O DIA MUNDIAL CONTRA O TRABALHO INFANTIL CELEBRA-SE A 12 DE JUNHO por Luísa Lobão Moniz

olhem para  mim

A data foi instituída em 2002 pela Organização Internacional do Trabalho, agência das Nações Unidas (OIT).

t.i.

Esta data pretende alertar para o facto de muitas crianças serem obrigadas a trabalhar diariamente quando deveriam estar na escola a aprender e a construir um futuro melhor para si e para as suas famílias.

A UNICEF estima que mais de 215 milhões de crianças são vítimas de trabalho infantil, trabalhando muitas em condições de exploração infantil e sendo envolvidas em conflitos armados.

 O Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil chama a atenção para o Direito de todas as crianças a serem protegidas da exploração infantil e de outras violações, o que aliás está consignado na Convenção dos Direitos da Criança.

 Todos os anos, mais de 200 milhões de crianças de todo o mundo são obrigadas a trabalhar diariamente! Três em cada quatro desses menores estão expostos às piores formas de exploração laboral.

Estima-se que no nosso país trabalhem 50 mil crianças.

Em Portugal a Agricultura absorve quase todo o trabalho infantil.

t.i.2

A Convenção   OIT (Organização Internacional do Trabalho – agência das Nações Unidas), de 1999 classifica os seguintes piores trabalhos infantis:

 •Trabalho escravo

•Prostituição

•Uso de crianças em conflitos armados

•Pornografia de menores

•Uso de menores para atividades ilícitas

•Tráfico de drogas

•Trabalho em canaviais, minas de carvão, funilarias, cutelarias, metalúrgica e fornos quentes

 Não é só a pobreza que gera o trabalho infantil. A situação é complexa e não só decorrente de baixos rendimentos de muitas famílias que são obrigadas a mandar os seus filhos para o mercado de trabalho, pois são os únicos com a possibilidade de trazer algum dinheiro para casa.

 Os maiores índices de trabalho infantil encontram-se na Ásia, África e Américas, mas nos países desenvolvidos também se registam situações de trabalho infantil.

 A sociedade tem que zelar pela Convenção dos Direitos da Criança e indignar-se contra esta realidade.

 O trabalho infantil afecta o desenvolvimento físico, psicológico e emocional das crianças. 

É PRECISO NÃO ESQUECER QUE O TRABALHO INFANTIL É ILEGAL.

t.i.3

 

 

 

 

Leave a Reply