TEATRO DA CERCA SÃO BERNARDO – CONFERÊNCIA SOBRE GIL VICENTE EM ÉVORA – por HÉLIO ALVES e JOSÉ AUGUSTO CARDOSO BERNARDES – QUINTA-FEIRA, 13 de OUTUBRO, às 18 horas, na BIBLIOTECA PÚBLICA de ÉVORA

cabecalho

 

embarcacao-do-inferno-i

Embarcação do Inferno

embarcacao-do-inferno-ii
Rosário Gonzaga, Maria João Robalo e Igor Lebreaud, “Embarcação do Inferno” (foto: Paulo Nuno Silva)

“Embarcação do Inferno” estreou na passada quinta-feira, em co-produção com o Cendrev, e estará em cena em Évora até 30 de Outubro. No ano em que se comemoram os 500 anos da primeira apresentação do “Auto de Moralidade da Embarcação do Inferno”, também conhecido como “Auto da Barca do Inferno”, os dois grupos decidiram montar o mais estudado e mais emblemático texto vicentino, assumindo a vontade de celebrar com o público este momento fundador do Teatro português.

Cinco séculos depois, a peça continua a ter muito para nos oferecer, segundo José Augusto Cardoso Bernardes, consultor científico do projecto: “pela mão qualificada, segura e inventiva da Escola da Noite e do Centro Dramático de Évora, ficamos em condições de problematizar temas de sempre: Morte e Vida, Mal e Bem, Ter e Poder. E, para tal, nem sequer precisamos de sair completamente do século XXI. Com os pés assentes no nosso tempo, bastará alongar o ouvido e apurar a visão para escutar a sensibilidade e a moral de um outro tempo que, afinal, não está ainda tão afastado de nós como pode parecer.”

O espectáculo é co-encenado pelos directores artísticos das duas companhias – António Augusto Barros e José Russo – e conta com um elenco misto: Ana Meira, Jorge Baião, José Russo, Rosário Gonzaga e Rui Nuno (Cendrev) e de Igor Lebreaud, Maria João Robalo e Miguel Magalhães (A Escola da Noite). A equipa inclui ainda Ana Rosa Assunção (figurinos e bonecos), João Mendes Ribeiro e Luisa Bebiano (cenografia), António Rebocho (iluminação) e Luís Pedro Madeira (música).

Para além das sessões para o público em geral (de quarta a sábado, às 21h30, e aos domingos, às 16h00), começam esta semana as sessões para o público escolar, mediante marcação prévia (quartas, quintas e sextas, às 10h30 ou às 15h00).

 

Gil Vicente e o nosso tempo: conferência na Biblioteca Pública de Évora

gil-vicente

Associada à temporada do espectáculo em Évora, as duas companhias organizam ainda a conferência “Gil Vicente no seu tempo e no nosso tempo”, a cargo dos professores e investigadores Hélio Alves (Universidade de Évora) e José Augusto Cardoso Bernardes (Universidade de Coimbra).
Com entrada gratuita, esta conferência terá lugar na próxima quinta-feira, 13 de Outubro, pelas 18h00, na Biblioteca Pública de Évora, no âmbito da Mostra Bibliográfica dos 500 anos do Cancioneiro Geral que decorre naquela instituição. Reforça-se assim a parceria das companhias com outras instituições da cidade, depois de, no passado Sábado, a sessão do espectáculo ter integrado o programa oficial do Congresso Internacional “Poesia de Cancioneiro e cultura de corte: nos 500 anos do Cancioneiro Geral”, organizado por quatro dos principais centros de investigação universitários do país na área da Literatura.
Para a última semana da temporada do espectáculo em Évora está ainda marcada uma oficina para professores do ensino secundário, dirigida pelos dois encenadores.

A ESCOLA DA NOITE / CENDREV
“Embarcação do Inferno”
Calendário de espectáculos e programação associada

TEATRO
Embarcação do Inferno
de Gil Vicente
co-produção A Escola da Noite / Centro Dramático de Évora

encenação António Augusto Barros e José Russo interpretação Ana Meira, Igor Lebreaud, Jorge Baião, José Russo, Maria João Robalo, Miguel Magalhães, Rosário Gonzaga, Rui Nuno cenografia João Mendes Ribeiro e Luisa Bebiano figurinos e bonecos Ana Rosa Assunção música Luís Pedro Madeira iluminação António Rebocho
consultadoria científica José Augusto Cardoso Bernardes
M/12 > 60′

ÉVORA
Teatro Garcia de Resende
6 a 30 de Outubro de 2016
quarta a sábado, 21h30; domingos, 16h00
sessões para escolas: 12 a 28 de Outubro de 2016

Programação associada:
CONFERÊNCIA
Gil Vicente no seu tempo e no nosso tempo
Hélio Alves (Univ. Évora) e José Augusto Cardoso Bernardes (Univ. Coimbra)
13 de Outubro de 2016
quinta-feira, 18h00
Biblioteca Pública de Évora > entrada gratuita

Leave a Reply