CTA – O CAPUCHINHO VERMELHO, TEXTO E ENCENAÇÃO DE JOËL POMMERAT, HOJE, SÁBADO, 18 DE MARÇO, ÀS 16H E ÀS 21H, E AMANHÃ, DOMINGO, 19, ÀS 16H, NO TEATRO MUNICIPAL JOAQUIM BENITE, em ALMADA

O Capuchinho Vermelho, texto e encenação de Joël Pomerat.

 

Um clássico infantil para crianças de hoje

 

Joël Pommerat, o conhecido autor e encenador francês, traz a Almada, ao Teatro Municipal Joaquim Benite, O Capuchinho Vermelho. A crítica de teatro do Le Monde, Fabienne Darge, a propósito do espectáculo, escreveria que  “estamos perante uma verdadeira história de iniciação para as crianças de hoje, repleta de descobertas teatrais irresistíveis”. Em cena no TMJB, Sábado, dia 18 de Março, às 16h e às 21h, e no Domingo dia 19, às 16h, o espectáculo é apresentado em francês com legendagem em português.

 

O Capuchinho Vermelho, o primeiro espectáculo criado por Joël Pommerat a pensar nas crianças, estreou em 2004 e mantém-se em digressão desde essa data. No percurso da menina que deixa a casa da mãe e atravessa a floresta para visitar a avó doente, o autor e encenador francês descobre uma forma simples de falar do medo, da solidão e da relação com a Natureza e o Animal. Fá-lo sem se limitar a recriar em palco a versão literária popularizada por Charles Perrault e, ao mesmo tempo, sem tentar modernizar o conto que todos sabemos de cor. Na sua opinião, esta história tem muito que ver com aquela que a sua mãe lhe contava, sobre como tinha de trilhar sozinha, todos os dias, o longo caminho que a separava da escola. Talvez explique uma parte importante dos adultos que hoje somos.

Joël Pommerat (n. 1963) fundou a sua companhia em 1990. Foi artista residente do Espace Malraux – Scéne Nationale de Chambéry et de la Savoie, do Théâtre des Bouffes du Nord (a convite de Peter Brook), do Odéon-Théâtre de l’Europe e ainda do Théâtre National de Bruxelles. Em 2006 foi também artista convidado do Festival d’Avignon, onde recebeu o Grande Prémio de Literatura Dramática. O público do Festival de Almada conhece-o de espectáculos como Cercles (fictions) (2011), La réunification des deux Corées (2014), e Pinocchio (2016).

Intérpretes Rodolphe Martin, Isabelle Rivoal e Valérie Vinci
Colaboração Artística Philippe Carbonneaux
Cenografia Éric Soyer e Marguerite Bordat
Figurinos Marguerite Bordat
Luz Éric Soyer
Adereços Thomas Ramon
Criação Sonora François Leymarie e Grégoire Leymarie
Operação de Luz Cyril Cottet
Operação de Som Yann Priest

 

TEATRO MUNICIPAL JOAQUIM BENITE | SALA PRINCIPAL | M/8

18 MAR | SÁB às 16H e às 21H

19 MAR | DOM às 16H

PREÇO: 8,5€ a 17€

 

RESERVAS: +351 212 739 360
COMPRAR: http://cta.bilheteiraonline.pt/

 

 

 

Miguel Martins

Comunicação

 +351 21 273 93 60 | +351 91 540 70 94
imprensa@ctalmada.pt | www.ctalmada.pt

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: