“I, DANIEL BLAKE”, de KEN LOACH, ganha a PALMA DE OURO do FESTIVAL DE CINEMA DE CANNES

Ken_Loach

 

É a segunda vez que Ken Loach recebe este prémio. A primeira foi em 2006 com The Wind that Shakes the Barley, um drama que decorre durante as lutas pela independência da Irlanda na década de 1920. I, Daniel Blake trata da situação de um homem de cerca de sessenta que é acometido por um ataque cardíaco que o impede de trabalhar, da sua luta para obter a protecção social de que precisa, e de outras situações semelhantes. Ken Loach, que vai completar oitenta anos no próximo mês de Junho de 2016, é  considerado como um dos expoentes do que se convencionou o realismo socialista no cinema. Hoje em dia é geral o reconhecimento de que se trata de um cineasta de excepção, e permitimo-nos aqui destacar um dos seus primeiros filmes, Kes, de 1969, sobre a história de um jovem trabalhador, que cria e educa um falcão, considerado como um dos melhores filmes britânicos de todos os tempos. Vejam o trailer:

 E também o filme:

Com uma crítica do Guardian:

Leave a Reply