PROTEJO – MOVIMENTO PELO TEJO: TRAVESSÃO NO RIO TEJO JUNTO À CENTRAL TERMOELÉTRICA DO PEGO

logo_protejo_hor - II

Somos um movimento de cidadania em defesa do Tejo denominado “Movimento Pelo Tejo” (abreviadamente proTEJO) que congrega todos os cidadãos e organizações da bacia do TEJO em Portugal, trocando experiências e informação, para que se consolidem e amplifiquem as distintas actuações de organização e mobilização social.

 

domingo, 13 de dezembro de 2015

COMUNICADO

TRAVESSÃO NO RIO TEJO JUNTO À CENTRAL TERMOELÉTRICA DO PEGO

13 de Dezembro de 2015

O proTEJO – Movimento pelo Tejo teve conhecimento da construção, que se iniciou no dia 8 de Setembro do corrente ano, de um travessão que liga as duas margens do rio Tejo junto à Central Termoelétrica do Pego, sem qualquer passagem para peixes, criando assim um novo obstáculo à conectividade fluvial que afeta a progressão das espécies piscícolas e alterando a composição química das águas do rio por via das rochas calcárias utilizadas na sua construção.

Devemos ainda relevar que os impactos negativos deste novo obstáculo na progressão das espécies piscícolas e nos ecossistemas aquáticos serão acrescidos pela redução de caudais que tem ocorrido no rio Tejo, que se acentuará com os efeitos das alterações climáticas.

Neste sentido solicitamos esclarecimentos às seguintes entidades:

  1. a)  À PEGOP – Tejo Energia solicitamos o esclarecimento sobre que medidas serão tomadas para reverter os impactos ambientais negativos no rio Tejo, nomeadamente, a falta de conectividade fluvial fundamental para a progressão das espécies piscícolas;

  2. b)  À Agência Portuguesa do Ambiente solicita-se esclarecimento se a obra realizada corresponde ao licenciamento autorizado e se foi realizada uma análise dos impactos ambientais do travessão e quais as medidas que pretende tomar para reverter os impactos ambientais negativos, nomeadamente, a falta de conectividade fluvial fundamental para a progressão das espécies piscícolas.

Assim, o proTEJO – Movimento pelo Tejo vem manifestar a sua preocupação com as populações ribeirinhas que serão afectadas pelos impactos negativos deste travessão no rio Tejo.

Publicada por ProTEJO – Movimento pelo TEJO à(s) 14:54

Ver em:

http://movimentoprotejo.blogspot.pt/2015/12/travessao-no-rio-tejo-junto-central.html

 

Leave a Reply