PROJETO “BIBLIOSOL – REDE COOPERATIVA DE LEITORES” EM VOTAÇÃO NO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO PORTUGAL por Clara Castilho

O Orçamento Participativo Portugal é um processo democrático deliberativo, direto e universal, através do qual as pessoas apresentam propostas de investimento e que escolhem, através do voto, quais os projetos que devem ser implementados em diferentes áreas de governação. Através do OPP as pessoas podem decidir como investir 5 milhões de euros. Abrange a totalidade do território português, integrando grupos de propostas de âmbito territorial diferenciado: 1 de âmbito nacional; 1 por cada uma das áreas das NUT II (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve); 1 por cada Região Autónoma.

Podem participar no OPP todos os cidadãos nacionais com idade igual ou superior a 18 anos, apresentando propostas e votando nos projetos da sua preferência. Apresentação de propostas ao OPP foi feita entre 24.1 a 24.4.2018. Concorreram 691 projectos, que se encontram em votação até 30 de Setembro, através da https://opp.gov.pt/#calendario.

Apresento-vos o BiblioSol – Rede Cooperativa de Leitores, cujo texto retiramos da plataforma:

“A ideia é mobilizar leitores que contribuirão com os seus livros para uma comunidade de partilha de livros com suporte na Internet, tornando o acesso aos livros mais barato e mais simples. Transformando-se as bibliotecas particulares num instrumento útil para a comunidade, sem por em causa o seu carácter privado e sem retirar o controlo dos proprietários sobre as suas bibliotecas caseiras, mas promovendo a disponibilização voluntária dos títulos aí existentes para o público leitor em geral (ou para os seus vizinhos mais ou menos próximos).
O projeto consiste num website onde os leitores, para se inscrever e usufruir do serviço, submetem os livros que gostariam de partilhar e terá as seguintes componentes:

  • Os proprietários de livros que queiram disponibilizar a sua biblioteca serão inscritos numa plataforma em rede com os seus dados para referenciação. Estes dados das bibliotecas da rede são então disponibilizados de forma aberta num site;

  • Cada leitor interessado inscrever-se-ia na mesma rede como leitor, com identificação certificada, por razões de segurança. O sistema poderia começar a funcionar por pedidos específicos dos leitores, perguntando “quem tem o livro x?” aos proprietários, que estabeleceriam o contacto com o leitor.

    Este projeto exige a construção de um site com software adequado e um tutorial muito simples que ensine o processo de catalogação de acordo com as regras nacionais de classificação bibliográfica e apoio técnico, para que os leitores aí possam inserir e solicitar os seus livros.

Este site proporcionará ainda: maior proximidade de acesso aos livros, maior diversidade de temas, promoção e introdução de critérios de catalogação, convívio e troca de ideias e experiências.”

São proponentes do projeto Renato Soeiro e Cesar Silva.

Se acham bem, é só votarem.

One comment

  1. Abilio Travessas

    Eu bem tento,mas não me aceitam a inscrição “incorrecto o número de cidadão” ou o mesmo para o bi doutra pessoa…Fiz várias tentativas e nada.Como fazer ?Nem sms.
    Cumprimentos

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: