GIRO DO HORIZONTE – AQUI JAZ A ESPERANÇA DE ABRIL – por Pedro de Pezarat Correia

10550902_MvCyL[1]Motivos pessoais impedem-me de elaborar hoje o meu habitual GDH. E, por isso, limito-me a gritar a minha revolta.

Estamos numa crise que se prolonga. Para a sua solução (?) o principal responsável (?) político do país decide reforçar os factores da crise, manter a dinâmica da crise, premiar os agentes da crise.

Fizemos o 25 de Abril para o povo português e entregámos-lhe, como era devido, o poder. O povo responde depositando-o nas mãos desta gente.

Quando acordar provavelmente já será tarde e poderá limitar-se a constatar: aqui jaz a esperança de Abril.

22 de Julho de 2013

1 Comment

  1. O meu caro Amigo já sabe o comentário que tenho de fazer-lhe mas, antes dum de mais fôlego noutra página deste “blogue”, limito-me a que pondere naquilo que o seu camarada Vasco Lourenço – e muito bem – já escreveu nesta “viagem dos argonautas”, a propósito duma indignação justa do Coronel Matos Gomes :”Tantas vezes o cântaro vai à fonte…”. CLV

Leave a Reply