GIRO DO HORIZONTE – RELATÓRIO DE SEVÍCIAS OU (SE)VICIADO? – por PEDRO DE PEZARAT CORREIA

 

 

9 Comments

  1. «Quem, conscientemente, participou no 25 de Abril, só por ignorância ou estupidez pôde surpreender-se por, com a instauração da liberdade plena, a guerra colonial ter ficado irremediavelmente condenada e, com ela, o próprio império. Se, hoje, capitães de Abril se sentem honrados por terem participado na guerra colonial, é porque admitem que os seus objetivos, a manutenção da ditadura e a preservação das colónias, eram justos. É então a altura de pedirem desculpa por terem participado no 25 de Abril que pôs fim à “honrosa” guerra e liquidou o império, essa nossa “pertença congénita”.
    Por mim, estou tranquilo e em paz com o que fiz.»Pezarat C. ……………………………………………………………………………………………………………Assino por baixo tranquilíssimo e em paz com o que eu tb fiz na conspiração e acção para o 25A. O artigo que outro militar tem a lata e a arrogância de dizer que o Gen. Pezarat Correia confunde “a arvore com a floresta” é perfeitamente uma opinião curta/intelectoaloide que rejeito e nos foi enviado por mail para os associados da A25A.MDClemente.

  2. O comentário de Vasco Lourenço, presidente da Associação 25 de Abril:

    “Caros associados
    Sem mais comentários, para além das minhas felicitações ao nosso Capitão de Abril Pedro Pezarat Correia, por mais um importante texto e pelas suas opiniões aí contidas, com as quais estou de acordo, sugerimos a leitura do texto que juntamos.
    Cordiais saudações de Abril
    Vasco Lourenço”

  3. De António Duarte Rodrigues, da Associação 25 de Abril:

    “Enviada: 9 de março de 2021 13:32
    Para: Secretaria
    Assunto: Re.: Noticias da A25A – RELATÓRIO DE SEVÍCIAS OU (SE)VICIADO?

    Bravo !

    A25A – 4085
    António Duarte Rodrigues”

  4. De: Eduardo Dias, da Associação 25 de Abril:
    “Enviada: 9 de março de 2021 13:29
    Para: Secretaria
    Assunto: Re: Noticias da A25A – RELATÓRIO DE SEVÍCIAS OU (SE)VICIADO?

    Boa tarde,
    Estou inteira e integralmente de acordo com o texto de Pezarat Correia.
    Cumprimentos
    Eduardo Dias
    P.S: o PR tem o pai e o padrinho que teve.”

  5. De Manuel Torres:

    “De: manuctorres
    Enviada: 9 de março de 2021 12:20
    Para: Secretaria
    Assunto: Fwd: Noticias da A25A – RELATÓRIO DE SEVÍCIAS OU (SE)VICIADO?

    Muito bom, Vasco, o texto do Pezarat Correia, em todas as perspectivas!!!
    É raríssimo assistir a tais ideias e ideais, democráticos e de fraternidade humana, e fazendo a justiça que se impõe numa sociedade democrática e desmascarando os ideais anti-democráticos que por vezes se apresentam, enganadoramente, como patrióticos.
    A confirmar o que disse atrás, que não consegui explicitar melhor, transcrevo de seguida o parágrafo do texto do Pezarat que reflete mais o que eu penso sobre o seu texto:
    “É uma campanha aberrante e uma revisão da história. Se há algo consensual entre historiadores, politólogos, sociólogos, nacionais e estrangeiros, é a moderação da Revolução dos Cravos, o baixo nível de conflitualidade em que se desenvolveu, a tolerância com os responsáveis e torcionários do regime derrubado. E, é factual, os atos de maior violência tiveram sempre a marca da contrarrevolução.”
    _____________
    ManelTorres”

  6. De António Pena:

    “Enviada: 9 de março de 2021 12:17
    Para: ‘Secretaria’
    Assunto: RE: Noticias da A25A – RELATÓRIO DE SEVÍCIAS OU (SE)VICIADO?

    Obrigado.
    Mais um excelente artigo do nosso General Pezarat Correia.
    Saudações respeitosas,
    António Pena.

  7. De João Bilstein Sequeira:

    “Caro Pedro
    Mais um texto que pertencendo à história do processo revolucionário, para além de o clarificar no seu tempo, ajuda a clarificar também o tempo que estamos a viver, não apenas porque estão ainda vivos muitos dos que o viveram, como porque também estão vivos e a mexer muitos dos que sempre se lhe opuseram e continuam a caluniar.
    O relatório das sevícias que então tive a paciência e estoicidade de o ler, teve vários autores. Um dos seus autores, o já defunto brigadeiro Henrique Calado, conseguiu a habilidade de me citar num patético parágrafo, aproveitando a ocasião para acertar contas antigas ligadas à revolta de Beja. No relatório ele, com artes de prestidigitador, conseguiu ligar-me a um tempo do PREC em que nem sequer tinha regressado ao serviço militar. Mas foi bem o retrato do espírito de vingança e “cagaço” que movia as seus mentores e autores. Como de costume ninguém foi responsabilizado pelas mentiras e ofensas pois as suas vítimas, “democraticamente” foram caladas no outono de Novembro.
    Henrique Calado incorporara, antes o grupo dos ”reumáticos” que antes do 25A74, junto do “cabeça de abóbora”, fez a sua confissão devotada ao fascismo. Pareceu razoável, depois de Abril, que ele fosse incorporar o grupo de autores escolhidos para o vergonhoso relatório das sevícias. Sim, isso foi mais um acto contra revolucionário que ficou por denunciar e punir.
    Um amigo abraço por mais esta pérola que nos ofereceste
    João Sequeira”

  8. De: Manuel Custodio de Jesus
    Enviada: 10 de março de 2021 10:04
    Para: undisclosed-recipients:
    Assunto: Fwd: Noticias da A25A – RELATÓRIO DE SEVÍCIAS OU (SE)VICIADO?

    Caras amigas(os) e camaradas;
    Reenvio-vos este mail, recebido da Associação 25 de Abril, com o excelente texto do Capitão de Abril Pedro Pezarat Correia, como lhe chama Vasco Lourenço
    Quem participou na luta para pôr fim a essa ditadura fascista, que esmagava os democratas e oprimia todo o povo português, quem participou nessa radiosa madrugada do 25 de Abril, que derrubou tal regime, cuja figura maior era Salazar, quem apoiou e continua a apoiar o regime democrático, saído dessa acção patriótica, dos capitães de Abril, em 25 de Abril de 1974, que a Constituição de Abril consagrou, deve ler e reflectir sobre este importante texto do general Pezarat Correia.
    Viva quem Luta!!!
    Viva o 25 de Abril!!!

Leave a Reply