A BARRACA – HÉLDER MATEUS DA COSTA – ENCONTRO IMAGINÁRIO – debate entre personagens marcantes da história universal – JEAN-BAPTISTE DROUET, ETTORE SCOLA e MELITA STEDMAN NORWOOD – com a participação da sociedade civil – HOJE, SEGUNDA-FEIRA, 4 de NOVEMBRO, às 21.30

29. NEWSLETTER NOVEMBRO 2019                                        WWW.ABARRACA.COM

Jean-Baptiste Drouet (8 de janeiro de 1763 – 11 de abril de 1824) foi um político francês da Revolução de 1789 , notado principalmente pelo papel que desempenhou na prisão do rei Luís XVI durante a fuga  para Varennes . Ele era chefe de Correios quando pararam várias carruagens à sua porta em Sainte-Menehould. Conheceu os fugitivos e tomou medidas para serem presos. Napoleão condecorou –o com a Legião de Honra dia 7 de Agosto de 1807, e disse : “ Senhor Drouet, você mudou a face do mundo”. Após a Segunda Restauração em 1815, foi obrigado a deixar a França mas foi viver em Mâcon, e manteve a sua identidade escondida  Quando morreu, a sua companheira revelou que aquele senhor idoso, simpático e que gostava de tratar de jardins, era o tão procurado revolucionário Drouet! Interpretação do cronista Alfredo Barroso.

Ettore Scola (Trevico, 10 de maio de 1931 – Roma, 19 de janeiro de 2016) foi um dos mais importantes diretores italianos de cinema. Estudou Direito em Roma, passando depois ao jornalismo e ao rádio. Sua estreia como realizador deu-se em 1964, com a comédia Fala-se de mulheres. Seguiu-se uma carreira extraordinária com um cinema militante, que falava com a rua e sobre a rua. Na sua luta contra os falsos heróis sempre defendeu que “o pessimismo é mais progressista que o optimismo, tem mais fé no futuro. O optimismo é coisa de beatos”. Nos últimos anos de vida deixou de fazer filmes de ficção, tendo passado a colaborar em documentários colectivos com evidente posicionamento político, como “Um outro mundo é possível”, sobre o G8 em Génova, e “Cartas da Palestina”, sobre o conflito nos territórios ocupados. Morreu em Roma em 19 de janeiro de 2016, após alguns dias em coma, no Hospital Policlínico. Guilherme Oliveira Martins, administrador da Fundação Gulbenkian é o seu intérprete.

Melita Stedman Norwood (nascida Sirnis ; 25 de março de 1912 – 2 de junho de 2005) foi uma funcionária britânica e fonte de informações da KGB com segredos de estado do seu trabalho na Associação Britânica de Pesquisa de Metais Não Ferrosos .. Mais tarde entregou informações sobre o projecto britânico de armas atómicas. Quando foi descoberta , disse : “Eu fiz o que fiz, não para ganhar dinheiro, mas para ajudar a evitar a derrota de um sistema que, a um custo alto, dava comida às pessoas comuns, uma boa educação e um serviço de saúde “. Espero que as minhas acções ajudem “a Rússia a manter – se a par da Grã-Bretanha, América e Alemanha”. Norwood nunca foi processada e morreu em 2005.Red Joan é um filme inspirado pela sua vida, com Judi Dench e Sophie Cookson , estreou no Toronto International Film Festival de 2018. Interpretação de Sara Amâncio, professora.



Informações e reservas:
bilheteira@abarraca.com | barraca@mail.telepac.pt | Telefone: 213 965 360 | 213 965 275 | 913 341 683 | 968 792 495

Contactos:

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: