Pentacórdio para Terça 1 de Janeiro de 2013

por Rui Oliveira

 

oml 

Edmund_Hellmer-Johann_Strauss_II-StadtparkNelly_Apt_1996_Kynan_Johns   Neste início de 2013, a Terça-feira 1 de Janeiro, o único (ou quase) acontecimento cultural de vulto é o Concerto de Ano Novo, às 17h no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém onde a residente Orquestra Metropolitana de Lisboa, dirigida pela primeira vez pelo maestro australiano Kynan Johns, tocará um programa exclusivamente com música de Johann Strauss (filho) (1825-99).

   Cumprir-se-á (diz o programa) “mais uma vez a tradição de começar o ano com as sonoridades alegres e contagiantes das valsas e polcas dos compositores da família Strauss, uma música aparentemente leve e descomprometida, mas efectivamente cheia de subtilezas que exigem grande maestria na sua execução”. À frente da Orquestra Metropolitana de Lisboa, estará um maestro (Kynan Johns) que tem sido presença frequente nas maiores salas de concerto, como o Palau des Arts ou o Covent Garden, entre muitas outras, e que, depois de premiado no prestigiado «Dmitris Mitropoulos International Conducting Competition» em 2002, foi convidado por formações como a Filarmónica de Israel, Filarmónica de Roterdão, Orquestra de Cleveland, Sinfónica de Sydney ou a Orquestra de Câmara de Viena.

   Das peças do compositor vienense ouvir-se-ão :

        –  Valsa Espírito citadino, Op. 295

        –  Polca francesa Diplomatas, Op. 448

        –  Valsa Vozes da Primavera, Op. 410

        –  Quadrilha Eslovaca, a partir de uma melodia russa, Op. 338

        –  Polca rápida Na caça, Op. 373

        –  Polca Franco-atirador, Op. 326

        –  Valsa Imperador, Op. 437

        –  Polca Pizzicato

        –  Polca Baile de Máscaras, Op. 240

        –  Valsa Sangue Vienense, Op. 354

        –  Perpetuum mobile, Op. 257

        –  Valsa Danúbio azul, Op. 314

        –  Polca rápida Sob trovões e relâmpagos, Op. 324

        –  Polca Tritsch-Tratsch, Op. 214

 

   Há um registo (deficiente) da Orquestra Metropolitana tocando a polca “Sob Trovões e Relâmpagos”  dirigida por Christian Scholl, no Convento do Carmo (que pode ser ouvido aqui  http://youtu.be/PhyHHL348l0 ) mas para uma interpretação audível da mesma Opus 324 de J.Strauss, eis :

 

 

   De Kynan Johns há também uma amostra de actuações (audível em http://youtu.be/_UPOeu_uu44) mas preferimos mostrar-lhe um registo recente (Julho de 2012) de como dirige a OSPA (Orquestra Sinfónica do Principado das Astúrias) em :

 

 

 

 

   E ficamos hoje por aqui, caro leitor, pois sendo feriado, nem as exposições que aconselharíamos estariam abertas. Deixemos pois para amanhã … que é preciso começar 2013 com cautela, não sabendo ainda bem o que nos espera …

 

 

(para as razões desta nova forma de Agenda ler aqui ; consultar a agenda de Domingo aqui)

 

 

 

 

1 Comment

Leave a Reply