RAPARIGAS E RAPAZES DE LISBOA – REINALDO FERREIRA, O REPÓRTER X

diadelisboa3

Imagem1Reinaldo Ferreira nasceu em Lisboa no dia 10 de Agosto de 1897. Foi repórter, novelista, dramaturgo e até realizador de cinema. Começou a escrever nos jornais com apenas doze anos, aos 17 era jornalista profissional e a partir dos vinte, foi considerado o maior repórter português. Viveu em diversas cidades europeias e, entre 1926 e 1935, ano da sua morte (em 4 de Outubro), fixou-se no Porto. «Entrevistou» a famosa espia Mata-Hari e o «pai» de Sherlock Holmes, Arthur Conan Doyle, sem nunca os ter contactado. De Paris, enviou para o seu jornal reportagens extremamente vivas do que estava a acontecer na Rússia, na disputa pelo poder entre Estaline e Trotsky, entrevistou além de políticos de primeiro plano, o porteiro do Kremlin, mas há quem diga que as escreveu sem lá ter ido. «Previu» como Lisboa e Porto seriam no ano 2000 – antevendo que seriam cidades fascinantes nesse ano mágico e, naquela altura, tão distante!  «Descobriu» sob a Lisboa real, uma cidade fantástica… – uma figura fascinante, Reinaldo Ferreira – o Repórter X, como ficou conhecido. Provou que a fantasia não é mentira, mas sim uma maneira (talvez a melhor) de suportar uma realidade descolorida.

Leave a Reply