A COLUNA DE OCTOPUS – GOLPE DE ESTADO EM CURSO NO BRASIL?

octopus1

brasil - I

Existe corrupção no Brasil? Claro que sim, como na grande maioria dos países da América do Sul e Central e em todos os países africanos!

Essa mesma corrupção também existe na América do Norte e na Europa, mas nestes países veste uma forma mais subtil, porque exercida por grandes empresas multinacionais com a conivência do poder jurídico e que contagia o poder político instalado por essas economias dominantes.

brasil - II

A ilusão de alternância do poder.

Claro que se alega, que no países democráticos, de quatro em quatro anos podemos mudar o rumo das políticas instaladas. Mas essa “alternância” coloca no poder sempre os mesmos, numa rotatividade perversa. Promove apenas uma sensação popular de mudança quando na realidade os lugares e os tachos são sempre ocupados pelos mesmos do costume, estão sempre nos lugares dominantes.

Será que o voto é livre quando os média dominantes nos “fazem” escolher um determinado candidato?

Os portugueses não escolheram recentemente o “simpático” candidato presidencial promovido durante mais de uma década pelos média dominantes?

Pois é, quando alguém tenta quebrar este ciclo vicioso é atacado pelos média, isto é, pelo poder instituído, que quer manter os seus privilégios.

brasil - III

 

Diferenças entre país “desenvolvidos” e “subdesenvolvidos”.

A principal diferença é que nos países ocidentais as leis existentes estão de tal forma construídas que nos fazem crer que qualquer indivíduo está protegido por essas mesmas leis, quando na verdade está subjugado ao poder económico vigente através dos grandes grupos de advogados que introduziram nessas mesmas leis de maneira as contornar.

Nos países ditos subdesenvolvidos as leis são mais rudimentares, só existem para fazer crer que existe uma real separação de poder, entre o executivo, o legislativo e o (teoricamente independente) judicial.

No caso do Brasil, todas as leis existentes estão a ser subjugadas por interesse económicos dominados por grupos com interesses americanos na região, prova disso: detenção arbitrária de um cidadão sem causa formada (o ex-presidente Lula) e sobreposição de interesses do poder judicial (perdendo toda a sua imparcialidade) sobre os outros poderes.

Quando não se inventam rebeliões de “primaveras árabes” ou quando já não é possível pura e simplesmente destituir um dirigente para colocar no poder um feito à nossa medida, utiliza-se o poder jurídico vigente para depor regimes incómodos.

Estamos perante um “suave” golpe de estado patrocinado pelos média nas mãos de capitais estrangeiros.

Mujica

Reflexões de José Mujica…

“Dá a impressão que existe uma espécie de cabaré jurídico no Brasil. Isso também acontece noutros países. Tem gente na Justiça que cria denúncias muito espalhafatosas, feitas sob medida para ter repercussão na imprensa. Estão desesperados por encontrar qualquer coisa que desacredite o Lula”.

“Acho que há interesses muito pesados em jogo, a respeito de tudo isso que acontece com o Lula, eu não poderia dizer se é esse ou aquele grupo que está envolvido, mas que há gente interessada em tirar o Lula da disputa presidencial, da disputa política”.

“Não tenho dúvidas que há gente nos Estados Unidos que está incómoda com o Brasil, que sente que o Brasil pisou no calo deles em alguns assuntos”.

“Golpe no Brasil? Veja, eu vou te responder com uma anedota, uma coisa caraterística do meu país: nos bairros populares, onde vive o povo pobre, as pessoas dizem “eu não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem”. Isso é o que eu diria , sobre um golpe no Brasil, entende?”

A sociedade brasileira está fracturada entre os que querem voltar ao passado e os que não aceitam o domínio estrangeiro. Oxalá saiba escolher uma via independente para o seu povo.

 

Leave a Reply