AS VÁRIAS FACETAS DE FERNANDO LEMOS por Clara Castilho

 

Fernando Lemos nasceu em Lisboa em 1926. Frequentou a  Escola de Artes Decorativas António Arroio e estudou pintura na Sociedade Nacional de Belas Artes. O seu nome ficou ligado à história do Surrealismo em Portugal, embora nunca tenha pertencido «oficialmente» a nenhum dos grupos surrealistas portugueses (como Fernando de Azevedo, Alexandre O’Neill, Vespeira, Mário Cesariny, entre outros).

Partiu para o Brasil em 1952, onde ainda hoje reside. Destaca-se como pintor, fotógrafo, desenhador, ilustrador, decorador, escritor, animador e organizador cultural, numa obra multifacetada, integrando e explorando as diversas linguagens artísticas.

Em 1950, durante umas férias em Portugal, promoveu este seu primeiro livro de poemas para crianças.

Como escritor e ilustrador, Fernando Lemos integrou, entre 1955 e 1975, a redacção do jornal Portugal Democrático, órgão dos exilados políticos portugueses no Brasil, produzindo inúmeras ilustrações de carácter político.

No ano de 2011  realizou-se uma exposição, “Lá e Cá”, na Pinacoteca do Estado de São Paulo. Foi uma retrospectiva com cerca de 200 trabalhos, desde suas primeiras fotografias e pinturas realizadas entre 1949 e 1952, os desenhos das décadas de 1950 e 1960, até as aguarelas dos anos 1990 e os desenhos em técnica mista que produz até hoje, em trabalho quotidiano.

Ilustração do livro”Todas as Crianças da Terra”, escrito por Sidónio Muralha

Entre os destaques da mostra estiveram os desenhos realizados nos anos 1950, que lhe deram o prémio de melhor desenhista nacional, na 4ª Bienal Internacional de São Paulo, em 1957, e uma série inédita de retratos fotográficos de personalidades brasileiras.

Fernando Lemos, juntamente com Sidónio Muralha e o escritor Fernando Correia fundou a editora Giroflé, dedicada a livros infantis.

O livro “Fernando Lemos – Percurso”, apresenta as diversas áreas da suabexpressão artística ao longo de sua carreira de mais de 60 anos.

A poesia de Fernando Lemos pode ser encontrada em: Teclado Universal e Outros Poemas (1963) – Cá & Lá: poesia: antecedido de Teclado Universal (1985)

Fernando Lemos, «Isto é Isto e Ex- -Fotos» é uma interessante entrevista que pode ser consultada em:

Fotos»:http://pedroteixeiraneves.wordpress.com/2011/03/17/fernando-lemos-uma-entrevista/

Jorge Silva Melo, realizou este ano, um documentário sobre a vida e obra de Fernando Lemos, que pode ser visto aqui:

Fernando Lemos – Como, Não é Retrato? de 09 Mai 2018 – RTP Play – RTP

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: