PRÉMIOS DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ESCRITORES – GRANDE PRÉMIO DE ROMANCE E NOVELA PARA HÉLIA CORREIA

O prémio, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores, resultou de uma escolha unânime do júri coordenado por José Manuel de Vasconcelos pela obra Um Bailarino na Batalha .

É um prémio literário atribuído pela APE desde 1982, com o objectivo de consagrar uma obra de ficção de autor português, publicada no ano anterior à atribuição do prémio. O Prémio já foi atribuído a 31 autores, tendo-o obtido por duas vezes os escritores Vergílio Ferreira, António Lobo Antunes, Mário Cláudio, Agustina Bess-Luís, Maria Gabriela Llansol e Ana Margarida de Carvalho.

SINOPSE

«Pesados como pedras, no entanto velozes como pedras, eles caminham, os últimos errantes, uns poucos dias mais adiante, os poucos dias que os separam da música dos ossos. Eles caminham, os últimos errantes, embatendo uns nos outros, repelindo, à força de olhos e de cotovelos, à força daquele ronco que lhes bate, mais do que o coração, dentro do peito, repelindo e chamando, concentrados na marcação das cenas animais, na coreografia da matilha. Pois tudo aquilo que séculos, milénios, foram acumulando, abstracções, certa elegância na sobrevivência, as leis cujo poder suspende a faca e faz descer a faca, tudo era fácil de rasgar, tudo era um mero adorno, um véu de rapariga, algo que não resiste à impiedade.»

 

 

Leave a Reply