CASA DA AMÉRICA LATINA e TEATRO NACIONAL D. MARIA II – CICLO DE CONVERSAS SOBRE TEATRO NA AMÉRICA LATINA – 20 de MAIO, às 19.00 – por Clara Castilho

logoCAL

logo-topo

A conversa com Elmer Veckio Mendoza (México) ocorrerá dia 20 de Maio (terça-feira) às 19h00, no Salão Nobre do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, com entrada livre.

 elmerveckiomendoza-700x210

Insere-se numa parceria da Casa da América Latina, em parceria com o Teatro Nacional D. Maria II, que apresenta um Ciclo de Conversas sobre Teatro na América Latina, com a presença de quatro destacadas personalidades latino-americanas, que falarão sobre a sua obra teatral. Este ciclo conta também com a participação de actores do Teatro Nacional D. Maria II, que interpretam alguns excertos das peças dos autores convidados. Uma das sessões já ocorreu, mas vem aí a próxima, no dia 20.

A representação teatral tem uma longa história na América Latina, coincidindo com o início da sua colonização, nomeadamente através dos missionários, que se serviram das encenações para transmitir aos indígenas a mensagem evangélica. Ao longo dos séculos, o teatro continuou a ser uma significativa forma de criação e de transmissão de cultura popular, constituindo uma das mais relevantes expressões das culturas, das aspirações e das inquietações dos povos latino-americanos.

Elmer Veckio Mendoza é dramaturgo, encenador e professor de teatro. Nasceu em 1977, em Sinaloa no México. Formou-se em “Poética e Metodología da Actuación” na Casa del Teatro. Entre 2002 e 2008 foi director do grupo artístico Proyecto Ulises e obteve uma bolsa do Fundo Estatal para a Cultura e as Artes (FOECA), na categoria de Jovens Criadores, com a participação em projetcos de recuperação de edifícios e difusão de personagens históricas, tais como: “Crónica teatral interactiva” e ” Paseo Histórico Teatral”.

Mora em Lisboa desde 2008, tendo desenvolvido projectos artísticos em centros de ensino e associações culturais, destacando-se o projecto musical Tokingcratsh, e a cofundação do grupo artístico La Catrina (2009), com os trabalhos: A Serenata Do Mariachi (2009), Paisagens da Revolução (2010), Las Olas del MarPersonagens de BairroCaveiras de Açúcar (2012). Tequila-Fado, de sua autoria, estreou no Teatro Ibérico, em Novembro de 2010, com a companhia de Teatro MIAU, e em 2011 apresentou-o na Casa da Comédia, Comuna Teatro de Pesquisa e Centro Cultural da Malaposta. Deu aulas de Teatro No Espaço Evoé – Centro de Formação de Actores, e recentemente terminou um programa de formação em duas escolas públicas de Cascais, através da Câmara Municipal de Cascais.

 

 

Leave a Reply