MAYDAY – PRIMEIRO DE MAIO – O CLUBE DOS POETAS MORTOS

mayday2

Série Poetas Mortos: O que diria Bocage

Em tempos de um governo zombie e moribundo, ressuscitam os poetas mortos. Podemos imaginar o que diria hoje, Manuel Barbosa de Bocage, se fosse vivo: “Meu amor, estou desempregado..!”.

No 1º de Maio saímos à rua, para exigir a demissão deste governo ilegítimo e recusar as inevitabilidades que nos querem impor.

Junta-te a nós na parada Mayday Lisboa, às 13h no Largo Camões, recusando o desemprego, a precariedade ou o exílio. Para travar a devastação do país só há uma solução: Troika Rua e Governo Demissão.

Leave a Reply