PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – LEITURAS REVOLTAS III | A NOITE DOS PROLETÁRIOS – ARQUIVOS DO SONHO OPERÁRIO – 12 de SETEMBRO

lr5

a noite dos proletários12 de Setembro | 21h | Mob | Comentário sobre o livro e conversa livre

Seguem-se as férias de Verão e por isso um livro com 378 páginas para ler até Setembro.

A NOITE DOS PROLETÁRIOS – ARQUIVOS DO SONHO OPERÁRIO, Jacques Rancière, tradução de Luís Leitão, Antígona Editora, 2012.
Um capítulo do livro será disponibilizado gratuitamente na próxima semana (perguntar na entrada do Mob). O livro completo pode ser adquirido no Espaço Livraria do Mob.

Evento no Facebook aqui.

Nunca foi necessário explicar a exploração a um trabalhador. [Jacques Rancière*]

Longe dos retratos a sépia que eternizam as dores dos escravos das manufacturas e a insalubridade dos pardieiros, A Noite dos Proletários – Arquivos do Sonho Operário é um périplo pelas noites dos operários emancipados da primeira metade do século xix.
Jacques Rancière revela uma galeria de figuras autodidactas e constrói uma teia de textos em cujos fios ressoam as vozes anónimas e esquecidas de artesãos, sapateiros, alfaiates e tipógrafos, que dedicavam as suas noites à leitura e à escrita. Condenados pela sua condição material a dias de trabalho e a noites de repouso, os operários, num peculiar exercício de subversão ao cair da noite, eximiam-se assim a esta sujeição, quebrando a ordem do tempo e rompendo com o desígnio que destina alguns aos privilégios do pensamento e que relega outros para a escravidão do trabalho.
(resumo publicado pela editora)

*Jacques Rancière é um filósofo francês, professor da European Graduate School de Saas-Fee e professor emérito da Universidade de Paris.
Mais informações sobre o autor e o seu pensamento aqui, em inglês.

Leave a Reply