“MINHA LÍNGUA, MINHA PÁTRIA”, EM SÃO PAULO, DE 10 A 15 DE ABRIL

O projecto Minha Língua, Minha Pátria, decorrerá de 10 a 15 de Abril em São Paulo, promovido pela Livraria Cultura e o jornal português “Público” com o mote “Dois países, uma semana, sete autores” totalmente dedicado à literatura em Língua Portuguesa. São dez escritores portugueses e brasileiros. Pretende-se também debater a obra dos autores Fernando Pessoa e Eça de Queirós. O Centro Cultural Português (CCP) – Brasília, o Instituto Camões, a Embaixada de Portugal no Brasil e da Universidade de Coimbra são parceiros nesta iniciativa.

Minha-língua-minha-pátria
Dia 10 de Abril- “Eça de Queirós ou a língua como pátria ausente” –  Carlos Reis,  professor catedrático da Universidade de Coimbra.

Dia 11 – Gonçalo M. Tavares ( prémios Saramago 2005 e Portugal Telecom 2007 com obra traduzida em 30 línguas) à conversa com Samuel Titan Jr. do Instituto Moreira Salles sobre sua carreira.

Dia 12 – Adriana Calcanhotto à conversa com Jerônimo Pizarro, colombiano especializado na obra de Fernando Pessoa e curador do Festival Literário de Bogotá.

Afonso Reis Cabral, descendente de Eça de Queirós e o mais jovem vencedor do Prêmio Leya (2014), à conversa com o editor da Revista da Cultura, Gustavo Ranieri.

Dia 13 – Paulo Werneck, curador da Feira Literária de Paraty à conversa com Alexandra Lucas Coelho.

Dia 14 – nova geração de escritores – Norberto Morais, Emilio Fraia e Karina Buhr e  conversa entre Gregorio Duvivier e Matilde Campilho, poetisa portuguesa que vai lançar o seu primeiro livro, “Jóquei”, no Brasil, pela editora 34.

Leave a Reply