HÁ CONTROVÉRSIAS – FUSCO NO PASQUIM 1: 40 ANOS AINDA AGORA – de RONALDO WERNECK

titulo_blog

“Um dia Itabira vai se chamar CDA. Aí, quando o trem estiver chegando à estação, o condutor gritará: ´CDA, CDA, cinco minutos pro café!´. É o Nobel Ferroviário”. Graça Aranha: “Nome de Avenida. Nada a ver com literatura”. Ronald de Caravalho: “Nome de rua. Suplente de Graça Aranha”. Fernando Pessoa: “Um chato em e com inumeráveis pseudônimos”. Essas são apenas algumas das inúmeras tiradas do escritor Rosário Fusco na bombástica entrevista que eu e o poeta Joaquim Branco fizemos com ele pro Pasquim, publicada há exatos 40 anos (19 de março de 1976).

A partir desta semana, republico a longa entrevista, dividida em sete crônicas.

Fusco - I - IFusco - I - IIFusco - I - III

Leave a Reply