PENSAR EM “PROBLEMAS SOCIAIS COMPLEXOS, DESAFIOS E RESPOSTAS, DIA 11 E 12, NA FUNDAÇÃO GULBENKIAN por Clara Castilho

Nos dias 11 e 12 de Julho, na Fundação Calouste Gulbenkian, decorrerá a Conferência Problemas Sociais Complexos, Desafios e Respostas, organizada pelo IPAV, no âmbito do modelo que tem vindo a desenvolver sobre a Governação Integrada (GovInt), um modelo alicerçado numa visão partilhada, na colaboração, na confiança e na cooperação para resolver problemas complexos.

convite

O Instituto Padre António Vieira (IPAV) é uma associação sem fins lucrativos, constituída em 2005 com particular vocação para a reflexão e intervenção nos domínios das migrações e diálogo intercultural, inovação social e prospectiva, na senda da inspiração da vida e obra do Pe. António Vieira.

Colam-se as seguintes questões: A crescente diversificação dos problemas sociais, bem como a sua complexificação, coloca novos desafios. Problemas sociais complexos, como o desemprego, a pobreza extrema, a exclusão social, os maus-tratos a crianças e jovens, o isolamento dos idosos, territórios vulneráveis, ou, noutra esfera, a segurança nacional, as alterações climáticas, o cluster do mar ou a gestão das cidades, persistem perante uma evidente dificuldade das instituições públicas e privadas se concertarem em torno de respostas sociais adequadas.

Como responder a estes desafios? Que soluções? Que caminhos? Como pode a Administração Pública responder a este novo contexto? E as instituições da Sociedade Civil? Como ir além das respostas clássicas e tantas vezes inadequadas?

Pretende-se reflectir sobre o modelo da Govint aplicado à intervenção junto de crianças e jovens em risco e em perigo. É dirigido a todos os profissionais interessados, especialmente aqueles que integram as entidades com competência em matéria de infância e juventude, as CPCJ e as equipas que assessoriam os tribunais.

Com a colaboração da Talkin Café, através de uma metodologia participativa (do tipo World cafe), reflectir-se-á e procurar-se-á responder a algumas das questões mais desafiantes que se colocam no dia a dia dos profissionais que atuam na área da infância e juventude.

Para a dinamização desta sessão, contam com convidados de especial relevo e interesse na área, como Armando Leandro (Presidente da CNPCJR), Fátima Duarte (CNPCJR), Filipa Domingos (CPCJ da Amadora), Paulo Guerra (CEJ), Pedro Vaz Santos (PIN/ CPCJ de Cascais), Kátia Almeida (Pressley Ridge), Filipa Pancada Fonseca (NHCJR do Hospital Fernando da Fonseca/ CPCJ da Amadora), Rute Agulhas* (INML/ ISCTE) e Dulce Rocha (IAC).

No dia 11 poder-se-ão ouvir as comunicações de:

– Nancy Roberts (Phd Stanford University; Prof. Naval Postgraduate School, Monterey, California – EUA) – Uma das maiores especialistas Internacionais trará a sua perspetiva do conceito de “problemas complexos” e a forma de abordagem a esta tipologia, com particular destaque para as redes colaborativas.

– Philippe Vandenbroeck (systems thinker, scenario planner, ShiftN, Bélgica) – Qual o impacto dos problemas complexos na nossa sociedade? Como enfrentá-los? Que papel

para uma abordagem sistémica, quer no pensamento, quer na ação?

-Projeto MEAM – Make Every Adult Matter – Oliver Hilbery (Reino Unido)

 No dia 12, a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens da Amadora dinamizará um workshop , das 14:30h às 17:30, sobre Crianças e Jovens em Risco e em Perigo. É necessário inscrição para os Workshops: http://www.forumgovernacaointegrada.pt

 

 

Leave a Reply