ARTISTAS UNIDOS – NEWSLETTER

header

E-Card Dezembro 2013

E ainda acolhemos agora um espectáculo integrado no Temps d´Images, TURBO_LENTO de Raquel André e Tiago Cadete. A 20 e 21 de Dezembro. Depois, só em Janeiro, com PUNK ROCK de Simon Stephens. E… UM PRECIPÍCIO NO MAR do mesmo autor.

Punk Rock

TURBO_LENTO

Criação e interpretação
Raquel André & Tiago Cadete Figurinos Carlota Lagido Assistente de criação Bernardo Almeida Co-produção Festival Temps d’image’13 (PT);Tempo Festival (BR) Residências Eira e Centro Coreográfico do Rio de Janeiro Teatro de Acolhimento Espaço Cultural Sergio Porto (BR) Teatro da Politécnica/Artistas Unidos (PT) Apoios Pequena Central (BR) Eira (PT) Financiamento DGARTES Apoio à Internacionalização das Artes e FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN – ARTES PERFORMATIVAS

No Teatro da Politécnica a 20 e 21 de Dezembro às 21h00

“Este é o nosso terceiro trabalho colaborativo. A nossa pesquisa vai-se aprofundando, as nossas cabeças abrem para uma partitura de imagens, de possibilidades, de conceitos que se desdobram. O teatro, a dança, as artes plásticas, visuais, e a música cruzam-se no processo, sem nunca definirmos o que é, mas tudo o que pode ser. Os ensaios são ateliês de construção, combinações,multiplicações…
Turbo Lento, hoje, é a nossa turbulência de 2013.”

Raquel André & Tiago Cadete

Turbo Lento

PUNK ROCK de Simon Stephens

Tradução Joana Frazão Com Ana Luísa Amaral, António Simão, Íris Macedo, Isac Graça, João Pedro Mamede, Marc Xavier, Pedro Carraca, Pedro Gabriel Marques e Rita Cabaço Cenografia e Figurinos Ângela Rocha Com a colaboração de Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Assistentes de Encenação Marc Xavier e Isac Graça Produção Executiva João Chicó Encenação Pedro Carraca M16

Estreia no Teatro da Politécnica a 22 de Janeiro
3ª e 4ª às 19h00 | 5ª e 6ª às 21h00 | Sáb. às 16h00 e às 21h00
Reservas | 961960281

BENNET Ficas com um ar estúpido comá merda com esse casaco.
CHADWICK Iá.
BENNET Será que acabaste de concordar comigo?

Simon Stephens, Punk Rock

A biblioteca de liceu. Sete alunos aguardam o exame para completar o ano antes da Universidade. Uma peça de hoje em dia escrita por Simon Stephens que revelámos com Um Precipício no Mar.

O texto está editado nos Livrinhos de Teatro nº 45.

João Meireles

UM PRECIPÍCIO NO MAR de Simon Stephens

Tradução Hélia Correia Com João Meireles Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Fotografia Jorge Gonçalves Encenação Jorge Silva Melo M12

Em Cascais, no Teatro Mirita Casimiro, a 18 de Janeiro às 21h30 e a 19 de Janeiro às 16h
Reservas |  
214 670 320

No Teatro da Politécnica a partir de 23 de Janeiro
5ª e 6ª às 19h00
Reservas |
961960281

Lá porque não sabemos, não quer dizer que não venhamos a saber. Nós só não sabemos por agora. Mas acho que um dia saberemos. Acho que sim.

Simon Stephens, Um Precipício no Mar

Monólogo perfeito de quarenta e poucos minutos, parece a história trivial de um jovem amor, da paternidade e da família, mas com a ratoeira de uma tragédia sem sentido. Pode ser Deus responsável pela beleza da vida e também pela crueldade inexplicável?

Jorge Silva Melo

Julho - IV Julho - V

Leave a Reply