DIA 24 DE SETEMBRO, “ÓXIDO” DE GASTÃO CRUZ, ÀS 18H30

Vencedor do prestigiado Prémio PT Literatura 2014, no género poesia, com o livro Observação do Verão seguido de Fogo, Gastão Cruz é o autor de uma vasta obra e um dos nossos mais notáveis poetas contemporâneos. Óxido é o seu mais recente livro de poesia. Edição Assírio & Alvim.

Apresentação de António Carlos Cortez

Leitura de poemas por
Luís Lucas
Gastão Cruz

11230218_1018237984895257_10715425047240351_n

CORDA

Ninguém tem nome: apenas uma escura
corda de sons que prende o corpo e deixa
queimaduras na pele, esse é o preço
de ser nomeado porque o chamamento
de cada vez se torna mais ardente
até ser casa ou roupa ou outra pele
que fere o corpo e finalmente o veste
do nome que é o dele

Gastão Cruz nasceu em 1941 na cidade de Faro e licenciou-se em Filologia Germânica na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Professor do ensino secundário, exerceu paralelamente, entre 1980 e 1986, a carreira de leitor de Português no King’s College de Londres e dirigiu, durante muitos anos, o grupo de teatro Teatro Hoje / Teatro da Graça, que ajudou a fundar.
Ainda muito jovem, com apenas 19 anos, publica A Morte Percutiva no histórico volume colectivo Poesia 61.
Nome central na poesia portuguesa contemporânea, publica assiduamente na Assírio & Alvim e a sua obra tem sido distinguida com diversos prémios, entre eles o Grande Prémio de Poesia da APE, o Prémio Correntes d’Escritas e, mais recentemente, o Prémio PT Literatura 2014 no género poesia.

Rua Dona Estefânia, nº12ª – Lisboa

Leave a Reply