Posts Tagged: clara castilho

Conhecendo Arquimedes da Silva Santos por clara castilho

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
Arquimedes da Silva Santos é licenciado em Medicina e especializou-se em neuropsiquiatria infantil. ?Dele retiro, como primordial, o pensamento de que o desenvolvimento harmonioso de uma criança é o que importa na educação…

Conhecendo Arquimedes da Silva Santos por clara castilho

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
Arquimedes da Silva Santos é licenciado em Medicina e especializou-se em neuropsiquiatria infantil. ?Dele retiro, como primordial, o pensamento de que o desenvolvimento harmonioso de uma criança é o que importa na educação…

A POESIA AFINAL NEM SERVE PARA NADA! – POBRE SOPHIA – ENTRA NO PANTEÃO E SAI DOS LIVROS ESCOLARES! por clara castilho

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
Antes de se saber desta decisão do Ministério de Educação, já corria no facebook “não queremos Sophia no Panteão, queremo-la nos livros!” Foi importante a ida do seu corpo para o Panteão? Pessoalmente…

A POESIA AFINAL NEM SERVE PARA NADA! – POBRE SOPHIA – ENTRA NO PANTEÃO E SAI DOS LIVROS ESCOLARES! por clara castilho

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
Antes de se saber desta decisão do Ministério de Educação, já corria no facebook “não queremos Sophia no Panteão, queremo-la nos livros!” Foi importante a ida do seu corpo para o Panteão? Pessoalmente…

DE 1974 ATÉ HOJE, ALGUMAS MUDANÇAS NA VIDA DAS MULHERES, por CLARA CASTILHO

  Nós, que vivemos antes do 25 de Abril de 1974 com idade de perceber as coisas, sabíamos que: as mulheres não podiam adquirir bens, os seus maridos podiam ir receber os seus ordenados, não podiam votar, não podiam ausentar-se

DE 1974 ATÉ HOJE, ALGUMAS MUDANÇAS NA VIDA DAS MULHERES, por CLARA CASTILHO

  Nós, que vivemos antes do 25 de Abril de 1974 com idade de perceber as coisas, sabíamos que: as mulheres não podiam adquirir bens, os seus maridos podiam ir receber os seus ordenados, não podiam votar, não podiam ausentar-se

REVISITANDO “OS LUSÍADAS”

Tiveram a sua 1ª edição no ano de1572. A Biblioteca Digital Mundial disponibiliza na Internet, gratuitamente e em formato multilíngue, importantes fontes provenientes de países e culturas de todo o mundo. Descreve este livro desta forma: Apresenta-se aqui a primeira

REVISITANDO “OS LUSÍADAS”

Tiveram a sua 1ª edição no ano de1572. A Biblioteca Digital Mundial disponibiliza na Internet, gratuitamente e em formato multilíngue, importantes fontes provenientes de países e culturas de todo o mundo. Descreve este livro desta forma: Apresenta-se aqui a primeira

BOB DYLAN – PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 2016

BOB DYLAN – “ONDE QUER QUE ESTEJA SOU UM TROVADOR” -POR CLARA CASTILHO    Robert Zimmerman, seu verdadeiro nome, PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA DE 2016. O disco ‘Tempest’ foi autoproduzido. É uma obra temperada com tonalidade sépias, numa continuidade da

BOB DYLAN – PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 2016

BOB DYLAN – “ONDE QUER QUE ESTEJA SOU UM TROVADOR” -POR CLARA CASTILHO    Robert Zimmerman, seu verdadeiro nome, PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA DE 2016. O disco ‘Tempest’ foi autoproduzido. É uma obra temperada com tonalidade sépias, numa continuidade da

Tributo a DORINDO CARVALHO – MULHERES/2, por CLARA CASTIHO

  Neste conjunto de trabalhos de Dorindo Carvalho já conseguimos respirar…Vemos a mulher na sua essência, no seu corpo vivido com prazer. Aparece o corpo da mulher sozinha, mas preparando-se para o outro. Por vezes, apresentada de forma muito esquemática,

Tributo a DORINDO CARVALHO – MULHERES/2, por CLARA CASTIHO

  Neste conjunto de trabalhos de Dorindo Carvalho já conseguimos respirar…Vemos a mulher na sua essência, no seu corpo vivido com prazer. Aparece o corpo da mulher sozinha, mas preparando-se para o outro. Por vezes, apresentada de forma muito esquemática,

Tributo a DORINDO CARVALHO – MULHERES/1, por CLARA CASTILHO

    Neste conjunto de trabalhos de Dorindo Carvalho sobressai a mulher trabalhadora. A preto ou a cores, só ou em paisagens ofegantes, sentimos o frio e o calor. A mulher trabalhadora no campo, na pesca, na venda. Aqui e

Tributo a DORINDO CARVALHO – MULHERES/1, por CLARA CASTILHO

    Neste conjunto de trabalhos de Dorindo Carvalho sobressai a mulher trabalhadora. A preto ou a cores, só ou em paisagens ofegantes, sentimos o frio e o calor. A mulher trabalhadora no campo, na pesca, na venda. Aqui e

NA SOCIEDADE PORTUGUESA DE AUTORES COMEMORA-SE O DIA DO AUTOR NO DIA 20 DE MAIO, ÀS 18H E ENTRAGA-SE O PRÉMIO DE CANSAGRAÇÃO DE CARREIRA A MANUEL ALEGRE

Cerimónia comemorativa do Dia do Autor, no próximo dia 20, às 18 horas, na sala-galeria Carlos Paredes, na Sociedade Portuguesa de Autores.  Nela, o  Prémio de Consagração de Carreira será entregue a Manuel Alegre pelo Presidente da República. Distingue-se assim uma vida de luta

NA SOCIEDADE PORTUGUESA DE AUTORES COMEMORA-SE O DIA DO AUTOR NO DIA 20 DE MAIO, ÀS 18H E ENTRAGA-SE O PRÉMIO DE CANSAGRAÇÃO DE CARREIRA A MANUEL ALEGRE

Cerimónia comemorativa do Dia do Autor, no próximo dia 20, às 18 horas, na sala-galeria Carlos Paredes, na Sociedade Portuguesa de Autores.  Nela, o  Prémio de Consagração de Carreira será entregue a Manuel Alegre pelo Presidente da República. Distingue-se assim uma vida de luta

A QUATRO MÃOS – CASTILHO & CASTILHO – 29

Falavam em milagre. A “santinha” vivia sem comer! Recebia as visitas deitada na cama, de branco vestida, sem se mexer e mal as olhando. O que não incomodava quem lá se dirigia. O pai geria o corrupio de entradas e

A QUATRO MÃOS – CASTILHO & CASTILHO – 29

Falavam em milagre. A “santinha” vivia sem comer! Recebia as visitas deitada na cama, de branco vestida, sem se mexer e mal as olhando. O que não incomodava quem lá se dirigia. O pai geria o corrupio de entradas e

“DICIONÁRIO DE PERSONAGENS DA FICÇÃO PORTUGUESA” DISPONÍVEL ON-LINE NO 2º SEMESTRE DE 2016 por Clara Castilho

O Dicionário de Personagens da Ficção Portuguesa é o resultado extensivo do projecto “Figuras da Ficção”. Nesse contexto, o Dicionário é concebido como uma obra articulada sobre quatro linhas de desenvolvimento: a personagem, enquanto categoria narrativa com reconhecido potencial semântico e diversificada elaboração, em

“DICIONÁRIO DE PERSONAGENS DA FICÇÃO PORTUGUESA” DISPONÍVEL ON-LINE NO 2º SEMESTRE DE 2016 por Clara Castilho

O Dicionário de Personagens da Ficção Portuguesa é o resultado extensivo do projecto “Figuras da Ficção”. Nesse contexto, o Dicionário é concebido como uma obra articulada sobre quatro linhas de desenvolvimento: a personagem, enquanto categoria narrativa com reconhecido potencial semântico e diversificada elaboração, em

AMADEU DE SOUZA CARDOSO EM PARIS DE 20 DE ABRIL A 18 DE JULHO por Clara Castilho

O segredo mais bem guardado da arte moderna: Exposição de Amadeo de Souza-Cardoso em Paris, de 20 de Abril a 18 de Julho. No site da Fundação Gulbenkian pode ler sobre o artista e a exposição: http://www.gulbenkian.pt/Institucional/pt/CanalFCG/Noticias/Noticia?a=6689 Há um ano

AMADEU DE SOUZA CARDOSO EM PARIS DE 20 DE ABRIL A 18 DE JULHO por Clara Castilho

O segredo mais bem guardado da arte moderna: Exposição de Amadeo de Souza-Cardoso em Paris, de 20 de Abril a 18 de Julho. No site da Fundação Gulbenkian pode ler sobre o artista e a exposição: http://www.gulbenkian.pt/Institucional/pt/CanalFCG/Noticias/Noticia?a=6689 Há um ano

ONDE SE SITUA PORTUGAL NO NOVO RELATÓRIO DA UNICEF SOBRE O AUMENTO DAS DESIGULADADES? por Clara Castilho

Ontem demos notícia sobre o Innocenti Report Card 13, Fairness for Children: A league table of inequality in child well-being in rich countries (Equidade para as crianças: Uma tabela classificativa das desigualdades de bem-estar das crianças nos países ricos) que classifica 41 países

ONDE SE SITUA PORTUGAL NO NOVO RELATÓRIO DA UNICEF SOBRE O AUMENTO DAS DESIGULADADES? por Clara Castilho

Ontem demos notícia sobre o Innocenti Report Card 13, Fairness for Children: A league table of inequality in child well-being in rich countries (Equidade para as crianças: Uma tabela classificativa das desigualdades de bem-estar das crianças nos países ricos) que classifica 41 países

NA VIDA DE 87 MILHÕES DE CRIANÇAS ATÉ AOS SETE ANOS SÓ EXISTEM CONFLITOS ARMADOS

Da Rádio ONU em Nova York. Pesquisa do Unicef destaca que viver em zonas em confrontos desde o nascimento prejudica o desenvolvimento cerebral desses menores; crianças são expostas a traumas, o que atrapalha as conexões dos neurónios. Uma pesquisa do

NA VIDA DE 87 MILHÕES DE CRIANÇAS ATÉ AOS SETE ANOS SÓ EXISTEM CONFLITOS ARMADOS

Da Rádio ONU em Nova York. Pesquisa do Unicef destaca que viver em zonas em confrontos desde o nascimento prejudica o desenvolvimento cerebral desses menores; crianças são expostas a traumas, o que atrapalha as conexões dos neurónios. Uma pesquisa do

RESPOSTAS DE CRIANÇAS/JOVENS À QUESTÃO “E SE FOSSE EU?”, TENTANDO COLOCAR-SE NA PELE DE REFUGIADOS por Clara Castilho

Crianças e jovens das escolas portuguesas tentaram, no passado dia 6, colocarem-se na pele dos refugiados. “E se fosse eu? Fazer a mochila e partir.” é uma iniciativa que permite reflectir sobre uma realidade vivida por milhões de pessoas. Na

RESPOSTAS DE CRIANÇAS/JOVENS À QUESTÃO “E SE FOSSE EU?”, TENTANDO COLOCAR-SE NA PELE DE REFUGIADOS por Clara Castilho

Crianças e jovens das escolas portuguesas tentaram, no passado dia 6, colocarem-se na pele dos refugiados. “E se fosse eu? Fazer a mochila e partir.” é uma iniciativa que permite reflectir sobre uma realidade vivida por milhões de pessoas. Na