DE NOVO, O PRÉMIO NACIONAL DE ILUSTRAÇÃO PARA AFONSO CRUZ por Clara Castilho

O Prémio Nacional de Ilustração, atribuído pela Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, tem como objectivo reconhecer e incentivar o trabalho de artistas no domínio da ilustração de livros para crianças e jovens em Portugal.

O prémio, atribuído anualmente desde 1996, distingue um ilustrador pelo conjunto de trabalhos originais publicados numa obra para crianças e jovens, editada entre 1 de Janeiro e 31 de Dezembro do ano anterior ao concurso.

O valor do prémio é de cinco mil euros, acrescido de 1500 euros destinados a apoiar uma deslocação à Feira Internacional do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, Itália.

Afonso Cruz - Capital, capa
Afonso Cruz foi o vencedor deste  Prémio, referente ao ano de 2014 com o seu livro “Capital”, publicado pela Pato Lógico Edições.

 Considerou o júri: “Relativamente à obra que mereceu o Prémio Nacional de Ilustração, o júri considera «que se trata de uma narrativa visual, apenas aparentemente linear e lógica, e destaca a dimensão paradoxal e polissémica das suas guardas capazes de estirar a narrativa para além da lógica. Instala-se assim como uma narrativa crossover, aberta a públicos de todas as idades.”

“Capital”, editado em 2014 pela Pato Lógico, conta a história, sem recurso a palavras, da transformação de um rapaz, que um dia recebe um mealheiro em forma de porco.

No seu blog, Afonso Cruz  apresenta-se: “Escreve e, além de ilustrador, realiza filmes de animação — às vezes de publicidade, às vezes de autor –, e é um dos elementos da banda The Soaked Lamb. Em Julho de 1971, na Figueira da Foz, era completamente recém-nascido e haveria, anos mais tarde, de frequentar lugares como a António Arroio, as Belas Artes de Lisboa, o Instituto Superior de Artes Plásticas da Madeira e mais de meia centena de países”.

Leave a Reply