave a Reply