No Palácio Foz dia 4 de Julho 2016 às 18:00 Recital de piano com Mário Prisuelos

No Palácio Foz – Sala dos Espelhos – dia 4 de Julho às 18:00

Recital de Piano com Mário Prisuelos

recital

FESTIVAL ESTORIL LISBOA 2016

RECITAL DE PIANO
PIANO RECITAL
“O piano romântico”

Mário Prisuelos

Natural de Madrid, estudou no Conservatório Real de Música da sua cidade natal, concluindo a sua formação em Viena, sob a direcção de Leonid Brumberg. De seguida

aperfeiçoa-se em Madrid com Humberto Quagliata, continuando a tradição pianística de grandes mestres como Alfred Cortot, Claudio Arrau e Arthur Rubinstein. Recebeu, também, conselhos de Phillip Dyson, Andrzej Jasinski e Alicia de Larrocha. A sua carreira internacional inicia-se no Festival de Piano Feuchtwangen, na Alemanha, onde a crítica elogia o seu talento e forte poder de comunicação. Desde então, começa uma intensa actividade como solista com orquestra ou em grupos de câmara, apresentando-se em Viena, Milão, Paris, Londres, Florença, Rio de Janeiro, Nova Iorque, Miami, etc … É convidado regular em importantes festivais europeus. Tem gravado para as etiquetas Verso e Sonoris, assim como para a RTVE e Radio croata Hrvatski entre outras. O seu forte compromisso com a criação musical é essencial, tendo estreado numerosas obras, parte das quais lhe são dedicadas. Na qualidade de membro do duo Studio Inverso e Grupo SequenceSax colabora com músicos como Guillermo Pastrana, Yulia Iglinova,
Jose Franch-Ballester ou do grupo Neopercusión. Recentemente, fez uma extensa digressão pelos Estados Unidos, com estreia no Carnegie Hall Nova Iorque. Dirige frequentes masterclasses em diferentes escolas e universidades da Europa e USA (Universidade de Princeton, Universidade William Patterson, Florida International University, University of Costa Rica, etc.) Em 2015 gravou pela primeira vez para a etiqueta Universal o CD “Adalid: Piano romântico”, com obras deste compositor galego do século XIX. Apresenta-se pela primeira vez em Portugal.

 Marcial del Adalid (1826-1881)

O grande pianista e compositor galego Marcial del Adalid (1826-1881) é uma figura proeminente do Romantismo musical espanhol. Cedo viajou para Paris com a intenção de realizar o seu sonho de estudar com o seu venerado Chopin, sem contudo o conseguir. Seria em Londres onde estudou com Moscheles, grande didacta do piano, maestro e amigo de Mendelsshon. Adalid também conheceu de perto os contributos pianisticos de Shcubert e Liszt. Com esta preparação deu-se a conhecer como concertista e inspirado autor de peças para piano que reflectem, por um lado, o seu ideal modelo chopiniano e, por outro, a sua identificação com a tradição músico-popular da sua Galicia natal. Rever Marcial Adalid é aproximarmo-nos ao nosso século XIX através de um artista nobre que exerceu de espanhol e europeu.

José LuisGarcia del Busto

Musicólogo / Crítico musical

Membro da Real Academía de Belas Artes de San Fernando

O recente lançamento na etiqueta Universal do CD de Mario Prisuelos com música de Marcial del Adalid, representa um dos projectos de recuperação histórica mais importantes dos últimos anos daquele que é o máximo representante do piano romântico espanhol do século XIX. O disco inclui a recuperação exclusiva de uma suite, Soirée d´atumne á la ferme, obra cujo manuscrito foi descoberto recentemente, sem editar, gravar e possivelmente sem estrear desde a sua composição em 1846. O programa do recital de hoje apresenta uma aproximação da música de Adalid situada junto à de Chopin, compositor admirado e modelo a seguir ao longo da sua vida, oferecendo como resultado uma interessante visão do piano romântico da época.

estoril

FESTIVAL ESTORIL LISBOA 2016 – Mário Prisulelos, piano

“O Piano Romântico” 

 PROGRAMA: 

F. CHOPIN

(1810-1849)

Nocturno op. 48 nº 1

Duas mazurkas

Balada nº 3 lá bemol Maior

Marcial del ADALID*

(1826-1881)

Romanzas sin palabras

Souvenir du foyer

Chagrin d´amour / Barcarolle

Ne plus te voir!

El lamento (Balada para piano)

Soirée d´automne a la ferme

Andante cantábile

Allegretto con anima / Andantino tranquillo

Scherzo nº 3 op.24 Mibemol Mayor

* Estreia em Portugal  

*Entrada Livre condicionada à lotação da sala.

 As portas abrem às 17H30.

Leave a Reply